Youtuber famoso finge morte da namorada para ganhar inscritos em canal e recebe mandado de prisão após ser acusado de agredi-la com arma; entenda!

Um youtuber famoso confessou recentemente que fingiu a morte de sua própria namorada — e ainda encenou entrar em contato com o espírito dela — para ganhar visualizações e novos seguidores. Jason Ethier, que atende pelo nome de usuário “IAmJayStation”, alegou na semana passada que sua ex, a também youtuber Alexia Marano, tinha sido atropelada por um motorista bêbado. A história, é claro, não possuía um pingo de verdade.

Tudo começou quando o canadense, que tem 5 milhões de inscritos em seu canal no YouTube, subiu um vídeo intitulado “Minha namorada Alexia morreu… (Descanse no paraíso)” . Na gravação já deletada, Ethier afirmava que sua namorada — convidada frequente em seus vídeos — tinha morrido recentemente, após ter sido atropelada por um motorista bêbado. De acordo com sua versão da história, sempre foi o sonho de sua namorada alcançar um milhão de seguidores no canal conjunto deles na plataforma, “DreamTeam”. Por conta disso, ele pediu aos seguidores para se inscrever no tal canal, como uma homenagem póstuma à garota. Nada suspeito, né?

O primeiro vídeo de Ethier, quando a mentira começou. (Foto: Reprodução/YouTube)

Dias após o “acidente”, Ethier continuou a postar novos vídeos, supostamente em luto pela perda de seu amor. Em uma das gravações, chamada “DIZENDO ADEUS PARA MINHA NAMORADA ALEXIA (DESCANSE NO PARAÍSO)” — bem assim, em caps lock —, o YouTuber visitava o local onde a garota “morrera”. Os pais teriam feito um “memorial” na neve com uma cruz de madeira, flores, velas e várias fotos de Alexia. Como se a história não pudesse ficar mais bizarra, o canadense também fez um vídeo chamado “DESAFIO DO JOGO DE OUIJA COM NAMORADA MORTA ÀS 3H!!! (DEU ERRADO)”. Uma tábua Ouija é usada para se comunicar com o espírito de pessoas que já morreram. Esta não é a primeira vez que ele faz algo do tipo; em 2018, Ethier tentou se comunicar com o espírito do rapper Mac Miller, logo após sua trágica morte.

No segundo vídeo, Ethier presta homenagens a Alexia Marano em um falso memorial (Foto: Reprodução/YouTube)

O caso começou a parecer suspeito para os espectadores de Ethier, e os vídeos desapareceram “misteriosamente” de sua conta dias depois. Finalmente, o youtuber esclareceu a farsa com um novo vídeo de desculpas, intitulado “ALEXIA MARANO *A VERDADE SOBRE ELA*”. A gravação abre com um clipe dos bastidores do vídeo do jogo Ouija, em que Ethier explica a Marano através de vários passos como fazer a pegadinha parecer real. Ethier ainda acrescentou: “Alexia estava de boa com os vídeos que nós fizemos para promover o canal DreamTeam, e me ajudou a produzi-los”. 

Continua depois da Publicidade

Apesar do vídeo ter começado como um pedido de desculpas para a família de Marano e seus inscritos por mentir, logo a gravação foi para outro lado, com Ethier tentando limpar seu nome ao revelar que Marano o deixou no meio da noite para denunciá-lo para a polícia por supostamente a agredir com uma arma. No vídeo, Ethier também revela que há um mandado de prisão para ele, apesar de, em suas palavras, “nunca ter agredido a namorada”.

O polêmico vídeo em que Ethier tenta entrar em contato com a namorada “morta”. (Foto: Reprodução/YouTube)

O canadense começa o vídeo de  “desculpas” dizendo: “Peço desculpa para a família da Alexia por colocá-los em qualquer período difícil ou estresse pela morte de sua filha. Eu não queria que nenhum deles recebesse ódio ou colocá-los em um estresse emocional envolvendo Alexia ou qualquer coisa. Eu não pretendi que eles se envolvessem em algo. Eu esperava que tudo isso ficasse no YouTube, e não ficou”. 

Continua depois da Publicidade

No resto do vídeo, Ethier revela detalhes sobre sua relação tumultuada com Marano, começando com sua impressão de que Alexia era só uma “menina festeira” até a descoberta de que ela era “realmente trabalhadora, inteligente, esperta, uma garota com qualidades que eu realmente admiro numa mulher”. Durante a gravação, houve muito chororô e relatos emocionados de que nunca foi tão feliz quanto ao lado de Marano.

No entanto, o amor acabou e, após o mandado de prisão, Ethier acusa Marano de “estragar toda sua vida”. Além disso, ele entrou em detalhes sobre seu passado difícil, com pais abusivos, depressão, alcoolismo, a falta de um diploma de ensino médio e uma rápida passagem pela prisão, alegando que o YouTube é tudo que lhe restou. “Coloquei tudo em jogo para atingir o sucesso [na plataforma]”, disse, chorando. Veja o vídeo abaixo: