Famosos

Rihanna manda shade para Victoria’s Secret após diretor criativo dizer que jamais teria modelos plus size e trans no show da marca!

Marina Amaro - Publicado em 12/11/2018 às 18:06
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Não basta ser rainha, tem que se posicionar! Recentemente, o diretor criativo da Victoria’s Secret, Ed Razek, disse em entrevista para a Vogue que era contra a inclusão de modelos plus size e trans no desfile da marca. “É tipo, por que o seu show não faz isso? Você não deveria ter transexuais no show? Não. Não, eu não acho que nós deveríamos. Bom, por que não? Porque o show é uma fantasia”, disse.

Razek, que tem 70 anos, até falou sobre o desfile de lingerie de Rihanna, que ocorreu durante a Semana de Moda de Nova York e incluiu modelos de todos os tamanhos, incluindo a musa Slick Woods, que estava grávida na época!

Taylor Hill, Jasmine Tookes, Elsa Hosk, Adriana Lima, Behati Prinsloo, and Candice Swanepoel no ‘Victoria’s Secret Fashion Show’. (Foto: Dimitrios Kambouris/Getty Images)

“Todo mundo fica falando sobre o show da Rihanna. Se nós tivéssemos feito o show da Rihanna, nós seríamos acusados de bajulação com certeza”, acusou. “Porque a marca tem uma imagem específica, tem um ponto de vista. Tem uma história… Por sinal, nós tivemos três modelos grávidas no nosso show. Todo mundo falou sobre o [show da Rihanna] tendo uma modelo grávida. […] Todas essas coisas que eles ‘inventaram’, nós já fizemos e continuamos fazendo”.

Soltou o verbo, né? Exceto que as modelos que cruzaram a passarela da Victoria’s Secret quando estavam grávidas, ou não estavam com barriguinha aparecendo ainda, ou tiveram o abdômen coberto por roupas e acessórios.

Rihanna em passarela da Savage X Fenty durante a Semana de Moda de Nova York. (Foto: Ilya S. Savenok/Getty Images)

Mas quem diz o que quer, ouve o que não quer também. A modelo Louise O’Reilly foi uma das primeiras a criticar a visão antiquada do diretor criativo. “Exemplo que mostra por que as marcas precisam ser cuidadosas quando divulgam as opiniões de diretores. Especialmente quando é um homem de 70 anos que está vivendo no passado. Ainda bem que a Rihanna nos trouxe a ‘Savage X Fenty’ esse ano com atenção genuína e amor à diversidade na marca”, tweetou. Veja abaixo o original:

De acordo com o Buzzfeed, um fã fez um print do tweet de Louise e postou no Instagram, mencionando Rihanna em um comentário e a chamando de “rainha da diversidade”. E adivinha só? A cantora curtiu o comentário! Um modo discreto de criticar a concorrência, né?

Após as críticas a respeito de seus comentários, Ed Razek pediu desculpas: “Minhas observações sobre a inclusão de modelos transgêneras no ‘Victoria’s Secret Fashion Show’ soaram insensíveis. Eu peço desculpas. Para ser claro, nós absolutamente colocaríamos uma modelo transgênera no nosso show. Nós tivemos modelos transgêneras fazendo testes… e como várias outras, elas não entraram. Mas isso nunca foi sobre gênero. Eu admiro e respeito a jornada delas em aceitar quem realmente são”, declarou.

A audiência do ‘Victoria’s Secret Fashion Show’ vem diminuindo consistentemente nos últimos anos. Está na hora da marca rever seus conceitos!

*Leia também:

— Barbara Palvin escreve mensagem sobre o ‘VSFS’ e fala sobre aceitação corporal: “Me sinto mais forte do que nunca”

— Que delícia! Barbara Palvin é surpreendida pelo namorado Dylan Sprouse com o melhor presente após ‘Victoria’s Secret Fashion Show’!

— ‘VSFS 2018’ tem despedida de Adriana Lima e performances de Shawn Mendes, Rita Ora e mais; veja vídeos