Famosos

Meghan Markle surpreendeu convidados com lembrancinhas de maconha no primeiro casamento, diz jornal

Raquel Rodrigues - Publicado em 28/12/2018 às 9:44
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Meghan Markle teve uma vida amorosa anterior ao seu casamento com o príncipe Harry. Nesse passado, a duquesa de Sussex se casou com o produtor Trevor Engelson, em 2011, e teria entregado uma sacola de lembrancinhas com pequenos cigarros de maconha para os convidados na festa, segundo informações do jornal The Sun. A publicação disse que teve acesso a e-mails da ex-atriz com alguns dos convidados sobre o assunto.

De acordo com o jornal, em uma das mensagens, ao ser questionada por um amigo sobre comprar um certo modelo de bolsa para colocar a lembrancinha de casamento, a duquesa respondeu: “Já pedi a eles. E pequeninas para por o pote que diz ‘shh’“.

O jornal britânico também alegou que o pai de Meghan, Thomas Markle, já havia revelado no mês passado que os convidados do casamento anterior da filha, na Jamaica, haviam recebido uma sacola com cigarros de maconha. No entanto, estes e-mails vazados confirmariam pela primeira vez como a esposa do príncipe Harry estava diretamente envolvida no planejamento das lembrancinhas.

Meghan Markle e Trevor Engelson se casaram em 2011 na Jamaica e se separaram em 2013. (Foto: Getty)

Além disso, o The Sun destacou que na época do casamento qualquer posse de maconha era ilegal na Jamaica. As leis só foram modificadas em 2015 para que a posse de pequenas quantidades da droga não levassem a acusações e condenações criminais.

É ilegal, mas não é grande coisa na Jamaica. É quase habitual lá em baixo. Eu não fumo maconha e, até onde sei, nem Meghan. Eu não sei o que fiz com o meu. Acho que joguei isso fora“, disse o pai da agora duquesa.

Segundo uma fonte do The Sun, Meghan e o ex-marido compraram a “lembrancinha” com um funcionário do hotel em que eles estavam hospedados.  Teria o suficiente para fazer 200 cigarros, que foram deixados em sacolas de presente nos quartos de hotel para o momento da chegada dos convidados. No entanto, os mais velhos recebiam sacolas sem a droga dentro. “Era parte do tema da festa e os dois estavam muito empolgados em dar esse presente surpresa para os convidados“, revelou o informante.

Era um destination wedding (casamento feito durante uma viagem) na Jamaica, então eles acharam que seria apropriado e legal fornecer isso. Ela achou que seria memorável“, disse a fonte.

Eu não acho que Meghan pensou por um segundo sobre isso como uma questão legal, mesmo que eles estivessem segurando uma grande quantidade disso. Fazia parte do plano deles“, acrescentou o informante do jornal.

*Leia também:
— Grávida, Meghan Markle muda de opinião e usa look de Victoria Beckham; saiba detalhes
— Em meio a boatos de briga, vídeo mostra gesto fofo de Meghan Markle com Kate Middleton em evento; assista
— Após rumores de briga entre Kate e Meghan, Rainha Elizabeth II e Príncipe Charles tomam decisão por trégua, diz jornal

A especialista real Ingrid Seward, editora da revista Majesty, comentou o assunto. “A rainha pode ficar um pouco desapontada com isso, mas ela é uma mulher muito pragmática e está bem ciente de que Meghan teve uma vida antes de se juntar à Família Real. Isso, sem dúvida, causará alguns problemas entre alguns elementos, mas não podemos esquecer que Meghan viveu uma vida plena antes de conhecer Harry“, disse Ingrid.

Naquela época, ela era uma garota normal de Los Angeles, vivendo um estilo de vida de LA, onde todos provavelmente fumavam maconha. Esta é uma visão fascinante da vida anterior de Meghan, e tenho certeza que haverá mais“, acrescentou a editora.

O The Sun entrou em contato com os assessores pessoais de Meghan Markle, mas não obteve um retorno sobre o assunto.