Ronaldo Cruzeiro Fabio Goleiro

Ronaldo abre o jogo sobre saída de Fábio do Cruzeiro, após alfinetadas do goleiro: “Clube é maior do que qualquer atleta”; assista

Em sua primeira coletiva à frente do Cruzeiro, Ronaldo também falou abertamente sobre as dívidas bilionárias do clube mineiro

Após anunciar a compra do Cruzeiro, Ronaldo fez sua primeira coletiva de imprensa à frente do clube. Nesta terça-feira (11), o ex-jogador falou pela primeira vez sobre a polêmica saída do goleiro Fábio, que era um dos maiores ídolos do time. O empresário também abriu o jogo sobre a dívida bilionária da equipe mineira.

Durante a conversa com jornalistas, Ronaldo alegou que Fábio teria negado uma proposta feita pelo Cruzeiro – que busca cortar vários gastos diante da crise financeira que vive. “Fábio foi e vai ser sempre um ídolo pro Cruzeiro e pra torcida cruzeirense. Nós, diante do cenário atual, fizemos um esforço muito grande para oferecer uma proposta decente a ele, respeitando a sua história no clube, a sua trajetória. E infelizmente, durante a negociação, houve uma negativa por parte dele, o que também nos pegou de surpresa. Mas entendemos que todo o sacrifício que deveríamos ter feito, foi feito. E temos que virar a página, seguir adiante”, iniciou o Fenômeno.

Ronaldo Cruzeiro1
Ronaldo abriu o jogo sobre a situação caótica do Cruzeiro e explicou a saída de Fábio. (Foto: Reprodução/YouTube)

Nesse cenário delicado, Ronaldo pontuou que nenhum jogador estaria acima do clube – nem mesmo Fábio, que se despede como o atleta que mais entrou em campo com o Cruzeiro, com a surpreendente marca de 976 jogos vestindo a camisa. “Todo esforço que a gente podia ter feito para manter o Fábio e oferecer a ele um período para ele se despedir da torcida, da casa que foi sua durante tantos anos, foi feito. Uma pena que não chegamos a um acordo. Mas temos que seguir adiante. O Cruzeiro é maior do que qualquer atleta, qualquer nome que você possa imaginar. O Cruzeiro tem sempre que ser o protagonista. Tem que gastar somente aquilo que arrecada”, declarou o novo dono.

Continua depois da Publicidade

Ronaldo ainda assumiu que as dívidas do time já passam da casa do bilhão. “Cada dia que abrimos uma gaveta, encontramos alguma surpresa negativa”, lamentou ele, mencionando que é preciso não gastar mais do que se arrecada. “Infelizmente, o cenário hoje é bem complicado, com receitas até o próximos dois anos já antecipadas, inclusive já gastas. Nós encontramos um cenário realmente trágico no clube, mas temos que estancar o sangramento”, afirmou. O ex-jogador ainda ilustrou: “Diria que o Cruzeiro é um paciente em estado grave, na UTI, e nós estamos oferecendo o tratamento necessário para que ele saia dessa condição. Que possamos fazer o máximo pra que seja o clube grande que merece ser”.

O empresário contou que o orçamento do Cruzeiro era de R$ 90 milhões, mas que tinha uma receita de apenas R$ 60 milhões – e que, inclusive, já havia sido gasta. “É realmente um valor que não bate. Não entra na minha cabeça o funcionamento de um clube assim”, observou Ronaldo. Contudo, com as decisões da nova gestão, como a saída de Fábio, a folha teria caído para R$ 35 milhões. Assista ao vídeo na íntegra abaixo:

Outro destaque da coletiva foi quando o craque brasileiro foi questionado se pensava em desistir da compra do clube. Ronaldo deixou claro que não, apesar de o acordo permitir essa desistência. “No contrato, há essa saída. Mas está longe da minha cabeça, do meu pensamento, desistir do projeto. No momento, estamos no processo de análise do clube, entender o tamanho do buraco, o tamanho da dívida, entender os credores”, explicou ele. “Meu desejo é continuar e ficar aqui até fazer com que o clube volte a ser grande como era antes”, determinou o empresário.

Goleiro Fábio solta alfinetadas para nova gestão

Na semana passada, Fábio Maciel surpreendeu ao anunciar que estava de saída do Cruzeiro, após 17 anos e uma trajetória histórica no clube. O goleiro explicou que, mesmo com a renovação do contrato quase encaminhada, a nova gestão do time voltou atrás. “Meu desejo é permanecer até dezembro de 2022. […] Mas esta nova administração não me deu mais esta opção”, afirmou ele, dizendo que poderia até reduzir seu salário. “Sempre estive pronto para ajudar o Cruzeiro, inclusive me readequando a nova realidade, o que já fiz em outros momentos de dificuldade do clube”, comentou.

Continua depois da Publicidade

O Cruzeiro também tem uma dívida milionária com Fábio por conta de salários atrasados e acordos para repactuação de vencimentos. Segundo ele, ser flexível quanto a isso também não trouxe nenhuma resolução. “Mostrei total disponibilidade em negociar o débito dos anos anteriores, mas, infelizmente, não fui ouvido”, afirmou. “Em nenhum momento me deram a opção de continuar”, escreveu o jogador em outro trecho.

Fabio Cruzeiro
O goleiro Fábio soltou alfinetadas à nova gestão do Cruzeiro, depois de ser dispensado pelo clube. (Foto: Reprodução/Instagram)

Fábio também lamentou que Paulo André, novo gestor do clube e que já foi seu colega em campo, nem mesmo o procurou. “Paulo André, que estava na sala ao lado, não teve sequer a consideração de me cumprimentar, sendo ele um ex-companheiro de clube”, expressou o atleta, visivelmente magoado. “Com coração apertado, com lágrimas e dor, preciso aceitar que não contam comigo”, pontuou o goleiro. Ele ainda encerrou dizendo: “Eu e minha família choramos nesse momento, mas gratos e confiantes que Deus nunca nos desampara”.

Continua depois da Publicidade

Em um vídeo, publicado no Instagram, Fábio mostrou seu pequeno “museu” de lembranças da longa trajetória no Cruzeiro. Ele também mandou seu recado à Nação Azul, a torcida do clube, que sempre o apoiou. “Abraço pra todos vocês, Deus abençoe imensamente. Só ser grato que Deus fez nesses 18 anos. Obrigado por ter participado com vocês dessa história maravilhosa”, disse ele. Assista: