Gwyneth Paltrow fala sobre relação com Dakota Johnson, atual do seu ex, Chris Martin, e dispara sobre ideia de voltar a atuar: ‘Literalmente nunca!’

2020 trouxe novos ares para Gwyneth Paltrow! Em entrevista à revista Harper’s Bazaar, a loira, que tem cada vez mais se afastado do universo hollywoodiano, abriu o coração e confessou não sentir nenhuma vontade de voltar a atuar! Eita!

A mãe de Apple, 15, e Moses, 13, começou explicando que, apesar de seus progênies lidarem bem com o estrelato dela, esses ainda acham a fama algo um pouco esquisito. “Outro dia, depois de sair com o melhor amigo e sua família, meu filho me disse: ‘Mãe, as pessoas são tão diferentes quando você não está por perto'”, lembrou, mencionando os frutos de sua relação com o ex-marido, Chris Martin.

Gwyneth e Chris foram casados por 10 anos, até que se divorciaram, em 2014. (Foto: Getty)

Gwyneth prosseguiu, dizendo que estava cansada de ter que se moldar dentro de uma ideia alheia sobre quem realmente era. “Ser a pessoa que os outros acham que você é, é inerentemente traumático. Acho que vou me abrindo mais com o passar dos anos. Eu acho que chega uma fase da vida em que fingir ser outra pessoa – ou ainda esperar que você se torne outra pessoa – para de ter importância e você pensa: ‘Aqui estou. OK. E daí?'”, desabafou.

Paltrow realmente está em um momento diferente de sua vida. Ela admitiu não sentir nenhuma vontade de voltar a atuar, e inclusive demonstrou certa ojeriza ao falar de seus projetos passados. Seus filhos nunca assistiram a nenhum dos longas estrelados por ela, com exceção de “Homem de Ferro” e “Os Vingadores”. O motivo? “Eu vomito. Eu tenho ânsia. Eu odeio”, justificou a atriz, sobre se ver nas telas. Tenso!

Quando questionada se sentia vontade de voltar a atuar, a estrela foi enfática: “Literalmente nunca, nun-ca! Quando eu estava atuando, eu me esgotava. Quando perdi o controle das rédeas, eu fazia de três a cinco filmes por ano. Realmente cheguei num ponto em que até as pequenas coisas, como sentar no trailer, retocar a maquiagem e tudo mais – eu realmente não sei se posso mais suportar isso”.

A interprete de Pepper Potts percebeu que precisava desacelerar após se tornar mãe. “No último filme em que protagonizei, estava grávida da minha filha. Era um filme chamado ‘Proof’, uma adaptação de uma peça que fiz em Londres e eu fiquei tipo,: ‘estou farta. Não posso mais fazer isso’. Tinha enjoo matinal e estava morrendo, e tinha esses monólogos de cinco páginas para estudar. Então, quando eu a tive, sabia que iria tirar um tempo. E nunca mais estrelei nada”, admitiu.

Continua depois da Publicidade

Por fim, Gwyneth ainda falou sobre sua relação com o ex-marido, vocalista da banda Coldplay:“Reinventar sua relação com o ex é um comprometimento pro resto da vida, visto que temos filhos juntos. Nós aprendemos a nos comunicar. Nós nos amamos. Nós rimos. Temos o melhor um do outro. É muito legal! Isso faz você sentir que não precisa perder”.

Ela inclusive tem um carinho enorme por Dakota Johnson, atual do rapaz. “Eu a amo. Posso ver como isso pode parecer estranho, porque é meio não convencional. Mas acho que, neste caso, depois de ter superado tudo, eu simplesmente a adoro. Eu sempre penso por outro lado – o que mais você pode trazer, em vez de ser resistente ou ficar insegura? As coisas são muito mais interessantes dessa maneira”, concluiu.

View this post on Instagram

Happy 30th birthday to this absolute gem 💙

A post shared by Gwyneth Paltrow (@gwynethpaltrow) on