Fotojet (12)

BBB21: Gil diz que foi influenciado a se afastar de Juliette e tem reação impagável ao ver rejeições de outros participantes: “Esse povo tá com a consciência viva?”

O Brasil tá lascado! Por incrível que pareça, Gil do Vigor, um dos personagens mais emblemáticos do “BBB 21”, deixou o reality nesse domingo (2), após enfrentar um paredão contra Juliette e Camilla de Lucas. Grande favorito de muitas pessoas aqui fora, o economista ficou chocado ao descobrir, durante participação no “Rede BBB”, que não era odiado pelo público.

Fora esse último paredão, em que levou 50,87% dos votos, as porcentagens do pernambucano sempre foram baixíssimas – uma delas, inclusive, foi a menor da história do programa. “Como assim?! Gente! Meu Deus! Vai, Brasil! Eu amo minhas porcentagens! Somando tudo não dá nem 50%! Eu tô muito feliz! Achei que eu ia sair escorraçado! O povo não me odiava, não! Achei que era o ódio eterno!”, comentou, levando Ana Clara aos risos.

Continua depois da Publicidade

O brother acreditava não ter sido eliminado em outros paredões, porque a saída de outros participantes como Karol Conká ou Rodolffo seria mais “urgente” aos olhos do público. Isso é fato, mas o mérito de Gil não pode ser deixado de lado. “Depois foram dois paredões com o Fiuk, achei que a torcida do Fiuk estava me ajudando. O primeiro paredão que eu fui pra tora foi com Camilla e Pocah. Aí pensei que alguém poderia gostar de mim, mas não conseguia ter essa confiança. Sempre achava que era odiado”, declarou ele.

Gil tem reação impagável ao descobrir rejeições de outros participantes

Em seguida, Gil ficou completamente chocado ao descobrir os altos índices de rejeição dos demais participantes da edição. “A gente começa com Lumena no 12º lugar com 61,31%”, apontou Ana Clara Lima ao mostrar a lista dos menos votados. “Gente, então vem babado aí! Menina, ai que medo”, comentou. O pernambucano, em seguida, se assustou com a quantidade de votos recebidos por Arthur Picoli, que saiu com 61,34%. “Gente, pobre do Arthur, meu Deus. Deve estar todo nervoso. Cadê a Viih (Tube)?”, questionou.

Ao ver a lista completa, ele quase caiu da cadeira. “Meu Deus, Jesus! Esse povo ainda tá com a consciência viva? Ai, desculpa, sei que a pessoa ficou muito triste, né, mas assim… Pobre da Ker. Ô Sarah, minha amiga! Olha a Viih, meu Deus! Estou chocado”, espantou-se o doutorando em economia. “Sei que é difícil para eles, mas é chocante, né? 99%? Nunca existiu! Só eu que pensava que ia sair com 99%”, disse ele, referindo-se à porcentagem de Karol Conká. “Mas então o povo gosta de mim, graças a Deus! Fiquei preocupado com essas porcentagens”, afirmou ainda.

O fim do G3 e o afastamento de Juliette

A trajetória de Gil foi marcada pela amizade com Sarah e Juliette, ainda no início do confinamento. O famoso “G3”, entretanto, desmoronou com o passar do tempo. “Era assim, vinha Caio e dizia assim: ‘A forma que a Ju lhe trata é meio pesada’. Não precisa muito pra minha cabeça criar coisa. Aí eu: ‘É mesmo’. Aí pronto, começou, eu criei muita coisa, me arrependi, mas já era tarde, comecei a ver coisa onde não tinha”, admitiu.

Agora na reta final, a relação dos dois entrou nos eixos. “Depois, eu pude pedir desculpa pra ela. No final do programa, tava muito melhor, sabia quando minha cabeça tava criando coisas que eram ou não eram reais. Como eu sou do bocão, eu pensava e falava. Comecei a refletir essa minha ação”, avaliou o pernambucano.

Gilberto também assistiu a um vídeo sobre as idas e vindas de sua amizade com a advogada e reconheceu que foi influenciado a se afastar da sister. “Fui, eu sei que eu fui. Eu não sou doido. Me arrependo muito por isso. Mas é o que eu falei ali: ‘Já foi’. E eu nunca quis dizer isso na casa – dizer pra ela que fui influenciado, justamente porque eu nunca quis ser o coitado, a vítima e colocar culpa em outras pessoas lá dentro. Mas eu sei que fui e quando percebi isso, já tinha passado muita coisa, já tinha falado muita coisa… Só quis seguir dali pra frente”, disse o brother.

Questionado se pretende procurar Juliette após o reality, Gil consentiu. “Sim, ela é minha amiga, minha irmã. Não sei o que ela vai achar depois, mas também não tô… Eu vou lá, depois que eu der um cheiro nela, ela vai perdoar”, brincou o economista.

O baque com a saída de Sarah

A amizade com Sarah, entretanto, foi inabalável. “Tudo começou no signo. Somos cancerianos, e a partir dali começou. Também fizemos a primeira prova juntos e aquilo nos uniu demais. Tinha essa identificação com ela, sentia muita coisa boa na Sarah, um coração muito bom, me apaixonei muito por ela. Sabia que eu podia me consolar com a Sarah. É alguém incrível, de muita luz, que eu amo muito”, declarou.

O pernambucano, por sua vez, ficou extremamente abalado com a saída da loira da casa e até mesmo se responsabilizou pela eliminação da confidente. “Eu achava que aquele paredão era meu. Na minha vida, sempre arquei com as responsabilidades do que eu fazia. Se eu erro, não quero que amigos meus paguem por isso. Então isso me machucou demais. Na minha cabeça, eu fui o culpado da Sarah ser eliminada. Fiquei muito mal por conta disso”, explicou ele, que recebeu um recado bem fofo da brasiliense, na sequência.

O beijo em Lucas Penteado 

Não podemos deixar de falar do beijão de Gil e Lucas Penteado – o primeiro entre dois homens já visto na história do BBB. O pernambucano, inclusive, avisou que o ficante chegou a convidar Arcrebiano para participar do momento. Eita cachorrada boa!  “O Lucas chamou o Bil, né… Eu doidinho também. Aí o Bil falou ‘não, não’. Aí falei: ‘Não, o Bil não’. Mas se o Bil quisesse também…”, comentou o semi-finalista, aos risos. “Ia rolar um beijo triplo então?”, indagou Ana Clara. “Triplo, e se quisesse, mais gente também, devolveu o economista, sincerão.

O entrevistado então lembrou do momento em que se interessou pelo ex-Malhação: “Teve um momento durante nosso castigo do monstro que eu cheguei para ele e falei: ‘Rapaz, estou gostando de tu’. Fui criando um carinho por ele. Nos isolamos muito da casa, eu, ele, a Ju e depois a Sarah. Então, essa aproximação foi muito significativa para mim. Fui sentindo, sentindo e querendo ficar com ele. Tinha um carinho muito especial por ele e também safadeza, né? Mas a safadeza era com a maioria da casa, o carinho especial por ele foi pela nossa relação”.

Apesar de tudo, Gil quer curtir mais um pouco sua solteirice. “Quando ele (Lucas) saiu, comecei a pensar nele o tempo inteiro. Tem uma música que sempre que toca eu lembro dele, porque me marcou muito ele cantando. Só que depois de um tempo, deixei isso guardadinho. Agora, a gente vai conversar, mas você sabe que meu amor é de quenga, do Brasil. Aceito currículo”, brincou.

Arrependimentos…

Outra situação delicada na trajetória de Gil aconteceu durante o paredão falso de Carla Diaz. Após todo resultado de berlinda, boa parte dos confinados conspira sobre o motivo que levou tal participante a ser eliminado. Acontece que a atriz assistiu ao pernambucano falando mal dela pelas costas, em algumas ocasiões.

“Ai, me arrependi disso aí. Não gosto de ver isso, não. Me arrependi de ter falado mesmo, fui ácido. Reconheci que muitas vezes durante o paredão falso dela, tiveram coisas que foram muito confusas na minha cabeça – e isso não me arrependo. Me senti mal pela acidez em alguns comentários sobre ela”, pontuou, deixando claro que também repensou atitudes com outros eliminados. “Eu precisava me arrepender de todo mundo que já falei depois que saiu, não era só dela. Se eu errei, tenho que me arrepender de ter errado com todo mundo e não com uma pessoa específica”, ressaltou.

“Comecei a refletir muito sobre o que eu tinha feito, sobre o caminho do jogo que eu estava tomando, se era realmente aquilo que eu queria pra mim… Eu queria ser mais alegre, feliz e não ficar pesando. Mas é muito confuso, porque você fica achando que tudo é maldade. Isso é muito complicado lá dentro”, acrescentou.

A última prova de resistência

Por fim, Gil falou sobre os momentos derradeiros da última prova da edição, que garantia uma vaga na final. Após uma disputa longa e acirrada com Fiuk, o pernambucano acabou desistindo e dando a vitória ao músico. “Eu aguentava um pouco mais. Eu vim de um paredão que fiquei muito ansioso. Eu sabia que ia ter prova de resistência, falei pra todo mundo se preparar, mas não consegui dormir, não consegui descansar antes por conta da ansiedade, que me pegou muito forte naquele dia. E eu sabia que aquilo uma hora ia bater”, contou.

Continua depois da Publicidade

“Chegou um momento que bateu um sono incontrolável, parecia que eu tinha tomado várias cachaças. Aí as costas começaram a doer, os olhos fechavam muito… Eu olhei pro Fiuk e vi que ele estava muito bem, tocando bateria no ar e tudo mais. Meu corpo já não estava respondendo muito bem, não estava conseguindo suportar. No máximo, eu ficaria ali mais 1 hora ali. O Fiuk ficaria pelo menos mais três”, explicou o ex-brother.

Após deixar o local de prova, Gil caiu no choro e foi consolado por Juliette. Questionado por Ana Clara se houve arrependimento em desistir, Gil negou. “Não me arrependi. Quando saí, sabia que estava indo para o paredão. Chorei porque eu estava com o sentimento que seria eliminado e eu sonhei que era eliminado em um paredão com duas mulheres”, lembrou o economista, cujo sonho realmente se concretizou.

BBB21: Quem você quer que vença?

  • Juliette (79%, 80.444 Votes)
  • Fiuk (13%, 13.427 Votes)
  • Camilla de Lucas (8%, 8.102 Votes)

Total Voters: 101.973

Vote

Carregando ... Carregando ...