Fotojet (8)

Enfermeira dá cachaça por engano a paciente internada em hospital na Bahia: “Achei que fosse água”; assista

Sindicância foi aberta para investigar como a bebida foi parar na unidade de saúde

Uma paciente internada no Hospital Municipal de Santa Teresinha, na Bahia, recebeu um copo com cachaça de uma enfermeira. Segundo a funcionária, a situação, ocorrida no último sábado (12), teria se dado por engano, já que ela achava que o líquido era água. As informações são do G1.

À publicação, a lavradora Zenilda Lisboa disse ter dado entrada na unidade sentido fortes dores no estômago e, após ser medicada, permaneceu em observação. “Eu estava com a garganta seca, com dificuldade para respirar, e aí pedi água para a enfermeira. Ela foi buscar e, quando voltou com o copo, bebi, mas identifiquei que aquilo não era água. Era bebida alcoólica. Aí passei mal, vomitei… Fui para casa, mas senti muitas dores no estômago, ardência e retornei para o hospital”, declarou a paciente, que segue hospitalizada para fazer exames médicos.

A enfermeira Valci dos Santos também se manifestou sobre o caso. A profissional explicou que pegou uma garrafa com o líquido em cima de um armário — local onde a equipe médica costuma deixar água para agilizar o atendimento aos pacientes. Ela não esperava, entretanto, que houvesse bebida alcoólica dentro do recipiente.

“Na emergência desta unidade, a gente deixa sempre um recipiente com água em cima do armário da emergência. Para quê isso? Para não perder tempo quando tem paciente passando mal e a gente não deixar o paciente sozinho para pegar água. Então, esse recipiente já fica lá, em cima do armário. Peguei um copo e enchi. Eu estava de máscara, não senti nenhum cheiro. Peguei a ‘água’ e dei para a paciente”, recordou.

Continua depois da Publicidade

“Ela me perguntou: ‘o que é isso?’ Eu respondi: ‘água’. E ela disse: ‘não é água, não. É bebida alcoólica’. Aí tirei a máscara para cheirar e realmente era bebida alcoólica. Estava em uma garrafa de água mineral, porém o líquido dentro não era água mineral”, afirmou.

Valci contou ainda que o momento da confusão foi presenciado por outros funcionários do hospital: “O fato aconteceu desta forma, eu estava junto com uma equipe e todo mundo presenciou, mas quem deu a água a ela fui eu, que realmente achei que estava dando água”.

Em nota, o secretário municipal de Saúde de Santa Teresinha, José Lindomar, lamentou o ocorrido e disse que uma sindicância foi aberta para investigar como a cachaça foi parar na unidade. “Quero aqui pedir desculpas à paciente e a todos os seus familiares. E frisar que estamos apurando esse acontecimento”, declarou.