Olha a anaconda! Intérprete de Robin em série do Batman revela que produção o obrigou a tomar remédio para “diminuir o pênis”: “Mala avantajada”; entenda!

Grandes poderes trazem grandes dotes?! Kkkk Uma pequena adaptação para a frase célebre de Homem-Aranha poderia combinar muito com outro herói: Robin, o fiel escudeiro de Batman. Burt Ward, o ator que estrelou a série do homem-morcego entre os anos de 1966 e 1968, revelou bastidores da produção e o sufoco que passou para esconder seu membro avantajado…

Durante uma entrevista para o Page Six, o artista explicou que seu pênis começou a incomodar muito a equipe de produtores do programa. “Eles pensavam que Robin ficava com uma mala avantajada na televisão”, disse. Com os trajes mais justos ao corpo, o órgão genital de Burt ficava em evidência e acabou chamando a atenção dos telespectadores mais conservadores, que não achavam certo aquele tipo de imagem em uma série voltada para o público infantil.

O ator, atualmente com 74 anos, acabou sendo orientado a procurar médicos que iriam “resolver o problema” receitando remédios para “diminuir” seu pênis. Porém, Burt se preocupou com efeitos colaterais que poderiam afetá-lo no futuro. “Fiquei usando por três dias e então decidi que, provavelmente, eles me impediriam de ter filhos. Então, larguei o tratamento e passei a usar minha capa para cobrir o volume”, detalhou.

Burt Ward e Adam West dando vida a Robin e Batman na série dos anos 1960. (Foto: Reprodução/YouTube)

Como nada nessa vida tem o equilíbrio perfeito, uns têm demais, já outros… No bate-papo, Ward contou que seu colega de cena, o ator Adam West, falecido em junho de 2017, não tinha a mesma sorte que ele — e a produção resolveu agir de modo contrário. “Com Adam, eles colocaram toalhas turcas dentro de sua cueca”, confidenciou. Santa anaconda, Batman!