Carta do estranho (Scott Graham; Kate Macate/ Unsplash)

Mulher viraliza ao compartilhar carta bizarra que recebeu sobre a própria casa, com detalhes desconcertantes; entenda

A moça, que mora em Sydney, detalhou como tudo aconteceu e expôs sua indignação nas redes sociais

Se você gosta de histórias bizarras, essa pode te surpreender! Nesta semana, o Deadline contou a história de uma mulher chamada Jana, que recebeu uma carta pra lá de estranha. Segundo a publicação, ela, que mora em Sydney, na Austrália, ficou “desconfortável” quando recebeu uma correspondência, escrita a mão, dando dicas de como ela poderia “melhorar o aspecto exterior de sua casa”. Como assim, gente?!

Jana compartilhou as imagens em suas redes sociais, com as cinco dicas. O problema é que, de acordo com ela, a carta incluía informações sobre locais que só podem ser vistos após a entrada na propriedade. “As notas deixam claro que esta pessoa entrou na propriedade sem autorização e estudou tudo com detalhes. Há notas sobre a minha porta da frente e janelas laterais que não são visíveis da rua”, explicou.

As dicas incluíam a troca da calha, a pintura acima da varanda e a escolha de um novo “tema”, com uma cor diferente da atual. A mulher, que mora de aluguel, não ficou nada feliz. E com razão, né?! “É essa parte que acho realmente invasiva, alguém foi presunçoso o suficiente para vir, estudar a casa e depois dar o seu feedback sobre o imóvel”, disse.

E não parou por aí! No final da página havia mais uma dica sobre o que poderia ser feito, com as recomendações “extras” do remetente, e, no verso, uma conta bancária pedindo que Jana enviasse US$ 20 (cerca de R$ 113 na cotação atual) como “agradecimento pelo conselho”. “Claramente não posso fazer muito a respeito, mas me pergunto se mais alguém recebeu conselhos não solicitados de um estranho”, escreveu a moça.

Carta tinha dicas para obras externas na casa. (Foto: Reprodução/ Facebook)
Carta tinha dicas para obras externas na casa. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Nos comentários, o público ficou dividido. Enquanto alguns acham que nada vai acontecer e que aquela foi só uma tentativa de golpe, outros sugeriram que Jana deveria levar a carta na polícia como precaução. “É um golpe, nos últimos dois anos com a Covid os golpes atingiram níveis de desespero como este”, escreveu um perfil. “Este é um golpe do tipo ‘vendedores ambulantes’. Tem acontecido isso na região, quando as pessoas apenas andam pela vizinhança e dizem que podem limpar os jardins a troco de um pagamento em dinheiro”, disse outro.

Continua depois da Publicidade

Apesar de ser uma situação estranha e incomum, outras pessoas ainda elogiaram a “esperteza” e o “esforço” do remetente. Alguns até afirmaram que ele pode ter olhado a casa no Google Maps ou em websites imobiliários, ao invés de ter invadido o local. “É uma pessoa empreendedora que tenta oferecer ideias de design gratuitamente. No atual clima econômico, eu admiro, sejam eles quem forem”, comentou alguém. “Embora não seja convencional, vejo alguém que investiu tempo e esforço em algo que pode ter valido alguma coisa para um proprietário, além de ter poupado dinheiro”, afirmou mais um.

Aos que defenderam a pessoa que escreveu a carta, Jana deixou uma resposta: “Não há fotografias da lateral da casa (incluindo a entrada). Só gostaria que tivessem me perguntado antes, teria poupado muito trabalho, pois eram claramente bem meticulosos”.