Viih Tube e Rodrigo

Viih Tube revela detalhes de como começou amizade com Rodrigo Mussi; assista

Em entrevista, a influenciadora ainda falou sobre o flagra dos dois se beijando e afirmou que aquela não foi a primeira vez

Após o grave acidente de carro de Rodrigo Mussi, Viih Tube prestou apoio à família do ex-BBB, assumiu as redes sociais dele e ficou a cargo de divulgar informes sobre seu estado de saúde. No entanto, muitos ficaram na dúvida de como surgiu essa proximidade dos dois. Diante disso, Vitória explicou tudinho nesta semana, em entrevista a Matheus Baldi.

Segundo a influenciadora, o intuito inicial da conversa era entender mais sobre o jogo de Rodrigo no “BBB 22”. “A nossa relação sempre foi de muita amizade, até porque quando eu o conheci, ficava com outra pessoa. Então não teve esse intuito, eu chamei por ele ser jogador na casa. Ele foi muito jogador, eu também fui, só que a diferença é que eu entrei já com o público, era acostumada com o público, ele não”, afirmou.

“Então eu falei para ele não se assustar com os haters, que eles iriam pegar no pé dele. Ele saiu muito mal, era um grande jogador, saiu muito cedo do jogo e ele estava triste por ter saído rápido. Ele deu um gancho e pediu para eu ensinar a fazer stories, usar ring light, criamos uma amizade muito legal”, continuou, afirmando que Rodrigo chegou a ir na sua casa algumas vezes.

Viih Tube E Rodrigo Fabiano Battaglin Gshow
Viih Tube e Rodrigo Mussi passaram a se aproximar desde que o paulista deixou o “BBB 22”. (Foto: Fabiano Battaglin/Gshow)

Rodrigo e Viih Tube foram vistos aos beijos no Lollapalooza, poucos dias antes do acidente. Segundo Vitória, nenhum dos dois tinha pretensão que a “ficada” acontecesse: “Até a gente ficar…aconteceu com os dois bêbados, muito amigos, ‘pum’, se pegaram. Ficamos algumas vezes, mas assim, ok, não foi nada que aprofundou para um relacionamento, mas é uma pessoa que eu gosto muito”.

Continua depois da Publicidade

No bate-papo, a influenciadora falou que mantém contato com o ex-BBB, mas através de seus familiares, já que Rodrigo ainda não pode pegar no celular. “Sempre que eu falo com ele é através do Diogo [irmão] ou com autorização dos médicos, e eu vou lá pessoalmente também. Quando eu falo com ele pelo telefone é pelo celular do irmão mesmo, porque ele não pode ter acesso ainda, já que causa muita ansiedade e os médicos não recomendam. Ele está muito confuso, não sabe 100% o que aconteceu, não sabe a gravidade do acidente, então é arriscado”, explicou. Assista:

Rodrigo Mussi, inclusive, também já havia falado sobre o beijo. “A gente se fala todos os dias por conta da profissão, mas não dá para garantir nada de futuro a partir de agora”, disse ele à Patrícia Kogut, colunista do “O Globo”.

Continua depois da Publicidade

O acidente de Rodrigo

Rodrigo Mussi sofreu um grave acidente de carro no dia 31 de março. A colisão aconteceu no acesso à Marginal Pinheiros, entre as pontes Cidade Universitária e Eusébio Matoso, na Zona Oeste de São Paulo. O motorista por aplicativo Kaique Faustino Reis, de 24 anos, levava Mussi no banco de trás quando caiu no sono e acabou batendo na traseira de um caminhão. O ex-BBB sofreu traumatismo craniano e fraturas pelo corpo. A polícia suspeita que, no momento da colisão, Rodrigo não usava cinto de segurança.

Fotojet
O carro que levava Rodrigo Mussi ficou destruído após o acidente. (Fotos: Globo/João Cotta; Reprodução)

O ex-BBB já recebeu alta do Hospital das Clínicas e, atualmente, está se recuperando com a ajuda de profissionais da saúde como fonoaudiólogos, fisioterapeutas, terapeutas e oftalmologistas. “Em consulta de rotina, Rod fez vários exames. Também fez fisio e terapia ocupacional. Ele está bem e, apesar de sentir falta dos fãs, prefere se resguardar e não aparecer por enquanto, estando 100% focado na sua reabilitação”, escreveu Diogo Mussi, irmão de Rodrigo, nesta quinta-feira (5).

Continua depois da Publicidade

O inquérito da Polícia sobre o acidente também já foi encerrado. O delegado Júlio César dos Santos Geraldo, que comandou as investigações, disse ao G1 ter concluído que o motorista de aplicativo Kaique Reis, de 24 anos, foi imprudente no caso. Clique aqui para saber os detalhes.