Motorista Expulsa Racista

Motorista de app expulsa passageira após ouvir frase racista e sofre ameaças; vídeo do momento viraliza — assista

James W. Bode encerrou a corrida após a passageira Jackie se surpreender com o fato do motorista ser branco e falar inglês

Um motorista por aplicativo na Pensilvânia, Estados Unidos, viralizou após registrar e expor um caso de racismo durante uma corrida. Assim que James W. Bode recebeu uma passageira, ela ficou chocada e feliz por encontrar um homem branco e que falava inglês. Diante da situação, James expulsou a mulher e ainda foi ameaçado de agressão.

O caso aconteceu na última sexta-feira (13) e foi registrado por uma câmera instalada no veículo. O vídeo começa quando a mulher, identificada como Jackie, entra no carro e diz: “Uau, você é tipo um cara branco”. Incrédulo, o motorista faz com que ela repita a frase. “Você é tipo um cara normal. Você fala inglês”, acrescenta ela.

Whatsapp Image 2022 05 16 At 16.54.12
O motorista do aplicativo Lyft ficou incrédulo com as declarações racistas. (Foto: Reprodução/Facebook)

A mulher tenta se desculpar, mas James resolve encerrar a corrida ali mesmo. “Não, você pode sair do carro. Isso é inapropriado. Isso é completamente inapropriado. Se uma pessoa não-branca estivesse sentada aqui, qual seria a diferença?”, questiona ele. “Você tá falando sério?”, pergunta a passageira. “Tá tudo bem, eu não vou fazer a corrida, vocês podem sair”, pede o motorista.

Continua depois da Publicidade

A reação de James fez com que o acompanhante de Jackie perdesse a paciência – e foi aí que as coisas pioraram de vez. “Sério? Você é um c*zão do c*ralho! Seu m*rda! Eu poderia socar a sua cara”, diz o homem no lado de fora do veículo. “Você vai me ameaçar? Agressão? Porque vocês são racistas pra c*ralho”, devolve o motorista. O desconhecido segue com os insultos e ainda usa outro termo racista para xingar o rapaz. “Vou chamar a polícia pra vocês, cara, tá tudo na câmera”, diz Bode, que descobre que a dupla seria dona de um estabelecimento chamado Fossil’s Last Stand. Assista:

O vídeo rodou o mundo e teve milhões de visualizações em várias redes sociais. Na legenda da publicação oficial, James contou que registrou a ocorrência na polícia por ameaça de agressão. “Não tenho certeza se eles [policiais] farão algo… Se você me deixar desconfortável, eu farei absolutamente a mesma coisa, especialmente no meu carro ou na minha propriedade. Sim, eles sabiam que eu estava gravando, eu tenho avisos no carro indicando isso”, escreveu ele no Facebook.

Continua depois da Publicidade

Depois de ser chamado de “herói” por internautas, James voltou ao seu perfil e mencionou que todos deveriam agir assim em casos de racismo. “Pra todos me procurando e demonstrando apoio, obrigado. Eu agradeço por isso, de verdade. Mas é assim que deveria ser em todo lugar, toda vez. Eu não deveria ser ‘o cara’ que fez ou disse isso… Nós todos deveríamos ser essa pessoa. Falem quando vocês estiverem desconfortáveis, porque isso os deixa desconfortáveis também, como deve ser”, comentou o motorista. Ele ainda completou: “F*da-se o racismo”.