Prestes a lançar documentário, Paris Hilton revela que viveu cinco relacionamentos abusivos: “Fui estrangulada e espancada”

Prestes a lançar um documentário super pessoal sobre sua vida, Paris Hilton concedeu uma entrevista para a “People” nesta quarta-feira (02) e revelou que viveu cinco relacionamentos abusivos. Corajosamente, a estrela se abriu sobre as agressões emocionais, verbais e físicas que enfrentou ao longo dos anos, incluindo um caso em que foi estrangulada.

“Eu passei por múltiplos relacionamentos abusivos. Eu fui estrangulada, espancada. Me pegavam agressivamente. Eu aguentei situações pelas quais ninguém deveria passar”, desabafou a empresária. De acordo com a People, no documentário “This is Paris”, ela revela que os abusos físicos e emocionais que enfrentou ainda num internato na adolescência anteciparam os relacionamentos nada saudáveis que encararia mais tarde.

“Eu fiquei tão acostumada [aos abusos], que achava que era algo normal”, explicou a herdeira do império de hotéis Hilton. Ela apontou que as cinco relações começaram da mesma forma: “Todos eles pareciam ser rapazes legais, mas depois a verdade aparecia. Eles ficavam ciumentos, ou na defensiva ou tentavam me controlar. E chegava a um ponto que eles começavam a abusar emocionalmente, verbalmente e fisicamente de mim.”

Paris admitiu que demorou para perceber que havia vivido relacionamentos abusivos. “Eu realmente não entendia o que era amor ou um relacionamento. Eu pensei que, se eles estavam tão loucos, significava que estavam apaixonados por mim. Olhando para trás, não posso acreditar que deixei as pessoas me tratarem assim”, lamentou.

Paris se abriu sobre os traumas que viveu na adolescência (Foto: Getty)

Um dos namoros que ela percebe como parte desse padrão foi com Rick Salomon, no começo dos anos 2000. Segundo Paris, ela nunca teria nem filmado a sex tape que vazou em 2003, se não fosse o trauma que sofreu no internato. “Eu nunca deixaria alguém como ele entrar em minha vida. Eu conheci a pior pessoa que eu poderia e, se eu não tivesse ido para a Provo [Canyon School], eu não teria o pensamento de deixá-lo na minha vida. Provo afetou todas as minhas relações futuras”, afirmou ela.

Por sorte, parece que Paris finalmente conseguiu superar o trauma do passado e agora está em um relacionamento saudável e feliz com o empresário Carter Reum há nove meses. “Eu me sinto tão segura com ele. Antes, eu acho que não estava realmente pronta para um bom relacionamento. Mas eu aprendi tanto! Sou muito grata por ter encontrado minha metade”, comemorou ela.

A People entrou em contato com a “Provo Canyon School”, que respondeu que o internato foi vendido por seus donos anteriores em agosto de 2000, depois que Hilton já havia saído de lá e que, por isso, eles não iriam se pronunciar. “Não podemos comentar sobre as operações ou experiências de pacientes antes desse período”, declarou a escola.

Paris e o atual namorado, Carter Reum (Foto: Reprodução/Instagram)

Também à publicação, Paris deu mais detalhes do que vivenciou no local durante 11 meses até completar 18 anos. “Era para ser uma escola, mas as aulas não eram o foco. Do momento em que eu acordava até eu ir dormir, eles passavam o dia berrando na minha cara, gritando comigo, uma tortura contínua”, explicou.

“A equipe dizia coisas terríveis. Eles constantemente faziam eu me sentir mal comigo mesma e praticavam bullying comigo. Eu acho que o objetivo deles era nos derrubar. E eles também eram abusivos fisicamente, nos batendo e estrangulando. Eles queriam instalar medo nas crianças para que nós ficássemos muito aterrorizados para desobedecê-los”, descreveu ela.

Hilton contou ainda que, em uma determinada ocasião, uma colega de sala contou à equipe que a estrela estava planejando fugir. Paris, então, foi colocada em uma solitária. “Eles usavam isso como punição, às vezes durante 20 horas por dia”, relatou. “Eu tinha ataques de pânico e chorava todos os dias. Eu me sentia miserável”, completou.

Essas histórias são aprofundadas no documentário da empresária, “This is Paris”, que será lançado no Youtube no dia 14 de setembro. Assista ao trailer: