Em entrevista rara, Maddox Jolie-Pitt fala sobre seu relacionamento com o pai, Brad Pitt: “O que tiver que ser, será”

Toda família tem seus probleminhas, né? Nem mesmo Brad Pitt fica de fora disso. Parece que a relação entre ele e seu filho mais velho, Maddox Jolie, tem dado uma esfriada desde a separação do casal “Bradgelina”, ainda em setembro de 2016.

O jovem de 18 anos ingressou, agora em agosto, na Universidade de Yonsei, na Coréia do Sul, onde estuda bioquímica. Mesmo estando bem longe de sua família, Maddox foi surpreendido dentro do campus da faculdade por um paparazzi, que lhe fez algumas perguntas sobre o astro de “Era Uma Vez em Hollywood”. Privacidade zero, tadinho.

O curioso questionou se Pitt tinha planos de visitar o rapaz na universidade, mas não teve uma resposta certeira. “Não sei nada sobre isso ou sobre o que vai acontecer”, comentou Jolie. Ainda sobre o assunto, ele disse acreditar que seus irmãos Pax, Zahara, Shiloh e os gêmeos Knox e Vivienne estão muito felizes com sua nova jornada estudantil.

O filho de Angelina também não quis dar muitos detalhes sobre o possível impasse no relacionamento com sua figura paterna. “Bom… o que tiver que ser, será”. Vixi… Ainda na conversa, o garoto explicou que está se saindo muito bem na escola e que vive em um dormitório. Ele revelou que está aprendendo coreano e que não é muito baladeiro. Por enquanto, né? Sabemos muito bem como é a vida do universitário… “Tenho quatro anos para descobrir”, apontou o estudante.

Angelina, Maddox e Brad, ainda em 2016. (Foto: Getty)

Jolie adotou Maddox em um orfanato no Cambodja, em março de 2002, quando ele tinha apenas 7 meses de vida. Na época, a atriz era casada com Billy Bob Thornton, mas fez o processo de adoção sozinha. Quatro anos mais tarde, Brad adotou legalmente o garoto, junto de Pax e Zahara, antes do nascimento dos seus outros três filhos biológicos.

Sobre o divórcio:

Dias antes de Angelina entrar com pedido de divórcio, Brad teria se envolvido em uma briga com Maddox durante uma viagem num voo particular, em 2016, que resultou em uma investigação do Departamento de Serviços à Infância e Família de Los Angeles. A razão da discussão teria sido sobre os maus hábitos do artista com a bebida. Desde então, o astro de Hollywood nunca mais teve a mesma relação com o filho mais velho.

Na época, uma fonte disse ao E! News que o incidente “foi uma discussão entre pai e filho”, com uma segunda fonte adicionando que a briga verbal foi o tipo de desacordo “que às vezes ocorre entre os adolescentes e o pai” e que não houve violência. “Não houve agressão física e contatos inapropriados. Foi uma discussão bem normal de família”, informaram os insiders.

Em entrevista ao The New York Times publicada no começo desse mês, Brad recordou a época em que começou a trabalhar em “Ad Astra”, seu novo filme. Coincidentemente, o início da produção se deu pouco depois do rompimento com Angelina. “Eu tinha algumas coisas de família rolando… Vamos deixar assim”, mencionou o ator, ao falar sobre a tal época da separação.

Apesar das distrações e do foco nas filmagens, o galã ainda assim precisou lidar com a solidão naquele momento. “O fato é que todos nós carregamos dor, luto e a perda”, confessou ele. “Passamos a maior parte do tempo escondendo isso, mas está lá, está em você. Então você abre essas caixas”, continuou. Não deve ter sido fácil… Mas Brad encontrou ajuda ao buscar tratamento para o vício em álcool e participar de um grupo de alcoólatras anônimos. E com o divórcio, ele tomou sua decisão: “Eu levei as coisas o mais longe que eu poderia levar, então eu eliminei meu privilégio de beber”.

Brad Pitt divulgando o filme “Era Uma Vez em Hollywood”. (Foto: Getty)

A partir de então, o astro de “Era Uma Vez em Hollywood” manteve encontros com seu grupo do AA por um ano e meio, o que foi fundamental para sua recuperação. “Você tinha todos aqueles homens sentados ao redor sendo abertos e honestos de uma forma que eu nunca ouvi… Era aquele espaço seguro em que havia pouco julgamento, portanto, pouco julgamento de você mesmo”, contou ele sobre a experiência.