“Game of Thrones”: Fãs afirmam que primeiro episódio da série tinha “pista” sobre quem ficaria no trono; saiba os detalhes!

[ALERTA DE SPOILERS!] O destino de Bran Stark estava atrelado desde o início ao Trono de Ferro? De acordo com fãs observadores, sim — e eles juram que a série nos deu uma pista logo no primeiro episódio de que o jovem Stark acabaria na posição mais cobiçada de Westeros.

Na parte final de “Game of Thrones”, Tyrion Lannister convenceu um conselho formado por lordes e ladies a “eleger” Bran como rei dos Sete Reinos — agora Seis, graças à independência do Norte. O fato do Corvo de Três Olhos nunca ter nutrido um desejo profundo pelo poder ajudou o argumento de Tyrion, que prometeu que o jovem seria mais justo e imparcial que seus antecessores.

No entanto, a conta “Game of Thrones Facts” no Twitter afirma que “Bran, O Quebrado” estava destinado ao poder desde o piloto da série. O perfil, mantido por fãs, lembrou de uma cena em que, ainda criança, Bran é obrigado pelo pai, Ned Stark, a assistir a um desertor da Patrulha da Noite ser decapitado. Antes de prosseguir com a sentença de morte, Ned cumpre a tradição de dizer o juramento de execução: “Em nome de Robert, da Casa Baratheon, Primeiro de Seu Nome, Rei dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Lord dos Sete Reinos e Protetor do Reino; Eu, Eddard da Casa Stark, Lord de Winterfell e Protetor do Norte, o sentencio a morrer”. 

Na cena, estão presentes Robb, Jon e Bran. No entanto, quando Ned fala “Rei dos Ândalos e dos Primeiros Homens”, a câmera corta para Bran e Jon. Antes, muitos achavam que essa seria uma indireta para o fato de que Jon é, na verdade, Aegon Targaryen, o verdadeiro herdeiro do Trono de Ferro. Porém, como descobrimos ontem (19) que Bran acabou no poder, o momento ganhou um novo significado!

É claro que é difícil saber se este foi o sentido da edição estratégica da cena lá em 2011, e se esta era a intenção dos criadores da série, David Benioff e D.B. Weiss. Apesar de a escolha de Bran para rei de Westeros não ter feito sentido para muita gente, a ascensão dele está enraizada no início da série — tanto na TV, quanto nos livros. Em “Uma Canção de Gelo e Fogo”, de George R.R. Martin, Bran é o dono do primeiro ponto de vista a ser trabalhado, justamente na cena da execução, na qual ele vê em primeira mão como a justiça funciona nos Sete Reinos. De acordo com o Hollywood Reporter, em entrevistas anteriores com o escritor da saga, George afirmou que a cena com Bran foi a primeira coisa que lhe veio à mente quando ele começou a escrever “Game of Thrones”.

E aí, você acha que esta teoria levantada pelos fãs faz sentido, ou não se importa porque odiou o final? Kkkk