Header

Mulher mantida como refém é socorrida pela polícia após fazer pedido em aplicativo: “Não deixe tão na cara”

Kemoy Royal, de 32 anos, foi acusado por estupro, abuso sexual, cárcere privado, agressão e posse de arma

No domingo (19), uma mulher mantida como refém foi resgatada pela polícia dos EUA após fazer um pedido de comida pelo aplicativo Grubhub. Nele, a norte-americana de 24 anos escreveu uma nota de observação pedindo a ajuda do restaurante. Ao ler a solicitação, a equipe do local entrou em contato com a polícia. “Por favor, ligue para a polícia. Ele vai me ligar quando o pedido for entregue. Por favor, não deixe tão na cara“, escreveu a jovem.

289349487 5173866622710331 2182118209291589526 N
Mensagem foi enviada para restaurante por aplicativo (Foto: Reprodução / Facebook)

Os funcionários tinham visto o pedido, e ligaram para o meu marido perguntando o que deveriam fazer. Ele disse: ‘Ligue para a polícia, não podemos correr nenhum risco. É melhor nos prevenirmos’“, relembrou a dona do restaurante Chipper Truck, Alice Bermejo, ao programa WABC. “Ouvi muitas vezes sobre isso acontecer, mas nunca pensei que seria com a gente“, confessou.

Ao chegar no endereço, que ficava no bairro do Bronx, em Nova Iorque, a polícia prendeu Kemoy Royal, de 32 anos. Agora, ele responde pelos crimes de estupro, estrangulamento, abuso sexual, cárcere privado, ameaça, agressão e posse de arma. Além disso, o homem também é acusado pela tentativa de estupro, abuso sexual e agressão de uma outra novaiorquina de 26 anos. Esses crimes teriam ocorrido apenas alguns dias antes.

Continua depois da Publicidade

Em depoimento para a polícia, a vítima revelou que conheceu Royal pela internet. Este foi o primeiro encontro dos dois após alguns meses conversando por aplicativo. De acordo com a norte-americana, pouco tempo depois de chegar na casa, o homem passou a exibir comportamentos agressivos e não a deixava usar o telefone a menos que fosse para pedir comida. Neste momento, ela teve a ideia de pedir socorro através do aplicativo de entrega.