(Foto: Rodrigo Polack/Divulgação)

DJ norte-americano processa Alok e pede que “Un Ratito”, parceria com Juliette, seja tirada do ar; saiba detalhes

O duo norte-americano Sevenn alega ser autor de 15 músicas de Alok, incluindo faixa que tem participação de Juliette e Luis Fonsi, à qual não teria dado autorização para lançamento

O imbróglio entre Alok e o duo de produtores Sevenn ganhou um novo capítulo nessa quinta-feira (3). Kevin Brauer, um dos integrantes da dupla, entrou com uma ação contra o DJ brasileiro, alegando uso não-autorizado de composição dele na faixa “Un Ratito”, parceria com Juliette, Luis Fonsi, Lunay e Lenny Tavárez. As informações são do G1.

No processo, o norte-americano pede a retirada imediata da canção de todas as plataformas de streaming, exigindo R$ 5 mil de multa por cada dia “extra” que a produção permaneça no ar. De acordo com Kevin, além de ter sido supostamente lançada sem autorização, a faixa de Alok teria se apropriado de diversos elementos de outra música, “Let’s make love (nanananana)”, feita em 2016.

Continua depois da Publicidade

Como provas, os advogados Maria Amélia Santos de Freitas e Túlio Sacchi de Sousa Correia, que representam Brauer, apresentaram prints de conversas de WhatsApp e áudios nos quais Alok pede ao então colega para que enviasse a ele o arquivo da música “Let’s make love (nanananana)”, além de registros de vídeo que mostram o brasileiro tocando a canção em shows, anos antes do lançamento de “Un Ratito”.

Whatsapp Image 2022 03 03 At 16.54.41
Na ação, Kevin diz que mostrava músicas para Alok por uma relação de “confiança”, mas que nunca autorizou o uso de sua música para a adaptação em “Un Ratito”. (Foto: Reprodução/G1)

Alok, por sua vez, disse que creditou Kevin como coautor de “Un Ratito”, mas reforçou que o fonograma (gravação final), não possui nenhum elemento produzido pelo norte-americano. A ação movida por Brauer será analisada pela Justiça de Goiás.

Entenda o caso

O embate entre os músicos se tornou público ainda em janeiro, após a divulgação de uma reportagem da revista Billboard, que traz denúncias dos norte-americanos. À publicação, os irmãos Brauer disseram não ter recebido nem crédito, nem pagamentos por 15 colaborações feitas com Alok, dentre elas, “Un Ratito”. No entanto, o brasileiro apresentou documentos à Justiça e afirmou que as acusações eram falsas.

No mesmo mês, o lyric vídeo da canção chegou a ser retirado do YouTube a pedido de Kevin, mas Alok conseguiu uma liminar na Justiça de Goiás para que o Google colocasse o clipe de volta no ar. O norte-americano recorreu. Saiba mais sobre essa história, clicando aqui.