Fotojet (6)

BBB22: Douglas Silva critica mudança nas atitudes de Eslovênia: “Virou uma chavinha”; assista

Em bate-papo com Gustavo, o brother até recordou alguns episódios que o deixaram desconfiado em relação à miss

A batata de Eslovênia está esquentando mesmo! A sister já desconfia que o líder Gustavo Marsengo vá indicá-la ao paredão, mas pode nem imaginar que está na mira de outro participante também. Nesta sexta-feira (1º), Douglas Silva falou sobre a miss com o curitibano, e entregou qual sua real visão sobre o comportamento dela dentro do “BBB 22“.

O gancho para o desabafo veio quando Gustavo lembrou de uma semana em que Eslô votou nele, logo depois dele dizer que não votaria nela. “A mesma coisa aconteceu comigo”, começou DG. “Tipo [eu perguntei pra ela]: ‘Qual foi o motivo que tu votou em mim?’. ‘Ah, eu acho que você esconde o jogo e tal’. Pô, mas isso é motivo pra tu votar em alguém? Não tô falando que você não pode ir por esse motivo, mas não entra na minha cabeça. Quero entender onde isso tá interferindo e onde isso tá te prejudicando em algo pra tu votar em mim”, continuou o ator.

Douglas explicou que o maior incômodo vinha depois dessas situações, quando a sister assumia uma postura muito carinhosa com ele. “Do nada, ela virou uma chavinha. E na mesma semana, tava falando que eu era pai dela, no meio da festa, doidona. ‘Ah, amigo, não sei o quê, você é foda’. É amigo pra lá, beijo pra cá, e aí larga-lhe voto. Você entende essa relação que ela tem? Ou ela é muito sonsa, muito malandra”, apontou o participante, que revelou ter pedido para Eslô não chamá-lo de pai.

Continua depois da Publicidade

Para Gustavo, as atitudes de Eslovênia são calculadas justamente para conseguir o feito de chegar ao Top 10 do programa sem ir para nenhum paredão. “Sonsa ela não é. Não se sai de dez paredões sendo sonsa”, afirmou. “Tudo bem calculado, não é possível. O PA até falou ontem uma parada que já pensava, mas dava o benefício da dúvida. Às vezes ela força um pouco pra, tipo, pra galera [gostar dela]… Entendeu? Não que ela não goste, mas ela já usa isso como uma barreira. Tanto que, p*rra, o Arthur e o Scooby não votam nela. Já tem uma barreira ali. Ela consegue convencer [a não votarem nela]”, analisou Douglas.