Divulgado pela primeira vez: Vídeo mostra cantor Victor Chaves agredindo a ex-esposa, que estava grávida; Sertanejo é condenado

Após quase três anos de um processo judicial, o programa “Domingo Espetacular”, da Record TV, exibiu neste domingo (12) as imagens da agressão do cantor Victor Chaves contra a ex-esposa, Poliana Bagatina. O registro é do dia 24 de fevereiro de 2017, quando a empresária estava grávida de quatro meses do segundo filho do então casal.

O vídeo, que faz parte do circuito interno de câmeras do prédio em Belo Horizonte em que os dois moravam, foi usado durante o processo e havia sido mantido em sigilo. Entretanto, de acordo com a reportagem, a juíza decretou o fim do segredo de justiça por conta de um vídeo publicado pelo sertanejo no ano passado, em que ele satirizava o caso. Relembre:

A gravação obtida pela RecordTV reforça a narrativa de Poliana e Victor de que estavam brigando por conta da mãe do cantor. A empresária foi até à casa da sogra, no andar debaixo do apartamento, e teve uma discussão sobre os cuidados da primeira filha deles, Maria Vitória, que tinha um ano na época.

Após a briga com a mulher e com a cunhada, Paula Chaves, Poliana entrou no elevador, para voltar até sua casa, bastante abalada. E foi aí que a câmera de segurança filmou tudo o que aconteceu. Nas imagens, é possível ver a empresária tentando digitar o código rapidamente para subir até o apartamento.

Paula Chaves, então, entra no elevador tentando conversar com a cunhada, quando Victor aparece e puxa as duas com força de lá de dentro. Poliana acaba caindo no chão, do lado de fora, no hall dos apartamentos, e as câmeras mostram o momento em que o cantor leva a perna até a ex-esposa. Em seu depoimento, o sertanejo disse que a “tirou do elevador com o pé”, mas não teve “intenção de agredir”. Já Poliana relata que o empurrão “foi com violência e vontade de agressão”.

Momento em que Victor retira Poliana e a irmã do elevador (Foto: Reprodução)

Alguns minutos depois, ela entra novamente no espaço, chorando muito ao lado da cunhada e de um segurança do prédio. A empresária chega a sentar no chão com a mão na barriga, enquanto os dois parecem tentar acalmá-la. Neste momento, eles chegam no andar da casa do ex-casal e todos saem.

Cerca de dois minutos mais tarde, Poliana aparece novamente no elevador, agora com a filha no colo e sua cozinheira. Olhando para a câmera de segurança, ela diz: “Por favor, me ajuda”. De acordo com relatos e as gravações, Paula não queria deixá-la sair e, por isso, a empresária pediu para entrar na casa de uma vizinha e terminou de descer pelo elevador de serviço. Dali, ela foi direto para a delegacia prestar queixa contra o então marido.

Assista ao vídeo na reportagem abaixo:

No final do ano passado, o processo chegou ao fim e Victor foi condenado por vias de fato, que acontece quando há agressão, sem deixar marcas. O cantor foi sentenciado a dezoito dias de prisão simples em regime aberto. Entretanto, no final, tudo poderá ser convertido em trabalho comunitário.

Relembre o caso

No dia 24 de fevereiro de 2017, Poliana Chaves prestou queixa contra o então marido, Victor Chaves. Segundo o boletim de ocorrência, a empresária disse que foi agredida por Victor por motivos fúteis no prédio do casal, que foi jogada no chão e recebeu vários chutes. Ela acrescentou que, depois das agressões, ainda foi impedida de sair do local por um segurança e pela cunhada.

Victor e Poliana (Foto: Reprodução)

No mesmo dia, a mãe do cantor, Marisa, também prestou queixa na polícia. De acordo com o BO feito por ela, Poliana teria ido ao seu apartamento transtornada, feito ameaçadas e quebrado vários objetos. Marisa afirmou que a filha tentou acalmar a esposa, assim como seu filho, que apenas segurou o braço dela. Na versão da sogra, Poliana teria se atirado no chão sozinha, chorando e se debatendo.

Dois dias depois, a empresária chegou a publicar uma carta aberta em seu perfil nas redes sociais, dizendo que jamais considerou que tivesse ocorrido qualquer crime praticado por Victor. Em seu depoimento para a Justiça de Minas Gerais, Poliana disse que o ex-marido fez uma “pressão emocional” pela publicação.

Apesar da carta aberta, a polícia continuou investigando o caso e Victor, que era jurado no “The Voice Kids”, pediu para se afastar do programa da TV Globo. No dia 26 de fevereiro, o apresentador André Marques leu um comunicado que dizia que a Globo “repudia toda e qualquer forma de violência” e acreditava que essa “acusação precisa ser apurada com rigor garantindo o direito de defesa na busca da verdade”.

Desde então, o sertanejo também se separou da dupla que fazia com o irmão, “Victor & Leo”.