Exclusivo! “Aves de Rapina”: Margot Robbie revela a Hugo Gloss nova etapa para Arlequina, após término explosivo com Coringa: “Arrasada, enchendo a cara”

Olha esse squad poderoso, Brasil! Margot Robbie e as estrelas de “Aves de Rapina”, Ella Jay Basco, Rosie Perez, Mary Elizabeth Winstead e Jurnee Smollett-Bell vieram divulgar seu novo longa no Brasil em dezembro do ano passado. Para saber tudinho sobre essa nova briga comprada por Arlequina, Hugo Gloss bateu um papo incrível com as atrizes!

Para começar, Ella só soube concordar que a beleza de Margot é mesmo estonteante. “Eu penso nisso todo dia. Ela chega no set sem maquiagem, de pijama e eu fico tipo, ‘Você está maravilhosa de qualquer jeito!'”, disse a atriz. Robbie, toda tímida com os elogios, também entrou na brincadeira: “Para! Gente, mas agora eu nem estou maquiada… Esse é o meu natural”. A simpatia em pessoa!

Não dá para negar, a beleza de Arlequina, ou melhor, Margot Robbie, é estonteante! (Foto: Reprodução/YouTube)

A protagonista também antecipou como sua personagem está diferente dos dias de “Esquadrão Suicida”. “Bom, ela está solteira agora. Mas ela acabou de ficar solteira, então, ela não está pronta para partir pra outra. Ela está um desastre, arrasada, saindo pra encher a cara… Toda aquela confiança que vimos em “Esquadrão Suicida” está bem abalada. Ela está vulnerável, um pouco triste, se sentindo exposta, tentando encontrar seu chão. Tentando achar outro grupo e encontrar o amor de outras maneiras”, contou.

“Aves de Rapina” trará mulheres fortes como estrelas e ainda tocará em assuntos importantes, como luta contra homofobia. (Foto: Reprodução/YouTube)

Rosie Perez deu sua opinião sobre a importância da sua personagem – uma heroína lésbica na trama. “O que mais me agrada na representação dela como uma mulher lésbica, é ela ser apenas mulher. Não há nenhum estereótipo negativo de como ela deveria aparentar, agir ou se vestir. Isso, por si só, é uma declaração muito forte”, declarou. Segundo ela, a luta contra a homofobia “está no subtexto da personagem” e que “há alusões a respeito” disso no filme.

Para tirar o longa do papel, essas meninas tiveram que dar o sangue em cena, e lembraram de como não foi fácil. “Treinamos com dublês por cinco meses”, mencionou Jurnee, que também revelou que gravaram “a maior parte” das cenas sem dublês. “Algumas eram cenas muito individuais, ou sequências complexas em que fica difícil inserir um dublê porque seu rosto aparece. Exigiram muito de nós e nos sentimos muito realizadas de ter feito tudo isso!”, completou.

O squad poderoso de “Aves de Rapina” atualizou as definições de mulherões da p****! (Foto: Reprodução/YouTube)

Margot também pensava que numa próxima produção com sua personagem, “queria muito que fosse um filme com um elenco feminino”. Agora, com seu desejo realizado após o sucesso de Arlequina, ela reconhece: “É ótimo que isso tenha acontecido comigo, fico muito feliz e grata, mas desejo que aconteça para mais garotas”. É isso, ou muita gente vai levar marretada, hein?! Kkkk

Assista à entrevista na íntegra aqui:

Que fofas, né?! “Aves de Rapina” chega aos cinemas brasileiros dia 6 de fevereiro e já estamos com a pipoca na mão para não perder o retorno dessa rainha dos quadrinhos, muito bem acompanhada! Enquanto isso, confira o trailer aqui: