Rodrigo (4)

BBB22: Rodrigo usa o termo “traveco”, é repreendido por brothers e procura Linn da Quebrada: “Fiquei muito mal”; assista

O rapaz perdeu o sono após perceber que tinha usado um termo pejorativo

Na madrugada desta sexta-feira (21), Rodrigo usou um termo pejorativo, que repercutiu dentro de fora da casa do BBB22. A fala problemática aconteceu logo antes do brother deitar para dormir, enquanto conversava com Eliezer, Vinicius e Maria. Ao perceber o erro, o rapaz acabou perdendo o sono e levou sua preocupação para o jardim, onde outros brothers conversavam.

Se preparando para deitar, Rodrigo puxou assunto com Eliezer, usando um termo pejorativo para se referir à uma pessoa travesti. “Estou tentando dormir, mas estou lembrando do pinto do traveco“, disparou o gerente comercial. Rapidamente, Vyni repreendeu a fala do colega: “Traveco, não“. Maria endossou a fala: “É, isso já não foi uma coisa legal de você dizer“.

Travesti? Desculpa, desculpa, eu não sabia. Eu pedi desculpa“, reagiu o brother. A situação foi suficiente para tirar o sono do brother, que se dirigiu ao jardim da casa e desabafou com os colegas. Laís, Bárbara, Eslovênia, Pedro Scooby, Paulo André e Vyni aconselharam o rapaz.

Você falou uma palavra que, em prática, é ofensiva. Porém, você não ponderou o que tinha falado. Na mesma hora, você disse: ‘desculpa’ e reconheceu o seu erro, já pediu desculpa e já entendeu“, avaliou o cearense. “Não acaba aqui. Vamos procurar entender… A parada tá enraizada. Todo mundo vai errar, mas a gente junto tem que acabar com isso“, observou Paulo.

Continua depois da Publicidade

Todo mundo aqui é passível de erro. Agora, o que você faz com o seu erro? Você procura mudar. Não é para paranoiar com isso“, continuou Vyni. “Assim, não quero ser ofensivo para as pessoas, entendeu? É chato. Estou me sentindo mal“, explicou Rodrigo. “Amanhã você pede uma aula pra Linn [da Quebrada]”, aconselhou o atleta.

Pelo menos você percebeu na hora, fez autocorreção. Isso é importante“, observou Eslovênia. O paulista, entretanto, ficou bastante preocupado com a possibilidade de estar sendo cancelado pelo público. “Deve ser doído para car*lho“, soltou ele. “Quem realmente importa para você, não vai te cancelar“, rebateu Vyni.

Na manhã de hoje (21), Rodrigo realmente procurou Linn para falar sobre a situação. Ele contou o que aconteceu e disse que teve dificuldades para dormir na noite anterior. “Você não tem obrigação nenhuma de me dar orientação das coisas, mas às vezes eu sinto necessidade se você, por gentileza, poderia. Eu vivo em uma bolha em que coisas são normais, mas não pode mais ser aceito como normal“, disse ele.

Continua depois da Publicidade

Soltei uma palavra que você tem lugar de fala para me ajudar, orientar. Se você quiser. Eu usei ‘traveco’, e o certo é ‘travesti’, né?“, pediu ele. “‘Traveco’ é utilizado nesse lugar pejorativo. Acho que a gente até sabe, mas a gente talvez não se ligue, porque isso acaba se tornando um hábito… É não usar mais“, respondeu ela.

Durante sua fala, Rodrigo também usou a palavra “denegrir”, e foi orientado pela artista. “Não foi na intenção de denegrir a imagem de ninguém“, disse ele. “Acho que nem ‘denegrir’ é legal, porque tem a ver com negro…“, explicou Linn.

Eu fiquei muito mal e aí eu falei: ‘Vou perguntar pra Linn se essa palavra é realmente agressiva’“, continuou o rapaz. “Com certeza. Você não sente quando diz?“, questionou a sister. O brother, então, pediu desculpas. “Tudo bem. Se fosse comigo, ia ficar ressabiada ali. Se algo estiver me deixando desconfortável, eu vou falar. Todo mundo tem lugar de fala, você também tem, é o seu“, pontuou a cantora.

Nas redes sociais, a equipe de Rodrigo se pronunciou sobre a situação: “O Rodrigo teve uma fala infeliz e errada nessa madrugada na qual ele usa ‘traveco’. Viemos por meio deste comunicado, pedir desculpas pela fala do Rodrigo e relembrar que esse TERMO é ofensivo e jamais deve ser usado para se referir a qualquer pessoa trans ou travesti. Após ter essa fala, Rodrigo foi repreendido pelos colegas, reconheceu o erro, pediu desculpas e disse que hoje iria conversar com a Linn. Esperamos que ele possa aprender com isso e evoluir como ser um humano”. O perfil oficial do brother ainda lembrou da importância de personalidades como Ariadna e Linn no programa. “Depois da 1ª mulher trans, Ariadna, 11 anos depois temos a primeira participante travesti na história do programa: Linn da Quebrada. E que a entrada dela, sirva para conscientizar e firmar ainda mais a presença de trans e travestis na sociedade, onde são tão marginalizadas”, concluíram.