Gabriel Luiz, jornalista da TV Globo, é esfaqueado em Brasília e câmeras flagram suspeitos

Crime ocorreu perto da casa do rapaz na noite de quinta-feira (14). Repórter foi internado no Hospital de Base do DF

Na noite da última quinta-feira (14), o repórter da TV Globo em Brasília, Gabriel Luiz, foi esfaqueado em um estacionamento perto de sua casa, no sudoeste do Distrito Federal (DF). Segundo informações do G1, ele foi atingido por diversos golpes.

Nas imagens do episódio, registradas por câmeras de segurança, o rapaz de 28 anos estava passando pelo local a pé quando suspeitos se aproximaram. A dupla chegou separada – um dos homens apareceu por trás, enquanto o outro surgiu na frente de Gabriel, logo na sequência. O trio continuou caminhando pela rua quando, um pouco mais à frente, os suspeitos atacaram o jovem. Após uma série de golpes, os dois saíram correndo. Confira imagens:

Ao G1, o porteiro do prédio em que o jornalista mora revelou que Luiz estava indo a um comércio próximo quando foi atacado. Segundo o Corpo de Bombeiros, ele sofreu perfurações no abdômen, no pescoço e na perna esquerda, além de ferimentos no tórax, nos braços, na mão, nos pulsos, nas pernas e no pescoço. Após pedir ajuda, foi socorrido por vizinhos.

De acordo com o Correio Braziliense, Luiz correu cerca de 10 metros até alcançar o porteiro de seu prédio, que então chamou os bombeiros. “No local, a equipe encontrou Gabriel sentado debaixo de uma marquise, tentando conter o sangramento. Devido à proximidade do Grupamento de Bombeiros do Sudoeste e o local do atendimento, chegamos rápido, fato que reduziu a perda de sangue”, detalhou a corporação militar, em comunicado.

Gabriel foi encaminhado para o Hospital de Base do DF (HBDF) e chegou lá ainda consciente. Nesta sexta-feira (15), familiares do jornalista informaram que ele passou por uma série de cirurgias importantes durante a madrugada e pela manhã. As intervenções médicas foram bem-sucedidas e ele foi enviado para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para observação. Seu estado ainda é grave, mas estável.

Continua depois da Publicidade

Investigação

Logo após o ocorrido, na quinta-feira à noite, o caso foi encaminhado para a 3ª Delegacia de Polícia, no Cruzeiro, que lidera as investigações. Peritos da Polícia Civil fizeram análises não apenas no local do ataque, mas também no apartamento do jornalista.

A carteira de Gabriel foi encontrada próxima ao local, mas seu celular está desaparecido. A corporação afirmou que equipes estão fazendo uma varredura das ruas com o intuito de identificar e encontrar os suspeitos. No entanto, até o momento, as autoridades ainda não determinaram a motivação do crime.

Em entrevista ao Correio Braziliense, o delegado-chefe adjunto Douglas Fernandes, revelou que a investigação não descarta nenhuma hipótese. “Nem a possibilidade de tentativa de homicídio nem de roubo está descartado. O celular dele não foi encontrado, mas ainda não descartamos nenhuma linha de investigação. Por enquanto, o que sabemos, é que há esses dois homens suspeitos”, explicou.

Continua depois da Publicidade

Emissora se pronuncia

Nesta sexta-feira (15), a TV Globo se manifestou e lamentou o caso em nota à imprensa. Confira a íntegra abaixo:

“A Globo lamenta profundamente o ocorrido. Está aguardando as investigações da polícia e prestando toda ajuda ao nosso repórter e aos familiares. A Globo repudia veemente todas as formas de violência e espera que o caso seja esclarecido o mais rapidamente possível.”