Eita! Ex-marido de Perlla afirma que casamento acabou por cantora ‘vender nudes’, e ela rebate: ‘Ele disse que quer minha morte’

Tenso! A cantora Perlla usou as redes sociais nessa quinta-feira (3) para rebater acusações feitas por seu ex-marido, Cássio Castilhol. Em entrevista divulgada durante a manhã pelo canal “NaREAL com Bruno De Simone”, o rapaz afirmou que a artista “vendia nudes” para um aplicativo de lives monetizadas chamado Bigo, e que esse, segundo ele, seria o motivo da separação do casal.

“Comecei a ver que eu chegava perto dela e ela baixava a luz do WhatsApp, ficava do lado de fora 20 minutos no telefone e ela não suporta ligação. Comecei a ver que os ganhos dela fazendo live aumentavam cada vez mais. Lembrei que, quando ela fazia live pelo celular, abria o WhatsApp pelo tablet. E foi aí que eu peguei o tablet e descobri que ela estava negociando com um cara. A conversa terminava assim: ‘Tá ok, meu bem. Não faço isso nem dentro de casa, tá? Olha a moral que eu tô te dando. Então faz o pagamento aí que eu abro live só pra você'”, alegou Cássio, na ocasião.

Continua depois da Publicidade

Os dois trabalhavam como sócios, após montarem uma agência que recrutava mulheres para criarem conteúdos de entretenimento ao vivo na plataforma. Sem demora, Perlla divulgou um Story desmentindo as acusações e avisando que ela e as filhas estavam sofrendo nas mãos de “um homem capaz de qualquer coisa”. “Até arma ilegal ele comprou com terceiros (não tem liberação de uso de arma e disse que quer minha morte). Meus advogados já estão cientes de tudo”, declarou.

Perlla rebateu as acusações do ex. (Foto: Reprodução/Instagram)

Mais tarde, a funkeira fez uma transmissão ao vivo, afastando a ideia de que vendia nudes através do app chinês. “Um pouco antes da pandemia, tive essa oportunidade de ir para o aplicativo. Graças a ele, eu e muitas outras pessoas não passam fome! E não é porque rolam coisas ilícitas, não! Se alguém faz coisas ilícitas fora, o aplicativo não tem nada a ver com isso! Isso é uma coisa que o aplicativo abomina! Não pode entrar com decote, que você é banido! A gente leva ban por 10 anos! É muito sério”, afirmou.

“Não pode ter nada que remeta a pedofilia, tabagismo, armas brancas, não pode beber… Se não, o aplicativo entende que a pessoa não faz o perfil de usuários e dá ban!”, completou sobre a plataforma, que tem também Valeska Popozuda e MC Créu como usuários.

Em seguida, a ex-Fazenda contou que Cássio nunca aceitou o trabalho dela como artista e influenciadora. “Nunca aceitou isso. Ele é muito machista. E quando eu dançava com os meninos, ele achava atitude de piranha. Não sou prostituta. Trabalho como influenciadora e no aplicativo”, disparou. Para ela, o fim da união, entretanto, não foi por conta da atuação no ambiente virtual, mas sim por causa de dinheiro.

Em seu desabafo, a funkeira ainda relembrou uma briga do casal que culminou no pedido de divórcio. Segundo Perlla, o motivo da discussão teria sido a falta de contribuição com os gastos familiares por parte do rapaz. “Ele não saiu de casa por conta do app. Ele saiu porque cobrei ele (…) Eu estava criando um terceiro filho”, desabafou a mãe de Pérola e Pietra. Assista a partir de 34’45”:

Entenda o caso

Perlla usou as redes sociais na última terça-feira (1º) para confirmar o fim do relacionamento de 10 anos com o músico Cássio Castilhol. Os rumores da separação passaram a ganhar força na web há cerca de um mês. A cantora escreveu um textão para falar que está solteira e aproveitou para “detonar” o ex-marido.

“Em 10 anos dei um basta. Como a parte (o ex-marido) ainda não se pronunciou, também não irei me pronunciar. Em 10 anos, foi a primeira vez que dei um basta com louvor (…) Não estou no cio, viu, homens? Sou muito bem resolvida em todas as áreas e isso assusta muitos os homens. E cuidado, meninas. A carência faz a gente cair em ciladas. Lobo em pele de cordeiro tem um monte por aí. De igreja, até o diabo conhece e dá aula, afinal, caiu do melhor lugar (lá onde estava tinha escola), mas a inveja fez ele estar no lugar que merecia”, alfinetou a cantora.

Declaração feita por Perlla no Instagram. (Foto: Reprodução/Instagram)

A partir disso, Castilhol resolveu se manifestar ao canal de Bruno de Simone. Ao ser questionado pelo youtuber sobre uma suposta “prostituição digital” escondida atrás do aplicativo em questão, Cássio foi enfático. “A palavra é forte, mas é isso. Não tem outra palavra pra resumir o que rola ali dentro. A gente sabe quem ganha trabalhando da forma da Bigo e quem ganha por fora. Isso (vender nudes) não podia chegar até mim, porque eu iria ter que despedir. Se eu compactuasse com isso poderia até perder o contrato da minha agência”, conta o empresário, que chegou a lucrar R$ 25 mil por mês com a ex através do app. “Passou a ser nossa principal fonte de renda”, lembrou.

Confira a entrevista completa abaixo: