“A Barraca do Beijo 2”: Em entrevista a Hugo Gloss, Joey King e Joel Courtney contam tudo sobre a aguardada sequência, e atriz entrega segredo do cabelo nos bastidores; vem assistir

Tá chegando! Nesta sexta-feira (24), a aguardada sequência de “A Barraca do Beijo” finalmente será lançada na Netflix. Para comemorar e já ir esquentando, nosso boss Hugo Gloss bateu um papo com os protagonistas Joey King (Elle Evans) e Joel Courtney (Lee Flynn) e também com os novatos Taylor Zakhar Perez (Marco) e Maisie Richards (Chloe), e eles contaram TUDO o que podemos esperar da continuação!

“Eu diria que a grande diferença do primeiro para o segundo filme é que nós superamos um obstáculo que era aparentemente impossível, quando a Elle começa a namorar o meu irmão mais velho. Isso quebra a regra número 9, que era a maior de todas. Então, acho que uma vez que conseguimos superar isso, é como se tornássemos capazes de qualquer coisa dali para a frente”, ponderou Joel sobre a evolução da relação dos amigos. “Já que atravessamos aquilo que parecia impossível. Então sinto que no segundo filme, o relacionamento é mais maduro, mais aberto, mais compreensivo, e estamos mais na mesma página”, completou.

“Cada vez eles apoiam ainda mais um ao outro, sabe? E a Elle e o Lee estão ambos passando por muitas coisas no âmbito pessoal, por fora do relacionamento deles dois. Então quando vemos Elle e Lee no segundo filme, eles estão, na maior parte do tempo, simplesmente se divertindo, como dois melhores amigos fazem. E isso é muito legal!”, comemorou Joey, em seguida.

Além da amizade, Elle e Lee terão novos ~dramas~ pela frente. Para o Flynn mais novo, a grande questão é conciliar a amizade de infância com a nova namorada dele. “O Lee tem um enorme desafio para enfrentar. Ele nunca teve que abrir mão de passar tempo com a Elle. Ela sempre foi a pessoa para quem ele corria, a sua cara-metade, de certa forma o yin e yang dele. Eles estão sempre juntos, certo?”, descreveu Courtney.

“Então agora com uma namorada é tipo: ‘Eu preciso não passar todo o meu tempo com a Elle, preciso ter tempo para a minha namorada’. E entender o que é isso e que sentimentos isso gera, sabe? É um exercício de equilíbrio enorme para ele. Não é exatamente muito suave, há muitas lições a serem aprendidas, é difícil e ele vai tropeçando ao longo do caminho. Mas ele definitivamente aprende coisas muito importantes”, ponderou o ator.

Lee precisará dividir o tempo entre a melhor amiga e a namorada (Foto: Reprodução/Netflix)

Já a protagonista precisa lidar com seu relacionamento à distância com Noah e confiar nele em meio às garotas lindas e experientes de Harvard, enquanto decide se vai se inscrever para a mesma faculdade do namorado ou se segue seu sonho com o melhor amigo. Ao mesmo tempo, ela se vê cada vez mais próxima do aluno novo, Marco, que vai competir pela atenção dela com Noah (Jacob Elordi).

“Elle está passando por muitas coisas. Tem muita coisa para ela entender e resolver. Acho que Marco a confunde de certa forma porque em meio a todos os problemas que ela tem que lidar com Noah, pelo relacionamento à distância, Marco aparece. E inicialmente, ela não gosta dele e o acha irritante. Mas ela começa a gostar dele e a confiar nele em meio a tantas coisas que estão aparecendo na vida dela”, refletiu Joey.

“Nesse contexto, eles constroem uma amizade e ele dá conselhos muitos sensatos. Além disso, ele é o oposto do Noah. Ele é muito tranquilo, não é um garanhão, é simplesmente um cara descolado, tranquilo e muito engraçado. Mas esse não é o cara por quem ela se apaixonou, ela se apaixonou pelo Noah. Então ela fica num dilema: ‘Será que devo seguir meu coração onde ele se apaixonou pela primeira vez? Ou será que devo explorar algo novo já que essa pessoa tem sido um pilar tão forte para mim?’. Então é muito legal poder assistir a ela passando por essas batalhas internas, quando ela de fato tem esses dois caras incríveis que não poderiam ser mais diferentes um do outro”, completou a estrela.

Aliás, devido às gravações da série “The Act”, em que raspou o cabelo, King precisou usar uma peruca durante toda a sequência, o que gerava muitas horas a mais de preparação nas filmagens. “Agora esse é o meu cabelo. Mas levou um bom tempo para chegar até aqui”, contou, na entrevista. “Meu cabelo estava passando por um processo de crescimento enquanto filmávamos ‘A Barraca do Beijo 2’, então acabou sendo bom usar uma peruca, para que eu não tivesse que cortar o cabelo o tempo todo, ou algo do tipo. Mas ao mesmo tempo… Ai meu Deus, aquela peruca! (risos) Consumia tanto tempo! Mas ficou muito bonito, fiquei super feliz com o resultado”, explicou.

Quem será que vai ocupar o coração da protagonista, hein? (Foto: Reprodução/Netflix)

Então chegamos aos novatos! Enquanto Taylor interpreta o novo garoto da escola que vira amigo e possível novo interesse amoroso de Elle, Maisie é a linda e inteligente colega de Noah em Harvard. Ou seja, os fãs fervorosos da relação de Elle e Noah podem não amar os personagens a princípio. “Acho que o legal desses personagens é que eles forçam os demais personagens a se questionarem, olharem de forma mais profunda para dentro deles mesmos e de seus desejos. Questionarem o que os faz felizes, analisarem seus relacionamentos, descobrir o que é esse terreno em comum e aquela confiança. Somos um tipo de ‘tentação’ que entra na história”, apontou a intérprete de Chloe.

“Bem, eu acho que eu sou suspeito [para falar], mas eu sou muito fã da torcida pelo Marco e não apenas porque eu o interpreto. Ele é gentil, atencioso, ele incentiva a Elle e quer que ela faça muito sucesso. Não há uma disputa entre eles, é sobre quererem fazer com que outra pessoa se sinta bem. É aí que surge o embate. Então, sim. Eu torço pelo Marco”, defendeu Zakhar Perez.

Maisie também declarou sua torcida para o novo mocinho. “Isso é tão difícil! Eu amo o Marco, ele é um doce, é uma benção tê-lo por perto. É muito difícil ser adolescente, e ter alguém que é tão parceiro, amável e que está lá fisicamente. Isso tem seus benefícios. Mas ao mesmo tempo, Noah e Elle têm algo muito especial. Acho que para mim a pergunta é: ‘A distância vale a pena?’. É um grande desafio. E bem… O Marco está literalmente ali. Isso é um ponto forte. Acho que no fundo do meu coração eu estou com as pessoas que torcem pelo Marco”, confessou ela.

Embora a princípio nosso instinto seja não gostar dos novos personagens, aos poucos eles mostram características que devem atrair os fãs. “Para mim foi muito importante traçar essa linha tênue com muito cuidado, para que quando você assista de novo já conhecendo o final, você entenda e seja crível. No fim do dia, ela é uma pessoa descolada, cheia de vida, passional, e muitas vezes isso pode ser interpretado como algo diferente do que realmente é a intenção por trás”, explicou Richards.

Será que Chloe vai atrapalhar o namoro de Noah e Elle? (Foto: Reprodução/Netflix)

Pequeno spoiler pela frente: veremos cenas do Marco arrasando na máquina de dança do fliperama! “Era algo que eu nunca tinha feito, nem quando era mais novo, porque é meio intimidante. Você vê as pessoas dançando e pensa: ‘Ok, eu não vou colocar as minhas fichas nessa máquina’. Mas quando eu soube que isso seria uma grande parte do filme, eu comecei a ensaiar muito e a treinar por fora dos ensaios. Apenas porque, não são só as suas quatro flechas na máquina, também tem as quatro flechas do seu parceiro de jogo, e ainda tem os espaços prateados que ficam em volta das flechas e que também precisam ser usados. Foi uma experiência de aprendizado muito técnica. Eu precisei de bastante tempo para aprender os aspectos técnicos para depois relaxar em cena”, contou o ator.

Curiosamente, Taylor nem sabia que estava fazendo testes para “A Barraca do Beijo” nas três primeiras audições. “Todos os personagens tinham nomes diferentes, o enredo era bem diferente e desconhecido para mim. Só no terceiro teste me falaram: ‘Então, esse será uma sequência do filme anterior, com um diretor incrível’. E aí eu me dei conta do voto de confiança que aquilo era. Foi tipo: ‘Caraca! É isso mesmo?’. Assisti ao primeiro filme para estudar, e quando fui a um dos primeiros ensaios de dança com Joey e Joel, eles foram tão receptivos e carinhosos, me deram muito apoio. Então foi algo extremamente divertido!”, comemorou.

Maisie também se sentiu intimidada, mas animada, pelo fato de ter entrado em um filme que fez tanto sucesso ao redor do globo. “É um presente enorme poder entrar em um espaço que já foi estabelecido, com um trabalho de base firme, onde todos os relacionamentos entre as pessoas já estão construídos. Existem duas maneiras de olhar para isso, tem a possibilidade de que você se sinta excluído, mas eles nos receberam de braços abertos, todos eles. Eu senti como se tivesse feito parte do primeiro filme. Me senti super incluída, sabe? Me senti em família e em casa logo de cara, o que é algo muito, muito especial“, contou.

Assista à entrevista completa: