Jordyn Woods faz declaração sobre Kylie Jenner após escândalo de traição com Tristan Thompson: ‘Sempre vou amar’

Só amor por aqui… será? De acordo com a People, Jordyn Woods foi vista no aeroporto de Los Angeles, na companhia da mãe, e acabou tocando no nome de sua ex-melhor amiga, Kylie Jenner. Ao ser descoberta pelos fãs, ela tirou fotos, assinou autógrafos e falou um pouco sobre as confusões recentes em sua vida, incluíndo, obviamente, a briga com o clã mais famoso da televisão norte-americana.

O caso estourou na mídia quando chegou ao conhecimento do público, a informação de que o parceiro de Khloé Kardashian, Tristan Thompson, teve um envolvimento com Jordyn — que, até então, era a melhor amiga de Kylie. Que babado! Quando questionada se era grata pelo apoio que recebeu de Will e Jada Pinkett Smith, Jordyn falou aos paparazzi, em um vídeo compartilhado pelo TMZ, que “honestamente, o apoio do mundo inteiro é incrível”. Os fotógrafos também quiseram saber se ela ainda tinha carinho por Kylie. “Sempre. Eu sempre vou amar a Kylie”, respondeu, após alguma hesitação. Você pode assistir ao momento, clicando aqui.

Dois meses se passaram desde que o escândalo veio à tona, mas as tensões entre as estrelas de “Keeping Up With The Kardashians” e Jordyn não parecem ter se dissipado. No último sábado, Jordyn apareceu em uma festa antes do Coachella, em Palm Springs, na Califórnia, e acidentalmente encontrou Kendall Jenner — o momento foi tão desconfortável que se tornou evidente para quem estava por perto.

Segundo a People, uma pessoa testemunha disse que Kendall estava sentada com Hailey Bieber em uma mesa, quando Jordyn chegou ao lado do amigo de infância Jaden Smith: “Foi um momento tão estranho, todo mundo viu”. O informante ainda acrescentou que as mesas estavam no campo de visão uma da outra. Tenso, né?

Jordyn Woods durante o “Red Table Talk”, ao falar do bapho com as Kardashian-Jenner. (Foto: Reprodução/Facebook Watch)

“Eles fizeram contato visual, e dava para ver que todo mundo pensou que era desconfortável — eles estavam dizendo isso com os olhos e com a linguagem corporal. Não foi difícil perceber a tensão e a estranheza”, revelou a fonte.

Relembre o caso

O ex-parceiro de Khloé, Tristan Thompson, foi acusado de ter traído a musa em fevereiro, com ninguém menos do que a melhor amiga de sua cunhada Kylie Jenner, Jordyn Woods. Eventualmente, Jordyn foi ao programa “Red Table Talk”, de Jada Pinkett Smith, para contar seu lado do acontecimentos. De acordo com a digital influencer, o jogador de basquete lhe beijou nos lábios, mas nada além disso aconteceu. No mesmo dia que o programa foi ao ar, Khloé lhe chamou de mentirosa, mas voltou atrás e culpou Tristan pela ruína de sua família.

Uma fonte próxima ao clã, revelou à People que a família não quer ter mais nenhum tipo de relação com Jordyn, e ficaram bravos que ela tentou reparar a situação de modo tão público, durante o “Red Table Talk”, ao invés de tentar falar pessoalmente com Khloé.

Jordyn, que desde então se mudou da casa de Kylie, onde morava, permaneceu distante das Kardashian-Jenner — incluindo Kylie, com quem conversou poucas vezes. “É uma situação complicada para Kylie. Ninguém está colocando pressão nela. A família está ciente que ela mantém contato com Jordyn. Eles estão deixando ela resolver as coisas por si mesma”. Apesar da dona da Kylie Cosmetics não ter cortado completamente o contato com Jordyn, ela tem buscado fortalecer outras amizades: “Ela tem socializado mais e tentando formar um círculo de amigos maior, pessoas de quem ela possa ser próxima. Após todo o drama com a Jordyn, ela percebeu que se apoiar em apenas uma amiga não é a melhor ideia”.