Neymar se diz “aliviado” após acusação de estupro ser arquivada: “Não vou dizer que estou feliz”; confira desabafo do jogador

Uma nova fase se inicia. Depois de uma enorme repercussão, o processo que acusava Neymar Jr. de estupro foi arquivado. Sem provas de que o jogador teria cometido abuso e agressão sexual contra Najila Trindade, durante uma viagem a Paris, a Polícia encerrou as investigações. Passado tudo isso, o atleta comentou o caso em suas redes sociais nesta sexta-feira (09), dizendo estar “aliviado” e pronto para um novo recomeço.

No seu Instagram, Neymar falou em uma mensagem sobre como será difícil esquecer essa fase turbulenta da sua carreira. Apesar de não estar contente, agora ele já pode respirar mais tranquilo. “Esse vai ser um capítulo jamais esquecido na minha vida por muitos motivos, o principal deles é ‘o dano’ causado em mim, na minha família e nas pessoas que realmente me conhecem. Vou ser sincero e não vou dizer que estou feliz, mas sim aliviado”, escreveu.

Segundo ele, essa rasteira da vida pode ser a oportunidade para uma nova fase. “A cicatriz vai continuar pra me lembrar o quanto o ser humano é capaz de fazer coisas boas, mas também de fazer coisas ruins! Sim, meu mundo desabou e fui pro chão… mas como diz uma lenda no jiu-jítsu, ‘para muitos o chão é o fim de tudo, pra nós é só o começo'”, declarou.

Com o fim do recado, Neymar fez menção aos que passaram por situações similares, deixando seu apoio. “Que seja o começo não só pra mim, mas pra todos que sofreram esse tipo de falsa acusação e principalmente pra toda mulher que é realmente vítima deste ato. O meu desejo é que vocês sejam fortes, lutem e consigam tudo que todas vocês merecem!”, finalizou a nota. Confira:

View this post on Instagram

Esse vai ser um capítulo jamais esquecido na minha vida por muitos motivos, o principal deles “ O DANO” causado em mim, na minha família e nas pessoas que realmente me conhecem. Vou ser sincero e não vou dizer que estou feliz, mas sim aliviado. A cicatriz vai continuar pra me lembrar o quanto o ser humano é capaz de fazer coisas boas mas também de fazer coisas RUINS! Sim, meu mundo desabou e fui pro chão … mas como diz uma lenda no jiu-jítsu “para muitos o chão é o fim de tudo, pra nós é só o começo” Que seja o começo não só pra mim, mas pra todos que sofreram esse tipo de falsa acusação e PRINCIPALMENTE pra toda MULHER que é REALMENTE vítima deste ato. O meu desejo é que vocês sejam fortes, lutem e consigam tudo que todas vocês merecem! Obrigado Deus POR TUDO, sempre 🙏🏽❤️

A post shared by 3n310ta 🇧🇷 👻 neymarjr (@neymarjr) on

Arquivamento do caso

Nesta quinta-feira (08), após decisão da juíza Ana Paula Gomes Galvão Vieira de Moraes, da Vara da Região Sul 2 de Violência Doméstica e Familiar, o caso de Neymar e Najila foi arquivado. No entanto, vale ressaltar que isso não significa uma completa absolvição do jogador.

Jogador Neymar foi acusado de estupro pela modelo Najila Trindade. Fotos: Getty; Reprodução/SBT

De acordo com o UOL Esporte, a promotora Flávia Merlini reforçou que o processo pode ser reaberto em caso de novas provas. “Importante deixar claro que o arquivamento não implica em absolvição do acusado. O arquivamento pode ser reaberto a qualquer momento, é uma previsão legal, desde que haja novas diligências ou surjam novas provas”, disse ela em coletiva de imprensa.

A investigação já havia encerrado no último dia 29 de julho. O caso, que ganhou repercussão no mundo inteiro, teve vários altos e baixos, com acusações da jovem a respeito de agressão e abuso sexual durante uma viagem que ela fez até Paris para se encontrar com o craque do futebol.

A polícia encontrou diversas contradições nos depoimentos de Najila, conforme noticiou o UOL Esporte. Por isso, chegou a conclusão de que o jogador não teria cometido o crime contra a modelo. O inquérito foi aberto no final do mês de maio —  nele, Trindade relatou o que supostamente teria acontecido entre ela e Neymar durante a viagem.

No “SBT Brasil”, Najila Trindade deu vários detalhes de sua noite com Neymar (Foto: Reprodução/SBT)

A vítima afirma que embarcou na data de 14/05/2019, chegando em Paris na data de 15/05/2019, hospedando-se no Hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe. A vítima afirma que na mesma data, Neymar chegou por volta das 20:00 no hotel, aparentemente embriagado, começaram a conversar, trocaram ‘carícias’, porém em determinado momento, Neymar se tornou agressivo, e mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima“, diz o boletim de ocorrência.

Opinião da defesa

Com a conclusão do inquérito, o Ministério Público pôde pedir o arquivamento. Porém, de acordo com o advogado de Najila, Cosme Araújo, a decisão da delegada não encerra o caso. “Ela estava com receio e, sem as provas, pedir arquivamento é uma temeridade. Ela não indiciou nem pediu arquivamento. Não chegaram as imagens e nem um laudo ginecológico. O que eu entendo é o seguinte: com toda a pressão, a situação ‘Neymar sai, não sai de Paris’, acredito que a delegada resolveu tirar o abacaxi da mão dela. Jogou a bola no colo do Ministério Público“, afirmou.

Segundo Cosme, Najila Trindade ficou decepcionada com o primeiro desfecho da história. “Ele fez o que fez e ficou impune”, teria dito ela. Desde então, a defesa esperava que o MP prosseguisse com o processo, contudo, isso não aconteceu. “Delegado não julga, quem julga é judiciário. Nós ainda acreditamos no Ministério Público, acreditamos no Judiciário. Pode acontecer de o MP denunciar ou pedir mais diligência“, relatou o advogado.

Versão de Neymar

Quando as acusações vieram à tona, Neymar usou seu perfil no Instagram para contar sua versão dos fatos. “Fui pego de surpresa. Muito triste escutar isso. Quem me conhece sabe da minha índole e que eu nunca faria uma coisa desse tipo. Fui exposto a isso e estou aqui para dar a cara a bater, porque sei que qualquer notícia que seja com meu nome envolve muita coisa, tem um barulho muito grande e todo mundo fica querendo minha declaração“, disse em um dos trechos.

Depoimento de Najila

Najila cedeu poucas entrevistas para a imprensa, mas na primeira delas, no “SBT Brasil”, a modelo teve a oportunidade de dar mais detalhes sobre o que supostamente aconteceu entre ela e o jogador. “Como tinha muita vontade de de ficar com ele, falei: vou tentar manejar aqui. A gente começou a trocar carícias, ficar, se beijar. Aí ele me despiu, até aí foi consensual, tudo bem. Depois, ele começou a me bater. Nos primeiros, eu falei ‘ok, estava tudo certo’, mas aí começou a machucar muito“, relatou.