Whatsapp Image 2021 07 29 At 10.57.00

Astrid Fontenelle se revolta com racismo que filho sofreu durante férias da família: “Ficou desnorteado”

Mais um triste caso de racismo, dessa vez com o filho de Astrid Fontenelle, Gabriel Fontenelle de Brito. Durante viagem da família na Praia do Morro de São Paulo, na Bahia, onde eles estão passando as férias, o jovem de 13 anos foi “confundido” com um funcionário do hotel por uma turista.

A jornalista usou sua conta no Instagram para demonstrar sua indignação com a situação nesta quarta-feira (28): “Meu sol, minha lua! Meu menino anjo. Minha estrela. Garoto de bom coração, adorável, amigo dos amigos. Por ele viro bicho! E desviro para acolhê-lo.”

Continua depois da Publicidade

A capitã do “Saia Justa” relatou que eles estavam na praia, quando uma das hóspedes “confundiu” Gabriel com um dos atendentes do lugar. “Pediu um colchonete pra ele. Mandei ela buscar no quiosque. Ficou com cara de espanto, do tipo ‘como?’. Na testa escrito ‘mas ele não trabalha aqui?'”, escreveu.

A apresentadora completou, dizendo que o jovem ficou desnorteado e triste, e ela totalmente revoltada com o episódio. “Eu fiquei puta. Sim, na cabeça dessa certamente basta ser preto pra ser o serviçal. E aí está o racismo estrutural que gente, como a tal senhora, não quer entender. Me disse que ‘era coisa da minha cabeça’, falou que eu tava dando show porque era artista. Nada disso. Sou uma mulher bem informada que, além de não ser racista, sou antirracista! Esse é meu compromisso. Com meu filho e com qualquer outra pessoa preta. Esse olhar erradérrimo da sociedade é proibitivo!”, ressaltou Fontenelle.

Ela completa que o jovem ficou desnorteado e triste, e ela totalmente revoltada com a situação: “Eu fiquei puta. Sim, na cabeça dessa certamente basta ser preto pra ser o serviçal. E aí está o racismo estrutural que gente, como a tal senhora, não quer entender. Me disse que ‘era coisa da minha cabeça’, falou que eu tava dando show porque era artista. Nada disso. Sou uma mulher bem informada que, além de não ser racista, sou antirracista! Esse é meu compromisso. Com meu filho e com qualquer outra pessoa preta. Esse olhar erradérrimo da sociedade é proibitivo!”

183123198 144323521005912 4474391440509309969 N
Astrid Fontenelle se revolta com o racismo que o filho sofreu (Foto: Instagram)

Após toda situação, a mulher pediu desculpas ao Gabriel, e Astrid teve uma atitude interessante ao oferecer o livro que estava lendo para a turista. “E eu ofereci um presente. O livro que estou lendo: Escravidão do Laurentino Gomes. Ela não aceitou. Mas ainda bem que aconteceu comigo ao lado dele. Temos um longo caminho pela frente”, encerrou.

Continua depois da Publicidade

Assim que fez a publicação, a apresentadora do GNT recebeu o apoio dos seguidores e amigos famosos, como Drica Moraes, Adriane Galisteu, Cris Vianna, Maíra Azevedo e Gloria Maria, que chegou a comentar: “Todo meu carinho para o Gabriel. Para pretos, como nós, essa é uma luta sem fim. Não importa se famosos ou não.”

Continua depois da Publicidade