Para

Paralimpíadas: Guia surpreende comentaristas do SporTV ao pedir, ao vivo, atleta de Cabo Verde em casamento: “EITA! Que momento!”; assista!

Coisa mais linda! As Paralimpíadas de Tóquio foram palco de um momento pra lá de romântico na madrugada desta quinta-feira (2). Depois de completarem a prova classificatória dos 200m rasos da classe T11, para deficientes visuais, o guia Manuel Antônio Vaz da Veiga pediu a atleta Keula Nidreia Pereira Semedo em casamento! Ambos estão representando o Cabo Verde nos Jogos.

O rapaz surpreendeu todos que estavam em volta quando se aproximou da amada, se ajoelhou e fez o pedido. Toda feliz, ela aceitou e o abraçou, já com a aliança no dedo. O momento pegou até os comentaristas da SporTV desprevenidos. “Olha aí, que bonita a foto vai sair agora… EITA! Que momento, na chuva! Isso que é um pedido, Brasil“, disparou a medalhista olímpica Verônica Hipólito.

Continua depois da Publicidade

Depois da corrida e do pedido, Keula conversou com a imprensa que estava por lá e descreveu o momento. “Tenho muitos sentimentos agora… não tenho palavras para explicar como me sinto. Essa foi minha primeira Paralimpíada e, com a minha idade e minhas marcas, estava pensando em desistir. Mas agora tenho uma motivação a mais para seguir depois dos Jogos, contando sempre como ele ao meu lado“, disse a atleta de 32 anos sobre o amado.

Manuel também contou que planejava o pedido há anos, e escolheu o dia da competição e o Estádio Olímpico por considerá-lo o melhor lugar para fazer isso. A pista de atletismo é “como uma segunda casa” para a atleta, afirmou o rapaz, revelando ainda que os dois estão juntos há 11 anos. “Achei que era hora de pedir a mão dela. Então, por que não fazer aqui?“, falou ele.

O momento emocionante arrancou palmas e assobios de todo mundo que estava em volta do casal. A dupla africana ficou na quarta bateria da classificatória, e terminou na última colocação, com 33s04. Apesar de terem alcançado sua melhor marca na temporada, eles não se classificaram para a final. Eles podem não ter levado nenhuma medalha, mas conquistaram algo ainda melhor, né?! Fofos!