“It: Capítulo 2”: Jessica Chastain e diretor explicam por que há um crime brutal e homofóbico na cena de abertura: ‘Difícil falar sobre isso sem chorar’

Os fãs do livro “It – A Coisa” de Stephen King vão reconhecer a cena de abertura de “It – Capítulo 2”, sequência do blockbuster de 2017, que será lançado na próxima semana. Ela mostra um crime homofóbico sendo cometido na cidade fictícia de Derry, onde a história se passa, e teve um motivo bem importante para ser incluída no começo do longa.

Na cena, um casal gay está voltando para casa depois de um festival na cidade, quando é brutalmente atacado por um grupo de adolescentes, gritando insultos. Durante a briga, um dos agressores joga um dos homens do alto de uma ponte para um rio. Segundo a Variety, é uma cena extremamente realista, até que o vilão Pennywise aparece, tira o homem da água e morde seu corpo sem vida, enquanto o namorado observa tudo com horror.

O momento não volta a ser mencionado no filme, mas é uma cópia fiel do romance de King e foi inspirado em Charlie Howard, um homem gay que acabou morto por um grupo de adolescentes em sua cidade-natal Bangor, Maine, em 1984. Na cena, o personagem Adrian Mellon e seu namorado são interpretados por Xavier Dolan e Taylor Frey, que também são homossexuais na vida real.

“Foi muito importante para mim por causa da relevância. Eu provavelmente não incluiria se não estivesse no livro, mas foi muito importante para o Stephen King. Quando ele escreveu, ele estava falando sobre o mal na comunidade humana. Ele estava falando sobre o quão obscuros os serem humanos podem ser em uma cidade pequena norte-americana”, explicou o diretor Andy Muschietti.

“Para mim, foi importante incluir porque é algo que nós ainda estamos sofrendo. Crimes de ódio ainda acontecem. Não importa o quão evoluída nós acreditamos que a sociedade esteja ficando, parece que há um retrocesso, especialmente nessa era em que os velhos valores parecem estar emergindo da escuridão”, concluiu

Um trechinho da cena é mostrado no trailer final do longa (Foto: Reprodução/Youtube)

Jessica Chastain, que faz a versão adulta de Beverly Marsh na sequência, também falou sobre a importância da cena à Variety. “Vai ser difícil falar sobre isso sem chorar. Eu acho que nós precisamos daquela cena porque ele [Stephen King] escreve sobre a escuridão que está abaixo da superfície. A sujeira debaixo das unhas dessas cidades pequenas ou da humanidade. É o que ‘It’ representa. É a escuridão do comportamento humano”, ressaltou ela. “Eu acho que foi importante ver a cena do Adrian e não mudá-la do que é no livro porque nós estamos vivendo em um momento onde isso é parte da nossa cultura e das nossas conversas e nós não saímos disso. Então nós não podemos fingir que não existe porque é parte do nosso dia-a-dia.”

A atriz ainda comentou sobre as características específicas de King ao escrever um livro e como elas podem ser incorporadas no filme. “O motivo pelo qual eu acredito que o Stephen King é o rei desse gênero é porque ele escreve horrores psicológicos. O monstro geralmente vem de um humano. Está dentro de nós. Veja ‘Cemitério Maldito’. Veja ‘Misery: Louca Obsessão’. Nós podemos nos tornar nossos piores inimigos às vezes. Ele escreveu ‘It’ porque um crime de ódio foi cometido em um sua cidade-natal. Ele queria explorar aquela escuridão e por isso essa é a primeira cena no nosso filme”, concluiu ela.

“It-Capítulo 2” estreia no dia 5 de setembro nos cinemas brasileiros. Assista ao trailer: