Fotojet (8)

Neymar Jr. sofre golpe bancário e tem cerca R$ 200 mil desviados de conta; Suspeito é preso

A quadrilha desviou o dinheiro aos poucos, fazendo com que ninguém percebesse o sumiço da quantia

Eita! O jogador de futebol Neymar Jr., atacante do Paris Saint-Germain, foi vítima de um golpe e teve cerca de R$ 200 mil roubados de sua conta. O suspeito foi identificado e, segundo o “Brasil Urgente”, da Band, é funcionário terceirizado de um banco que presta serviços para o atacante.

De acordo com a Polícia Civil, Lucas Almeida Ferreira dos Santos, de 20 anos, é o “mentor” do esquema e foi preso nesta terça-feira (8), na zona leste de São Paulo. Ainda, o suspeito já realizou o mesmo golpe em conta de outros famosos, além do jogador. Apesar do susto, o valor desviado já foi devolvido para o atleta.

“O caso do Neymar tem uma peculiaridade, porque quem fez o desvio foi um funcionário do próprio banco, um funcionário de uma empresa terceirizada do banco. Eles tinham acesso a senhas que podiam fazer algumas movimentações bancárias”, contou o delegado Fábio Pinheiro Lopes, diretor do Departamento Criminal de Investigações Criminais de São Paulo (Deic).

Fotojet (10)
Conta era movimentada pelo pai do jogador. (Foto: Getty)

O delegado ainda explicou a forma “discreta” que o golpe foi realizado, sem chamar tanta atenção de quem sofreu o prejuízo: “O que este rapaz preso fez? Pegou a senha do seu companheiro de sala e começou a fazer pequenos furtos de dinheiro da conta de pessoas famosas e com um poder aquisitivo alto. E essas pessoas não perceberam. Ele fez uma de R$ 10 mil, depois outra R$ 10 mil, depois R$ 20 mil, depois R$ 50 mil… e aí totalizou R$ 200 mil”.

Continua depois da Publicidade

Segundo o programa da TV Bandeirantes, a conta de onde o dinheiro foi retirado é, supostamente, movimentada pelo pai do jogador da seleção brasileira. “Quando descobriram, procuraram o banco. O banco ressarciu a vítima e foi ver quem fez isso”, finalizou à emissora, sem revelar o nome da instituição financeira envolvida.

Na entrevista, o delegado ainda deixou um aviso importante para o público. “O que a gente orienta é que todos sempre olhem a conta corrente, olhem as movimentações bancárias e deixem habilitados os avisos. Quando alguém usar o seu cartão de crédito você receber um aviso… Todas essas formas de segurança que estão disponíveis hoje, muitas vezes a pessoa não faz por esquecimento ou comodidade, vão ajudar a pessoa a não cair em golpes”, afirmou.

Assista à matéria completa: