(Foto: Reprodução/Corpo de Bombeiros de MG)

Capitólio: Buscas terminam e 10 mortes são confirmadas pelos Bombeiros; saiba detalhes

Neste sábado (8), parte de um cânion que se desprendeu no lago de Furnas, em Capitólio, atingiu e afundou embarcações, deixando mortos e feridos

Mortos

De acordo com os bombeiros, todas as pessoas que perderam suas vidas estavam na mesma lancha, que tinha a identificação do nome “Jesus”. Somente uma das vítimas foi identificada por enquanto e o corpo já foi liberado para enterro: Júlio Borges Antunes, de 68 anos, natural de Alpinópolis (MG). Ele estava acompanhado da esposa, de 57 anos, do filho e do neto, que também faleceram.

Durante entrevista coletiva, um médico legista da Polícia Civil informou que os corpos estão “bem danificados” e explicou que as vítimas sofreram traumas de ̶

As duas últimas pessoas dadas como desaparecidas após a tragédia em Capitólio foram encontradas sem vida na tarde desse domingo (9), pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais. Agora, são ao menos dez mortes causadas pela tragédia no Lago de Furnas. A informação foi confirmada pelas autoridades durante coletiva de imprensa. As vítimas serão encaminhadas a postos de comando, onde passarão por trabalho de identificação.

0;altíssima energia”, o que dificulta a identificação das mesmas. O Instituto Médico Legal de Passos agora realiza exames necroscópicos para descobrir a causa dos óbitos, assim como exames toxicológicos.

Veja quem são as vítimas localizadas da lancha Jesus

Homem de 40 anos, natural de Betim (MG) – piloto da lancha
Mulher de 43 anos, natural de Cajamar (SP)
Jovem de 18 anos, natural de Paulínia (SP)
Homem de 67 anos, natural de Anhumas (SP)
Mulher de 57 anos, natural de Itaú de Minas (MG)
Homem de 34 anos, natural de Itaú de Minas (MG)
Jovem de 14 anos, natural de Alfenas (MG)
Jovem 24 anos, natural de Campinas (SP)
Homem de 35 anos, natural de Passos (MG)
Homem de 37 anos natural de Itaú de Minas (MG)

Feridos

Outras 27 pessoas ficaram feridas. Dessas, 23 foram atendidas e liberadas na Santa Casa de Capitólio e quatro tiveram ferimentos leves e foram levadas para a Santa Casa de São João da Barra. Três seguem hospitalizadas: duas delas tiveram fraturas expostas nos membros superiores e foram encaminhadas para a Santa Casa de Piumhi. A última teve uma orelha dilacerada, mas recebeu atendimento na Santa Casa de Passos e teve alta médica neste domingo.

Continua depois da Publicidade

Embarcações atingidas

Ainda segundo o corpo de bombeiros, o desabamento no paredão em Capitólio atingiu quatro embarcações. São elas: embarcação EDL (14 pessoas foram resgatadas com vida); Jesus (oito pessoas morreram e outras duas seguem desaparecidas); uma lancha vermelha, sem identificação (10 socorridas); e Nova Mãe (9 socorridos). As autoridades estimam que de 70 a 100 pessoas estavam no local no momento da tragédia.