Brad Pitt e Gwyneth Paltrow (1)

Brad Pitt e Gwyneth Paltrow conversam sobre o relacionamento 20 anos após fim do noivado: “Eu te amo muito”

O ex-casal se reuniu para uma entrevista, declarou o seu amor um pelo outro, e refletiu sobre relacionamentos familiares

Ex bom é ex longe? Não para Brad Pitt e Gwyneth Paltrow! As estrelas se reuniram 2o anos após o término do noivado para a divulgação da nova marca de roupas do galã. O encontro resultou em uma entrevista intimista divulgada nesta terça-feira (14) através do site da atriz, Goop. No bate-papo, o ex-casal refletiu sobre o relacionamento deles e a ligação do ator com o pai de Gwyneth, Bruce Paltrow, que morreu em 2022.

A atriz relembrou um momento importante que Pitt teve com o seu pai e questionou a influencia que ele teve na vida do astro. “Eu nunca vou esquecer quando estávamos noivos e ele veio até mim um dia, com os olhos cheios de lágrimas, e ele disse: ‘Você sabe, eu nunca percebi o que eles querem dizer quando dizem que você está ganhando um filho. Estou ganhando um filho’.  Que impacto ele teve em você? Por que você o amava, embora não tenhamos nos casado, infelizmente?”, perguntou.

Durante o bate papo, os dois trocaram bastante elogios e afirmaram que é muito bom que agora eles estão na vida um do outro.“Ah, cara, no final tudo dá certo, não é?”, respondeu Pitt. A atriz concordou e afirmou que finalmente encontrou o Brad com o qual deveria ter se casado. “Só me levou 20 anos”, adicionou. “É muito bom ter você como amiga agora”, assegurou o astro de Hollywood, e Gwyneth assentiu. “E eu te amo”, declarou Brad. A estrela de “Homem de Ferro” retribuiu com um “Eu te amo muito”.

Continua depois da Publicidade

Depois desse momento cheio de amor, Brad seguiu falando sobre como foi impactado por Bruce, inclusive em relação à paternidade. “Uma das tantas coisas que eu amava sobre Bruce — porque ele teve um profundo efeito sobre mim e ainda é alguém sobre o qual eu penso —, foi que ele realmente fomentou a sua voz, sua independência. Ele abriu o caminho para vocês [Gwyneth e os irmãos] serem quem vocês são. E eu acho que isso é tão importante para a paternidade, sabe? Então a criança é livre para descobrir quem ela é, o que eles amam e o que eles não amam. Vocês eram tão livres em suas conversas. E espirituosos. E inteligentes. E engraçados pra caramba”, declarou.

Gettyimages 78478551
Brad Pitt e Gwyneth Paltrow ficaram juntos de 1994 a 1997. (Foto: Getty)

Ele também compartilhou alguns ensinamentos que teve com o pai de Paltrow. “Ele poderia ser durão se precisasse ser, mas seria raro — apenas se alguém estivesse fora da linha. E viria com… não um tapa no pulso, mas uma pequena gota de sabedoria, e ele deixaria você fazer a escolha. Esse parecia ser o jeito dele. Apenas para lhe oferecer essa sabedoria e deixá-lo descobrir. E sabendo ter essa fé em seu filho — eles chegarão lá quando chegarem lá. Aquele homem era engraçado. Ele era engraçado. E vocês eram tão engraçados juntos, o que era algo que eu não tinha experimentado muito, e adorei. A diversão que vocês tiveram foi contagiante. Você podia ver o quanto ele te adorava”, disse.

Continua depois da Publicidade

O astro ainda contou que sentiu uma “energia paternal” em Bruce. “Senti o mesmo tipo de orientação que você receberia de um treinador ou mentor”, afirmou. Gwyneth disse que isso também acontecia com ela, já que era seu pai. “Ele adorava ser esse papel para as pessoas que ele realmente amava, e você definitivamente era uma delas”, concluiu.

Brad e Gwyneth começaram a namorar em 1994, após se conhecerem durante as filmagens de ‘Se7en’. Eles chegaram a ficar noivos, mas terminaram o relacionamento três anos depois, em 1997. Desde então, ambos seguiram em frente com suas vidas amorosas. Hoje, Paltrow é casada com o diretor Brad Fulchak, enquanto Brad está solteiro.