Médica

Após ser flagrada em festa clandestina, médica hostiliza equipe da RecordTV: “Eu salvo vidas”; Geraldo Luís dá resposta certeira; assista

Absurdo! Na madrugada deste domingo (18), a Polícia Civil parou uma festa que acontecia em uma balada de luxo com cerca de 1.500 pessoas, em São Paulo. Uma equipe de reportagem da Record TV estava cobrindo o ocorrido, quando começou a ser hostilizada por uma moça que participava da aglomeração. A mulher, que se declarou médica, tentou humilhar o profissional que estava filmando a operação.

Isso para mim não vale nada, câmera para mim não vale, eu estou aqui comemorando o aniversário de um grande amigo meu… e você está fazendo o que? Está fazendo o que?“, questionou ela, em vídeo transmitido durante o Balanço Geral. “Trabalhando“, respondeu o cinegrafista.

Trabalhando como? Como você trabalha? Você fica mudo, você não tem fala, você não sabe o que faz. Eu salvo vidas, você fica aí filmando os outros“, disparou a suposta médica. Indignado, o apresentador Geraldo Luís mandou um recado afiado para a moça. “Doutora, se a senhora for médica mesmo e salva vidas, você sabe que o que salva vidas é máscara e não aglomeração. A senhora estava no meio de uma aglomeração e só colocou a máscara porque a câmera estava aí“, soltou ele.

Continua depois da Publicidade

Agora, ser desonesta e desrespeitosa com um colega de trabalho, que saiu cedo, deixou sua família, nem sei quem é o cinegrafista, mas certamente é um pai de família… para ficar aguentando arrogância, numa madrugada. Estamos trabalhando, porque se pessoas como vocês estivessem salvando vidas em hospitais e não aglomerando em festas de 1.500 pessoas, com todo mundo morrendo, a senhora como médica, sabe. Então, o que o cinegrafista estava fazendo, é exatamente o que você deveria estar fazendo, trabalhando“, finalizou o apresentador.

Mais casos

Essa não é a primeira vez que alguém se revolta após ser flagrado em uma festa clandestina. No último domingo (11), uma aglomeração com cerca de 500 pessoas foi interditada durante ação da força-tarefa realizada pelo Comitê de Blitz, composto pela Polícia Civil e Militar, Guarda Civil Metropolitana, Vigilância Sanitária e Procon. O evento aconteceu em um escritório de advocacia nos Jardins, bairro nobre da capital paulista, e contou com a apresentação da dupla sertaneja Matheus & Kauan.

O que chamou mais a atenção, entretanto, foi um vídeo publicado no Twitter pelo deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP), que acompanhou a operação, em que vemos a modelo e influenciadora Liziane Gutierrez gritando com agentes policiais. Exaltada e sem máscara, ela bradava: “Vai tomar conta de quem torra. Vai pra favela, car*lho! Vai pegar na favela. Vai tomar no c*”. Para saber mais sobre o episódio, clique aqui.