Em novo relato emocionante, esposa de Kobe Bryant revela como está lidando com a perda do marido e da filha Gigi, de 13 anos: “Meu cérebro se recusa a aceitar”

A perda do marido Kobe e da filha Gigi, de 13 anos, ainda parece um “pesadelo” para Vanessa Bryant. Em um novo e emocionante relato sobre a situação, a esposa do astro do basquete contou como está seguindo com a vida após a tragédia, apesar de toda a tristeza.

Em uma publicação no Instagram, acompanhada de um vídeo de Gigi jogando basquete, Vanessa escreveu: “Eu estive relutante em colocar meus sentimentos em palavras. Meu cérebro se recusa a aceitar que os dois, Kobe e Gigi, se foram. Eu não posso processar os dois ao mesmo tempo. É como se eu estivesse tentando processar [a morte de] Kobe, mas meu corpo se recusa a aceitar que a minha Gigi nunca mais vai voltar pra mim. Parece errado”.

Apesar de toda a dor, Vanessa deixou claro que precisa passar por esse momento pelas outras três filhas. “Por que eu deveria ser capaz de acordar outro dia quando a minha garotinha não tem esta oportunidade? Eu estou tão brava. Ela tinha tanta vida para viver. Então, eu percebo que preciso ser forte e estar aqui para as minhas três filhas”, afirmou.

“Estou brava que não estou com Kobe e Gigi, mas grata que estou aqui com Natalia, Bianka e Capri”, garantiu. E concluiu: “Eu sei que o que eu estou sentindo é normal. É parte do processo de luto. Eu apenas queria compartilhar, no caso de haver alguém por aí que já viveu uma perda como essa. Deus, eu desejo que eles estivessem aqui, e esse pesadelo chegaria ao fim. Rezando para todas as vítimas dessa tragédia horrível. Por favor, continuem a rezar por todos”. Veja o post:

View this post on Instagram

I’ve been reluctant to put my feelings into words. My brain refuses to accept that both Kobe and Gigi are gone. I can’t process both at the same time. It’s like I’m trying to process Kobe being gone but my body refuses to accept my Gigi will never come back to me. It feels wrong. Why should I be able to wake up another day when my baby girl isn’t being able to have that opportunity?! I’m so mad. She had so much life to live. Then I realize I need to be strong and be here for my 3 daughters. Mad I’m not with Kobe and Gigi but thankful I’m here with Natalia, Bianka and Capri. I know what I’m feeling is normal. It’s part of the grieving process. I just wanted to share in case there’s anyone out there that’s experienced a loss like this. God I wish they were here and this nightmare would be over. Praying for all of the victims of this horrible tragedy. Please continue to pray for all.

A post shared by Vanessa Bryant 🦋 (@vanessabryant) on

No dia 29 de janeiro, Vanessa se pronunciou pela primeira vez sobre a tragédia que ocorreu em sua família, através de uma linda homenagem.“Minhas meninas e eu queremos agradecer todas as pessoas que nos apoiaram e mostraram amor durante este período horrível. Obrigada por todas as orações. Nós definitivamente precisamos”, começou, em um texto acompanhado da foto de toda a família reunida. “Nós estamos completamente devastadas pela perda trágica do meu adorado marido, Kobe — o pai incrível das nossas crianças; e minha linda, doce Gianna — uma filha amorosa, cuidadosa e maravilhosa, uma irmã incrível para Natalia, Bianka e Capri”, acrescentou.

Vanessa fez questão de lembrar das outras vítimas do acidente de helicóptero: “Nós também estamos devastadas pelas famílias que perderam seus entes queridos no domingo, e nós compartilhamos o luto deles intimamente”. Além de Kobe e Gigi, a bordo da aeronave estavam a família Altobelli, formada por John, Keri e Alyssa; Sarah e Payton Chester; Christina Mauser e o piloto Ara Zobayan.

“Não há palavras suficientes para descrever nossa dor agora. Eu me conforto em saber que Kobe e Gigi sabiam que eram profundamente amados. Nós também fomos incrivelmente abençoadas de tê-los em nossas vidas. Eu gostaria que eles ficassem aqui conosco para sempre. Eles foram nossas lindas bênçãos tiradas de nós cedo demais”, afirmou Vanessa na homenagem.

A esposa de Kobe disse que não sabe o que o futuro reserva, mas que se inspirará no jogador e em Gigi para seguir em frente. “Eu não tenho certeza do que nossas vidas tem guardado para nós além de hoje, e é impossível imaginar a vida sem eles. Mas nós acordamos a cada dia, tentando continuar porque Kobe, e nossa menininha Gigi, estão brilhando sua luz para iluminar o caminho. Nosso amor por eles é interminável — e imensurável. Eu apenas gostaria de poder abraçá-los, beijá-los e abençoá-los. Tê-los aqui conosco, para sempre”, disse.

Vanessa também agradeceu aos fãs, mas pediu por compreensão neste momento tão difícil: “Obrigada por compartilhar sua alegria, seu luto e seu apoio conosco. Nós pedimos que vocês nos garantam o respeito e a privacidade que nós vamos precisar para navegar essa nova realidade”. Ela ainda afirmou que a fundação da família, a Mamba Sports Foundation, criou um fundo para ajudar as outras famílias afetadas pela tragédia, e instruiu que todos que queiram doar, vão ao site MambaOnThree.org. “Obrigada por nos levantar com suas preces, e por amar Kobe, Gigi, Natalia, Bianka, Capri e eu”, concluiu. Veja o post na íntegra:

View this post on Instagram

My girls and I want to thank the millions of people who’ve shown support and love during this horrific time. Thank you for all the prayers. We definitely need them. We are completely devastated by the sudden loss of my adoring husband, Kobe — the amazing father of our children; and my beautiful, sweet Gianna — a loving, thoughtful, and wonderful daughter, and amazing sister to Natalia, Bianka, and Capri. We are also devastated for the families who lost their loved ones on Sunday, and we share in their grief intimately. There aren’t enough words to describe our pain right now. I take comfort in knowing that Kobe and Gigi both knew that they were so deeply loved. We were so incredibly blessed to have them in our lives. I wish they were here with us forever. They were our beautiful blessings taken from us too soon. I’m not sure what our lives hold beyond today, and it’s impossible to imagine life without them. But we wake up each day, trying to keep pushing because Kobe, and our baby girl, Gigi, are shining on us to light the way. Our love for them is endless — and that’s to say, immeasurable. I just wish I could hug them, kiss them and bless them. Have them here with us, forever. Thank you for sharing your joy, your grief and your support with us. We ask that you grant us the respect and privacy we will need to navigate this new reality. To honor our Team Mamba family, the Mamba Sports Foundation has set up the MambaOnThree Fund to help support the other families affected by this tragedy. To donate, please go to MambaOnThree.org. To further Kobe and Gianna’s legacy in youth sports, please visit MambaSportsFoundation.org. Thank you so much for lifting us up in your prayers, and for loving Kobe, Gigi, Natalia, Bianka, Capri and me. #Mamba #Mambacita #GirlsDad #DaddysGirls #Family ❤️

A post shared by Vanessa Bryant 🦋 (@vanessabryant) on

O ACIDENTE

Kobe Bryant faleceu no domingo (26), aos 41 anos, em um acidente de helicóptero em Calabasas, na Califórnia. A filha do atleta, Gianna, de 13 anos, também estava a bordo e não resistiu.

De acordo com o TMZ, Kobe e Gianna viajavam com outras sete pessoas em um helicóptero privado quando o veículo sofreu uma queda. Um incêndio no local começou imediatamente. A equipe de emergência tentou entrar em contato, mas não obteve retorno. Todas as nove pessoas a bordo morreram. Confira imagens do local pouco após o acidente:

Kobe usava o helicóptero para viajar há anos — desde a época em que jogava para os Lakers, entre 1996 e 2016. Ele costumava fazer o trajeto da cidade de Newport Beach até o Staples Center para jogos em seu veículo próprio, um Sikorsky S-76.

A CARREIRA

O astro é considerado um dos melhores jogadores da NBA de todos os tempos. Ele fez parte de 18 times All-Star, composto pelos melhores atletas da temporada, em 20 anos de carreira com o Los Angeles Lakers.

Kobe Bryant jogou 20 anos pelos Lakers (Foto: Getty)

O atleta foi selecionado de primeira na escolha de times de 1996, venceu cinco campeonatos da NBA, foi eleito duas vezes como o melhor jogador da final do campeonato e chegou a ser considerado o jogador mais valioso da NBA em 2008.

Os Lakers aposentaram os dois números que Bryant usou em sua carreira, o 8 e o 24. Ele é o único jogador na história do time a receber tal honra.

A importância de Kobe ainda vai além do esporte: ele ganhou um Oscar, em 2018, pelo curta “Dear Basketball”.

Bryant e Gianna deixaram a esposa e mãe, Vanessa Laine, e as filhas e irmãs: Natalia, de 17 anos, Bianca, de 3, e a recém-nascida Capri, de sete meses. Estamos mandando muita força para toda a família, amigos e fãs do esportista que marcou como poucos a história do basquete.