Silvye Alves (1)

Após agressão, apresentadora da Record TV se revolta com decisão da Justiça e teme que ex-namorado exponha vídeo íntimo: “É inadmissível”; assista

A apresentadora Silvye Alves, que recentemente expôs um caso de agressão de seu ex-namorado, fez um novo desabafo nesta terça-feira (13). A âncora do “Cidade Alerta Goiás” se revoltou após a Justiça negar um pedido de busca e apreensão contra o agressor. Agora, a jornalista teme que vídeos íntimos gravados sem seu consentimento sejam expostos.

Pelo Instagram, Silvye indignou-se especialmente por uma juíza mulher ter lhe negado essa solicitação. “Eu só estou vindo aqui para trazer a público uma situação porque é inadmissível o direito que me foi tirado hoje por uma juíza mulher, por uma juíza mulher! Eu não sei se essa juíza tem filha, eu não sei, eu nunca vi o rosto dessa juíza, mas eu estou indignada com essa excelentíssima juíza que ocupa aí um dos mais altos cargos do judiciário. Mas eu vim trazer isso a público porque a minha revolta… eu tenho certeza que muitas de vocês já podem ter passado por isso”, contou.

Silvye Alves Desabafo
Silvye Alves desabafou após uma derrota na Justiça, em que pedia que vídeos seus fossem deletados do aparelho de seu ex-namorado. (Fotos: Reprodução/Instagram)

Silvye afirmou que o ex, Ricardo Hilgenstieler, teria vídeos comprometedores dela. “Eu não sei por que meu ex-companheiro… se era uma obsessão, o que era, eu não sei… mas ele tirava fotos minhas, por exemplo, lavando uma louça. Me filmava às vezes dormindo, eu estava aqui em casa com meus amigos e ele tirava fotos, fazia vídeos e eu nem percebia. E um dos processos que eu abri contra o meu ex é sobre dignidade sexual. O que é isso? É quando a pessoa faz algum registro seu, da sua intimidade sem a sua autorização, sem o seu consentimento”, argumentou.

Continua depois da Publicidade

Segundo a contratada da Record TV, ela aparece nua em um desses registros feitos sem seu consentimento. “Nós fizemos uma viagem para uma cidade turística aqui perto de Goiânia, ficamos numa pousada e nessa pousada tinha uma piscina privativa, ou seja, dentro do próprio quarto uma piscina. Num momento muito particular meu, eu praticamente sem roupa, esse ser me filmou e eu não vi, enfim…”, revelou a jornalista, com a voz embargada e os olhos cheios de lágrimas.

De acordo com Silvye, o ex-namorado até mesmo já teria a ameaçado com essa filmagem: “Quando nós terminamos, ele me mandou esse vídeo no WhatsApp e escreveu para eu guardar de lembrança. Eu fiquei em choque. No primeiro momento, dá aquele pânico, você fica desesperada, você não sabe por que que a pessoa fez aquilo e por que que está te mandando. Na hora eu falei: ‘Pelo amor de Deus, deleta isso, se o celular for roubado, se você estragar seu celular e tiver que mandar para arrumar’. Ele falou: ‘Fique tranquila, nada vai acontecer’. Porém houve uma ameaça, de fato. No Dia dos Namorados, ele me mandou uma mensagem dizendo que eu tinha cinco minutos para atendê-lo ou então… Porque eu sabia o que tinha na mão dele”.

Continua depois da Publicidade

Através de suas redes sociais, a apresentadora fez um clamor à Justiça, para que conseguisse que esses arquivos fossem excluídos. “Pelo amor de Deus, é o meu corpo, é a minha vida. Como que a senhora pode ter negado isso, doutora Renata? Como que a senhora teve coragem de negar isso? E eu não estou falando da agressão física que eu sofri, não. Eu estou falando porque eu sou uma mulher, eu tenho uma profissão, eu tenho um filho. Um vídeo da mãe dele despida circulando por aí? Deveria ter pensado pelo menos no meu filho, doutora! Se é que a senhora tem filhos. Deveria ter estendido a mão para uma mulher. A senhora agiu ao contrário”, indignou-se Silvye.

Assista à íntegra abaixo:

Relembre o caso

Silvye Alves, âncora do “Cidade Alerta Goiás”, da Record TV, foi cruelmente agredida por seu ex-namorado, o empresário Ricardo Hilgenstieler, na madrugada de 21 de junho. Em uma publicação em suas redes sociais, a jornalista confirmou o ataque e revelou, ainda, que seu filho, Themistoklis Angelidis, de apenas 11 anos, presenciou o abuso. Que tristeza…

Continua depois da Publicidade

Tudo aconteceu quando, durante a noite, Hilgenstieler invadiu o apartamento de Silvye. Ele então partiu para cima da apresentadora e a acertou com socos, tapas e chutes, enquanto o filho dela assistia ao embate físico. A jornalista ficou com ferimentos graves na boca, e lesões pelo corpo. Na sequência, Ricardo fugiu do local, mas foi detido pela polícia no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, ao tentar embarcar em um voo. Ele foi preso e encaminhado à DEAM (1ª Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) por policiais militares.

A jornalista e apresentadora Silvye Alves ficou muito conhecida no Brasil por suas interações com o saudoso Marcelo Rezende, na Record TV. (Foto: Reprodução / Record TV)

Silvye, por sua vez, se dirigiu à delegacia após o ataque para registrar queixa contra o antigo parceiro. Após prestar depoimento, a apresentadora foi encaminhada ao IML (Instituto Médico Legal) de Goiânia, onde realizou o exame de corpo de delito. Nas redes sociais, Alves confirmou as agressões e pediu aos fãs e seguidores que orassem por ela.

Continua depois da Publicidade

“Não está sendo fácil… A dor física só não é pior que a dor na alma… A maior tristeza de tudo isso foi ver meu filho sofrer. Prometi nunca fazê-lo sofrer e hoje aconteceu o pior”, lamentou a jornalista, em um desabafo publicado no dia 21. “Peço orações a vocês. Cessem o ódio, por favor, isso não leva a lugar nenhum”, acrescentou. “Assim que conseguir, vou conversar com vocês. Se puder, nos coloque em suas orações”, concluiu ela. Confira:

No dia seguinte, Ricardo foi solto pela polícia após pagar uma fiança no valor de R$ 11 mil. Sem antecedentes criminais, ele deve responder pelo crime de lesão corporal grave. O caso corre sob segredo de justiça, uma vez que envolve o filho de Silvye Alves, que é menor de idade. Com o alvará de soltura expedido em menos de 24 horas da ocorrência, Michel Alves, irmão de Silvye, decidiu fazer um apelo às autoridades.

Continua depois da Publicidade

Ele compartilhou no Instagram um vídeo no qual a jornalista expõe os machucados no rosto, ainda com muito sangue, momentos após ser agredida. A apresentadora aparece com um corte profundo acima do lábio superior e com a boca bem inchada. “Rasgou de um lado pro outro… Eu não sei nem o que fazer”, diz ela na gravação, aos prantos. Entretanto, momentos depois da publicação, o vídeo foi retirado do ar pelo Instagram.

As agressões foram tão graves que a jornalista precisou passar por uma cirurgia no valor de R$ 20,5 mil para reparar os danos. Confira o desabafo sobre o procedimento e saiba todos os detalhes do caso, clicando aqui.