Will Smith Tapa Oscar

Will Smith nunca foi convidado a se retirar do Oscar, diz TMZ; nova versão do caso desmente Academia

Fontes apontaram uma suposta mentira da Academia e contaram o que teria acontecido após a cena infame do tapão

O quebra-cabeça sobre o “Oscar 2022” segue muito confuso… De acordo com o TMZ, Will Smith não foi convidado a se retirar da premiação após dar um tapão em Chris Rock. Fontes desmentiram a afirmação da própria Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que havia dito ontem (30) que o astro teria se recusado a deixar o local da cerimônia.

Três testemunhas que estavam presentes na celebração e presenciaram conversas com Will Smith negaram a história. De fato, autoridades da Academia tiveram discussões acaloradas com representantes do ator nos bastidores, a respeito do que havia acontecido. Parte dos integrantes queria que o astro fosse expulso dali, enquanto outros eram contra essa proposta. Foram várias as discussões durante os intervalos comerciais, mas eles nunca conseguiram chegar a um consenso.

Continua depois da Publicidade

Segundo os insiders, Will estava ciente de que discutiam sobre ele deixar o Dolby Theatre. Contudo, uma das fontes afirmou que o produtor do Oscar, Will Packer, foi conversar com o artista durante um intervalo e teria deixado bem claro: “Nós não queremos que você saia”. O diálogo teria acontecido 35 minutos após o tapa. Cerca de 5 minutos depois, Smith retornou ao palco ao ser anunciado como vencedor do prêmio de “Melhor Ator”.

Will Smith Oscar
Will Smith não deixou o Oscar após o tapa. Pouco depois, ele subiu no palco para receber sua primeira estatueta, como “Melhor Ator”. (Foto: Getty)

Versão da Academia

Nesta quarta-feira (30), após um encontro virtual com dezenas de membros, a Academia alegou que o Will Smith teria sido convidado a se retirar da premiação depois de atacar Chris Rock. Segundo a instituição, o ator teria até se recusado a sair de lá.  “Enquanto nós gostaríamos de esclarecer que o sr. Smith foi convidado a deixar a cerimônia e se recusou, nós também reconhecemos que poderíamos ter lidado com a situação de modo diferente”, pontuou o órgão em um comunicado.

Continua depois da Publicidade

Will foi visto conversando com astros como Denzel Washington, Bradley Cooper e Tyler Perry logo após o tapa. No entanto, o Deadline apontou que Will Packer, produtor do Oscar, seria quem teria pedido que Smith se retirasse. Em todas as versões do caso, Packer é apontado tendo um papel fundamental na história – seja solicitando a saída do ator, ou o contrário, dizendo a Smith que gostariam que ele ficasse. Ainda é impossível afirmar o que de fato aconteceu.

Gettyimages 1388120515
Will Smith festejou com toda sua família após vencer o “Oscar” e defender a esposa, Jada Pinkett-Smith. (Foto: Getty)

Agora, o futuro de Will Smith com a Academia está prestes a ser decidido. Com a abertura de um processo disciplinar, o astro terá até 15 dias para apresentar sua defesa. “De acordo com os Padrões de Conduta da Academia, bem como as leis da Califórnia, o sr. Smith está recebendo um aviso com pelo menos 15 dias de antecedência de uma votação a respeito de suas violações e sanções, e a oportunidade de ser ouvido antecipadamente por meio de uma resposta por escrito”, disse o comunicado.

Continua depois da Publicidade

A Academia acusou Will de contato físico inapropriado, comportamento abusivo ou ameaçador, e de comprometer a integridade da Academia. O órgão também já antecipou que deve bater o martelo em menos de um mês sobre o que há de ser feito. “Na próxima reunião do conselho, em 18 de abril, a Academia pode tomar qualquer ação disciplinar, o que pode incluir suspensão, expulsão, ou outras sanções permitidas pelos Estatutos e Padrões de Conduta”, explicou.