Zé Neto, da dupla com Cristiano, paga pra não ter vídeo íntimo vazado, é chantageado de novo e desabafa: ‘Momento de dar um basta’

O cantor Zé Neto, da dupla com Cristiano, vem sendo ameaçado de ter a vida pessoal exposta por um vídeo íntimo feito dele e de sua esposa, a influenciadora Natália Toscano. Segundo o jornal ‘Folha de São Paulo’, a assessoria de imprensa do sertanejo contou que as chantagens são acompanhadas de pedidos de dinheiro.

De acordo com os representantes do artista, Zé Neto foi procurado pelo detentor das gravações três anos atrás, e recebeu ameaças de que as imagens seriam divulgadas na web, alegando que a mulher do vídeo seria uma amante. Na época, o sertanejo cedeu e fez um pagamento ao chantagista, em troca do não vazamento do clipe. O cantor também buscava preservar a imagem de Natália, que estava grávida do primeiro filho do casal.

Continua depois da Publicidade

À espera de mais um bebê na família, Neto voltou a ser chantageado. “Infelizmente, os esforços empreendidos na ocasião [primeira chantagem] não foram suficientes e há menos de um mês o autor do vídeo retomou as ameaças, talvez aproveitando-se do momento da segunda gestação”, afirmou o sertanejo.

Além da demanda de dinheiro, desta vez, as chantagens vieram acompanhadas do argumento de que a mídia teria interesse no vídeo íntimo. “Tenho certeza que nenhum veículo de comunicação, por ética e respeito, publicaria estas imagens, por isso achei que seria o momento de dar um basta”, declarou o artista.

Por fim, Zé Neto também fez um apelo: “Espero que o respeito e o bom senso prevaleçam, espero que o momento de minha família seja levado em consideração. Coisas deste tipo precisam acabar! Que a mídia, a busca por um clique e os memes não sirvam de incentivo para que pessoas deste tipo continuem a destruir vidas”.

Em conversa com a revista Quem, durante essa manhã (09), a representante do sertanejo afirmou que um boletim de ocorrência para registrar o caso já foi feito. “Eu e minha esposa tivemos nossa privacidade invadida; faço aqui um ‘mea culpa’, por ter cedido à chantagem, mas fiz isso com a mais sincera intenção de preservar minha esposa, na época grávida de nosso primeiro filho”, finalizou o pai de José, de 2 anos.