Britney Spears (5)

Após Britney Spears ser acusada por funcionária de agressão, promotoria decide não apresentar denúncia; saiba detalhes

Após ser acusada de agredir uma de suas funcionárias com um telefone celular, em um incidente que teria acontecido no mês passado, em sua própria casa, Britney Spears não precisa mais se preocupar. Nesta quarta-feira (1°), o TMZ revelou que a Promotoria do Condado de Ventura, na Califórnia, não pretende apresentar nenhuma denúncia contra a cantora.

Segundo a publicação, o promotor disse que o escritório se recusou a apresentar acusações “com base em provas insuficientes de que um crime havia ocorrido e na falta de ferimentos na funcionária, ou de danos significativos ao telefone”. De acordo com o site, pela falta de provas, todo o caso se resumiu a palavra de uma contra a outra.

Britney Spears (2)
Uma funcionária de Britney Spears afirmou que teria sido agredida pela estrela. (Foto: Michelangelo Di Battista/Sony/RCA via Getty Images)

O advogado da artista, Mathew Rosengart, também se manifestou sobre o caso. “Como já afirmei anteriormente, isto não era nada mais do que uma cobertura sensacionalista de tabloide – um ‘ele disse, ela disse’ exagerado em relação a um telefone celular. Se isto envolvesse Jane Doe em vez de Britney Spears, isto não teria recebido atenção ou sido coberto [na mídia] de forma alguma”, disse.

Ele continuou, afirmando que a situação tomou uma proporção muito exagerada: “Qualquer pessoa pode fazer uma acusação, mas isto nunca deveria ter chegado tão longe e estamos felizes que a promotoria tenha feito a coisa certa. Infelizmente, é evidente que alguns não aprenderam nada com o passado, e esperamos sinceramente que a mídia e outros tenham mais respeito pela Sra. Spears no futuro”. O TMZ ainda confirmou que a funcionária envolvida no caso não está mais trabalhando com a princesinha do pop.

Entenda o caso

Em 16 de agosto, o E! News revelou que a estrela estava sendo investigada pelo departamento de polícia do condado de Ventura por agredir uma de suas funcionárias. Segundo a publicação, a funcionária alegou que Britney teria tirado o celular de suas mãos depois de “confrontá-la”, ao retornar de uma ida ao veterinário. A empregada informou que a cantora “bateu em sua mão”, conforme relatado pela polícia. No entanto, o departamento afirmou que a colaboradora da diva “não foi machucada”.

Os subdelegados foram chamados até a residência de Britney, mas ao chegarem no local, foram informados que a funcionária já havia deixado a casa e ido à delegacia de Thousand Oaks para reportar a suposta agressão. A queixa foi registrada por lá. Enquanto isso, os outros agentes tentaram contatar a artista para saber seu lado da história, “mas ela não falaria com eles”, disseram as autoridades.

Continua depois da Publicidade

Na época, uma fonte próxima à Brit negou ao TMZ que existiu qualquer luta física entre a artista e a funcionária. Segundo o relato desse insider, o departamento de polícia teria dito à equipe da diva que a investigação não resultaria em nada.