Fotojet

Homem assassina mulher de 22 anos a facadas em praça de alimentação de shopping em Niterói; saiba detalhes

Meu Deus do céu, que barbaridade! Uma jovem de 22 anos, identificada como Vitórya Melissa Mota, foi assassinada nesta quarta-feira (2), com golpes de faca na região da barriga. O crime aconteceu na praça de alimentação do Plaza Shopping, localizado no centro de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. O autor, Matheus dos Santos da Silva, de 21 anos, foi preso em flagrante logo após o ataque.

Para a Folha de São Paulo, os policiais explicaram que tudo aconteceu por volta das 13h, enquanto diversas pessoas transitavam pelo centro de compras. Alguns vídeos de Vitórya com a barriga ensanguentada recebendo os primeiros socorros lamentavelmente viralizaram em grupos de conversa do WhatsApp. A vítima chegou a ser levada para o Hospital Azevedo Lima, mas não resistiu aos ferimentos ainda no caminho.

A Polícia Civil explicou que alguns agentes estavam próximos do shopping, e foram até o local assim que chegou a informação de que um homem estava armado na praça de alimentação. “Imediatamente, os policiais foram ao local, capturaram o acusado e apreenderam a faca utilizada no crime, comprada minutos antes”, detalhou a nota divulgada para a imprensa. Matheus dos Santos foi levado para a 76ª delegacia e autuado por feminicídio.

Continua depois da Publicidade

De acordo com as primeiras investigações, Vitórya Melissa e Matheus estudavam na mesma turma de curso técnico de enfermagem. Amigos da moça relataram que, recentemente, Santos assumiu que “nutria um ‘amor’ pela colega” que não era correspondido. Vitórya completou 22 anos no último domingo (30).

Whatsapp Image 2021 06 02 At 16.03.27
Vitórya tinha completado 22 anos no último domingo (30). Foto: Reprodução.

Em comunicado, o Plaza Shopping reforçou que Mota recebeu os primeiros socorros com a brigada do estabelecimento, e os seguranças foram responsáveis por identificar e entregar o criminoso à polícia. A empresa finalizou dizendo que “repudia qualquer ato de violência” e que “segue à disposição das autoridades para colaborar com as investigações caso seja necessário”.

Continua depois da Publicidade

Vitórya Melissa trabalhava em uma das cafeterias do shopping. “O que escrever? Como se tira a vida de uma pessoa assim? Há quase 3 anos, Vic trabalhava conosco. Sempre sorridente (ela tinha inúmeros motivos para não sorrir). Sempre meiga, educada, estudiosa, atenciosa, inteligente, cativante… A equipe está despedaçada, desesperada, traumatizada com tanta crueldade. Ela era muito querida por todos: da ‘tia do banheiro’ ao cliente da cafeteria. Com certeza o céu estava precisando da sua doçura. Aqui seguiremos com um pedaço nosso faltando”, homenageou a empresa.