Após saída surpreendente de Reinaldo Gottino, Record aciona Luiz Bacci e promove mais mudanças em programas; confira

Na tarde desta segunda-feira (16), Reinaldo Gottino surpreendeu ao pedir demissão da RecordTV, canal no qual trabalhava há 15 anos. De acordo com o “Notícias da TV”, o veterano deve ser apresentado em breve como o novo contratado da CNN Brasil.

Na emissora de Edir Macedo, a noite foi movimentada. Inicialmente, foi cogitado colocar Bruno Peruka, do “Balanço Geral Manhã” para assumir o posto da versão vespertina do programa, um sucesso incontestável de audiência. Nomes como o de César Filho, do “Hoje em Dia” e até mesmo de Gilberto Barros, afastado há quase 5 anos da TV chegaram a ser discutidos até que o martelo finalmente foi batido.

De acordo com Flávio Ricco, Luiz Bacci – exitoso à frente do seu “Cidade Alerta” – será deslocado para o “Balanço Geral”. Já Peruka deixa a versão matutina do popularesco e passa a ancorar o policial, um produto estratégico para impulsionar o prime time do canal. Uma verdadeira ‘dança das cadeiras’… e arriscada, viu?!

Bruno Peruka herdará o “Cidade Alerta”, produto responsável por elevar a audiência noturna da RecordTV (Foto: Divulgação / RecordTV)

Para Bacci, o ‘balanço’ pode ser positivo. Em várias ocasiões, inclusive nas férias de Gottino, ele já esteve nessa posição e se saiu muito bem nos números. No programa, ele interagirá com Fabíola Reipert no “Hora da Venenosa”, quadro que incomoda a TV Globo há anos e que já decretou até mesmo o fim do “Vídeo Show”. Bruno Peruka, por sua vez, terá a missão de manter a audiência em alta do “Cidade Alerta”, programa já ancorado por ‘lendas’ como Marcelo Rezende e José Luiz Datena. Nada fácil…

A saída de Gottino

De acordo com o “Notícias da TV”, de Daniel Castro, o apresentador do Balanço Geral SP, que ocupava a posição desde 2014, entregou uma carta ontem (16) à emissora informando que não renovará o contrato, que vence no dia 30. O site apontou que Reinaldo integrará o time da CNN no país.

Procurada pelo Notícias da TV, a emissora confirmou que foi notificada pelo jornalista, mas não quis comentar o assunto. Na CNN, Gottino terá um “programa vespertino de política e economia, com a participação de jornalistas e especialistas, em um projeto multiplataforma que envolverá, além da TV por assinatura, podcast e redes sociais”.

Na RecordTV, Reinaldo é o âncora que ficou mais tempo ao vivo no ar em 2018 — cerca de mil horas. No Instagram, ele publicou uma imagem para marcar o fim de sua jornada na emissora, e o início de uma nova era na carreira. Apesar de não ter escrito nenhuma legenda, o jornalista publicou vários emojis batendo palmas. O apresentador se colocou à disposição para apresentar o “Balanço” até o dia 30, mas a emissora recusou. Nesta terça (17), ele já não volta mais ao ar.

View this post on Instagram

👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

A post shared by Reinaldo Gottino 🇧🇷 (@rgottino) on

Recentemente, Monalisa Perrone também pediu demissão de sua emissora — a Globo — para se juntar à CNN Brasil. Como contamos, após vinte anos de casa, a jornalista solicitou seu desligamento após uma longa e tensa reunião com Cristina Piasentini, diretora de jornalismo em São Paulo. Um de seus motivos para fazer a mudança, é que ela estaria exausta da rotina à frente do “Hora 1”, da Globo. Para comandar a atração, exibida entre 4 e 6 da manhã, Monalisa precisava chegar na emissora à 1h da madrugada e dormir às 17h, o que impactava na criação de seu filho.

Outro ponto que pesou na mudança foi o salário. A proposta financeira da CNN, muito superior ao que Perrone ganhava na Globo, seria “irrecusável”. Monalisa apresentava o “Hora 1” desde sua estreia em dezembro de 2014.

Além de Reinaldo e Monalisa, William Waack, Evaristo Costa, Mari Palma e Phelipe Siani também integrarão o novo canal de notícias.