Grey’s Anatomy: Showrunner revela quais temas serão abordados na 16ª temporada: “O que vamos fazer com a Meredith?” — confira!

[ALERTA DE SPOILERS!!!] A 16ª temporada de “Grey’s Anatomy” promete abordar assuntos em alta nos noticiários dos Estados Unidos e ao redor do mundo. De acordo com a showrunner da produção, Krista Vernoff, a nova leva episódios do seriado médico falará de políticas de imigração e do sistema de saúde “quebrado” do país.

No final da 15ª temporada, que foi ao ar em maio na TV norte-americana, o namorado de Meredith Grey (Ellen Pompeo), Andrew (Giacomo Gianniotti), levou a culpa pela fraude no seguro de saúde que ela cometeu — e foi demitido por isso. “A esse ponto na temporada, nós estamos tendo discussões enriquecedoras sobre personagens, sobre as consequências do que Meredith fez ao cometer fraude de seguro, e [ela fez isso] por causa das nossas políticas de imigração, mas também pelo nosso sistema de saúde quebrado”, explicou a responsável pela série.

Krista disse que este é um assunto muito atual, e que os roteiristas da série estão se informando de todos os aspectos para escrever episódios condizentes com a realidade. “Nós precisamos nos educar a respeito das realidades que os médicos enfrentam, e o que funciona bem em nosso país, e o que está quebrado. Essa é uma parte essencial das nossas conversas nesta temporada, mas tudo começa com a personagem. Tudo começa com o que nós vamos fazer com a Meredith agora? Ela acabou de ser demitida. Sua licença médica está potencialmente ameaçada por sua decisão, e seu namorado está na cadeia”, relembrou. Realmente… Mer está prestes a enfrentar dias difíceis, hein? Isso que nossa amada cirurgiã já sofreu um acidente de avião e perdeu o marido!

Outro assunto que está sendo muito discutido nos Estados Unidos, é uma reforma nas leis de porte de armas. Será que esse assunto também será abordado na série? “Os roteiristas e eu estamos falando sobre armas há um bom tempo — desde que o movimento ‘this is my lane’ aconteceu, quando a NRA disse aos médicos para ficarem ‘em seu quadrado’, e houve uma revolta da comunidade médica de ‘esse é o meu quadrado’: ‘Aqui está uma foto da minha sala de operações cheia de sangue; aqui é onde eu sento e digo aos pais que seus filhos estão mortos, essa é a cadeira que sento, esse é o meu quadrado”. 

A showrunner prosseguiu: “Nós lemos tudo isso e pensamos: ‘Nosso seriado é sobre médicos, e isso é o que está acontecendo na comunidade médica hoje, como nós trazemos visibilidade para essa epidemia, e como nós fazemos isso nos baseando nos personagens, e não no nosso desejo de fazer uma declaração política?”. E acrescentou: “Há um episódio na temporada passada em que uma criança foi baleada por alguém em um desfile, e há um grupo de gaiteiros e o pai dele, que diz: ‘Oh, meu Deus, como isso é possível? Como o meu filho talvez morrerá e nenhuma lei mudará?’. Tudo isso nasceu disso. E nós vamos continuar explorando jeitos de dar visibilidade para as crises que nossos médicos enfrentam todo dia”. 

A série retorna nos EUA no dia 26 de setembro; por aqui, ainda não há data definida. Assista ao primeiro teaser da 16ª temporada abaixo: