Brad Pitt se abre sobre divórcio de Angelina Jolie e sugere até o motivo da separação: “Levei certas coisas o mais longe que poderia levar”

O icônico casal Brangelina chegou ao fim em 2016, após 11 anos de relacionamento. Passada essa fase, Brad Pitt abriu o jogo sobre o período pós-separação de Angelina Jolie. O astro revelou ter passado por um tratamento de alcoolismo ao longo desse período, e comentou também sobre como encarou os sentimentos nesse momento frágil de sua vida.

Em entrevista ao The New York Times publicada hoje (04), Brad recordou a época em que começou a trabalhar em “Ad Astra”, seu novo filme. Coincidentemente, o início da produção se deu pouco depois do rompimento com Angelina. “Eu tinha algumas coisas de família rolando… Vamos deixar assim”, mencionou o ator, ao falar sobre a tal época da separação.

Brad Pitt em Cannes (Foto: Pascal Le Segretain/Getty Images)

Apesar das distrações e do foco nas filmagens, nosso galã ainda assim precisou lidar com a solidão naquele momento. “O fato é que todos nós carregamos dor, luto e a perda”, confessou ele. “Passamos a maior parte do tempo escondendo isso, mas está lá, está em você. Então você abre essas caixas”, continuou. Não deve ter sido fácil… Mas Brad encontrou ajuda ao buscar tratamento para o vício em álcool e participar de um grupo de alcoólatras anônimos.

Angelina Jolie e Brad Pitt botaram um ponto final no seu casamento há cerca de 3 anos. (Foto: Getty)

Com a repercussão de sua separação, notícias apontavam para uma briga entre Jolie e Pitt em um jatinho como o estopim do término. A razão da discussão teria sido, justamente, seus hábitos ruins com a bebida. E com o divórcio, ele tomou sua decisão: “Eu levei as coisas o mais longe que eu poderia levar, então eu eliminei meu privilégio de beber”.

A partir de então, o astro de “Era Uma Vez em Hollywood” manteve encontros com seu grupo do AA por um ano e meio, o que foi fundamental para sua recuperação. “Você tinha todos aqueles homens sentados ao redor sendo abertos e honestos de uma forma que eu nunca ouvi… Era aquele espaço seguro em que havia pouco julgamento, portanto, pouco julgamento de você mesmo”, contou ele sobre a experiência.

Brad Pitt no novo longa, “Ad Astra” (Fotos: Reprodução/YouTube)

O mais surpreendente de tudo isso, é que nenhum de seus colegas expôs sua recuperação para os tabloides. Dentre todas as coisas, essa também é uma das razões pela gratidão de Brad: “Era, na verdade, realmente libertador apenas expor esses lados feios de si mesmo. Tem um grande valor nisso”, adicionou. Para nós, já basta saber que ele está lidando bem com isso e ficamos muito felizes!

Recentemente, Brad esteve na Itália para promover seus novos trabalhos no Festival de Cinema de Veneza. Entre eles, estava o próprio “Ad Astra”, que veio durante a fase complicada em sua vida. Na nova ficção científica, nosso reizinho vive um astronauta que precisa reencontrar seu pai no espaço e salvar o planeta. Mas nenhuma missão é impossível para este ícone!

Confira o trailer: