TV / Séries

“Game of Thrones”: Após críticas, executivo da HBO defende final da série e elogia showrunners: “Fizeram um ótimo trabalho”

Lucas Rocha - Publicado em 22/05/2019 às 23:39
Compartilhe: Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Pinterest Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no E-mail

Mais lenha na fogueira!! O final da oitava temporada de “Game of Thrones” segue dando o que falar em todo o mundo. A discussão que tomou as redes sociais desde o último domingo, quando o episódio foi exibido, chegou até Casey Bloys, chefe responsável pela programação da HBO. O executivo saiu em defesa do programa e cortou o barato de algumas suposições feitas na internet.

Em entrevista à Variety nesta quarta-feira (22), Casey não poupou elogios aos roteiristas David Benioff e Dan Weiss, que vêm sendo atacados frequentemente e acusados de terem sido “incompetentes” na missão de escrever a história sem ter os livros como base. “Eu acho que os caras fizeram um ótimo trabalho. Até certo ponto, era esperado que, para um show com um alcance tão grande, não houvesse jeito de agradar a todos. É uma divisão com algumas pessoas adorando e algumas pessoas não gostando. Isso é sobre o que você esperaria. Eu acho que os caras fizeram o pouso de um grande avião e um ótimo trabalho fazendo isso. Mas você nunca vai deixar todo mundo feliz e nem deveria ser esse o objetivo“, afirmou.

Inclusive, Casey Bloys discordou dos fãs argumentaram que a temporada precisava ter mais episódios. “Os caras tiveram um plano muito específico em suas cabeças por um longo tempo. Isso (a quantidade de capítulos) não foi algo que foi meio descuidado, em que chegamos no final da última temporada e dissemos: ‘Ah, só sentimos vontade de fazer seis’. Eles foram muito, muito precisos. Isso foi bem pensado“, defendeu.

Sansa Stark (Foto: Reprodução/HBO)

Para os esperançosos que andam sonhando com “spin-offs” dos personagens, como por exemplo, Arya Stark, o executivo disse que não existe a menor possibilidade disso se tornar realidade. “Eu quero deixar (“Game of Thrones”) como uma obra de arte e não ter shows ligados diretamente (ou seguindo seu enredo) como colocar a Arya para fazer isso. Eu acho que é melhor experimentar tramas em outras áreas do imenso universo de George (R.R. Martin) – apenas parece a coisa certa a se fazer, [deixar] o show ficar por sua conta própria”, explicou.

Muitos fãs não ficaram satisfeitos com o desfecho do programa e chegaram a pedir em um abaixo-assinado online que a temporada fosse toda regravada. Ao saber do movimento, a atriz Sophie Turner, intérprete de Sansa Stark se manifestou taxando a iniciativa como “desrespeitosa. O fato é: amando ou odiando, o público rendeu recordes de audiência e colocou o fim da série na história da televisão.