“O Poço”: Filme espanhol que está bombando na Netflix, no Brasil, deixa Anitta indignada: “Me agoniou muito”; Entenda

Nesta semana, o filme espanhol “O Poço” ocupou o segundo lugar na lista da Netflix Brasil de produções que estão bombando na plataforma. O longa, que combina suspense com ficção científica e chegou no dia 20 ao streaming, atraiu muitas pessoas, incluindo Anitta, que usou as redes sociais para demonstrar sua indignação com o final da história.

“Alguém pode me ajudar a parar de sentir que acabo de perder 1 hora e meia da minha vida assistindo ‘O Poço’ no Netflix? Alguém me dá um final… uma explicação… sei lá”, questionou ela no Twitter nessa segunda (23).

Logo, a cantora passou a receber várias teorias sobre o desfecho, mas mesmo assim não se contentou. “Sobre o filme. Todo mundo me mandou a explicação bíblica. Eu já tinha visto antes essa teoria e amei. Entendi a mensagem do filme. Achei tudo incrível. Parecido com a metáfora daquele filme ‘Mãe’ que eu amo. Mas a falta de um desfecho nesse filme de hoje me agoniou muito”, argumentou a diva.

Anitta seguiu, explicando por que ficou insatisfeita. “Falta uma explicação pra várias coisas que são citadas no próprio filme. Dá margem pra mil interpretações diferentes. Não gosto de filme assim. O ‘Mãe’ é uma metáfora bíblica, mas que não dá tantas margens diferentes assim”, refletiu.

“Exemplo: Eu vejo ‘Mãe’, leio a resenha sobre a metáfora bíblica e estou satisfeita. Eu vejo ‘O Poço’, leio a resenha sobre a metáfora bíblica e ainda tenho umas 20 perguntas pro diretor”, completou ela.

Na web, as reações se dividiram entre quem partilhava da opinião de Anitta sobre o longa e quem tinha amado. “A Netflix comprou um p*ta filme espanhol premiado e colocou no catálogo. ‘O Poço’ é um filme visceral, recheado de terror repulsivo, e é a alegoria perfeita da pirâmide social do Capitalismo. Esse filme retrata como o sistema faz o ego e o egoÍsmo das pessoas se sobressair”, pontuou uma menina.

“Vou mandar uma carta aqui pro diretor de O Poço pra ele terminar o c*ralho do filme”, reclamou uma internauta. “Filme o Poço tenta mostrar exatamente como são os dias atuais, uma metáfora de capitalismo onde os que estão no topo não pensam nos que estão abaixo e esquecem que pode haver indefesos pessoas boas e inocentes mais abaixo”, julgou outra.

“O Poço” conta a história de Goreng (Ivan Massagué), um homem que acorda em uma prisão vertical, onde os presos são separados por níveis. Ali, as refeições chegam intactas no primeiro andar, e quem está abaixo vai se alimentando do que sobra.

Quanto mais fundo, piores são os restos de comida. Assim, Goreng decide tentar mudar essa situação, mas tem uma jornada difícil e terrível pela frente. Confira o trailer: