TV / Séries

“Game of Thrones”: Maisie Williams revela como gostaria que Arya Stark tivesse terminado a série, e frustração com ‘detalhe’ de roteiro: “Foi um choque para mim”

Marina Amaro - Publicado em 22/05/2019 às 10:57
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

[ALERTA DE SPOILERS!] Um dos maiores desejos dos fãs de “Game of Thrones” era ver um embate épico entre Arya Stark e Cersei Lannister — porém, a vilã da série acabou soterrada pelos escombros da Fortaleza Vermelha, durante o ataque de Daenerys à Porto Real. No entanto, nós não éramos os únicos que torcíamos para Arya riscar o principal nome de sua lista… a própria intérprete da jovem Stark, Maisie Williams, gostaria de ter dividido pelo menos uma cena na oitava temporada com Lena Headey.

“Eu só queria estar de novo no set de filmagem com a Lena, ela é muito divertida”, confessou à Entertainment Weekly. “E eu queria que a Arya matasse a Cersei, mesmo se isso significasse que a Arya morreria também. Enquanto eu lia o roteiro, mesmo no ponto em que Cersei está com o Jaime [na cena final dos personagens, no penúltimo episódio], eu pensei: ‘Ele vai tirar o próprio rosto, revelar ser a Arya, e as duas vão morrer’. Eu achava que essa era a jornada de Arya”, acrescentou.

(Foto: Helen Sloan/HBO)

No entanto, após ponderar bastante sobre o papel dos personagens na temporada final de “GoT”, Maisie aceitou a direção diferente — e mais positiva — de sua personagem. “O Cão de Caça diz: ‘Você quer ser como eu? Você quer viver a sua vida como eu?’. Em minha cabeça, a resposta era: ‘Sim’. Mas acho que dormir com o Gendry, ver o Jon de novo, perceber que ela não está mais lutando apenas por si mesma, mas por sua família também — são coisas que trouxeram à tona todas essas emoções humanas que Arya não sentia há muito tempo. Quando o Cão de Caça pergunta se ela tem outra opção, de repente há tantas coisas na vida da Arya pelas quais ela pode viver, que ela pode fazer. Foi um choque para mim, porque não era deste modo que eu imaginei o arco dela [na temporada]. E aí eu percebi que havia outras coisas que poderiam ser feitas, trazendo Arya de volta a ser uma garota de 16 anos”, revelou sobre seu processo como atriz.

A estrela ainda admite que o modo como sua personagem acabou a série é pouco característico das reviravoltas trágicas que nós nos acostumamos a ver na produção da HBO: “Não é um final ‘Game of Thrones’ para Arya, é um final feliz. Eu pude levá-la a um lugar que nunca pensei que iria novamente com ela”. 

Cersei Lannister no cobiçado Trono de Ferro. (Foto: Helen Sloan/Divulgação/HBO)

Quem também desejava um confronto entre Arya Stark e Cersei Lannister na última temporada, era Lena Headey. “Eu vivi essa fantasia até ler o roteiro. Havia cenas pesadas, e não era nada com o que eu havia sonhado. Foi um pouco decepcionante e você precisa aceitar que não era para ser. Há algo poético a respeito do mundo como tudo acontece no final com ela e Jaime”, admitiu.

É, gente… não aconteceu. Mas, pelo menos, nós ganhamos uma Arya desbravadora do mundo, né? Está aí uma coisa que nós gostaríamos de ver em um spin-off!