Ivis

DJ Ivis vira réu em processo por agressões contra ex-mulher Pamella Holanda; saiba detalhes

Em julho deste ano, o caso de agressão protagonizado por DJ Ivis chocou o Brasil com suas imagens chocantes e detalhes absurdos. Nesta segunda-feira (16), o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), informou que Iverson de Souza Araújo tornou-se réu pelas agressões cometidas contra a ex-mulher, Pamella Holanda. O músico foi indiciado pela Polícia Civil do Ceará e já completou um mês de detenção, em decorrência das denúncias.

Em nota, o TJCE disse que o processo corre em sigilo, na Vara Única Criminal do Eusébio, região metropolitana de Fortaleza. “A denúncia, ofertada pelo Ministério Público [do Ceará], foi recebida pela Justiça estadual, que determinou a citação do acusado. Mais informações não podem ser repassadas por conta do sigilo do processo”, informou o comunicado, enviado ao G1.

Pamella Holanda Dj Ivis
Ivis foi preso após agredir esposa. (Fotos: Reprodução/Instagram)

Iverson está preso em uma área de triagem no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, também em Fortaleza. A Secretaria da Administração Penitenciária do Ceará (SAP) revelou que, como o caso teve muita repercussão nacional, o artista está em um esquema especial de segurança para que seja garantida a sua integridade física.

O relatório final da investigação contra o DJ já foi concluído, e ele vai responder pelos crimes de lesão corporal, ameaça e injúria. A pena para a primeira infração pode variar de três meses a um ano de detenção. Em relação às outras duas, a legislação nacional prevê pena de seis meses ou multa com valor a ser definido. Além destas, Ivis enfrenta uma outra investigação na Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza (DDM), que apura o caso especificamente como violência doméstica e familiar contra Pamella.

Ainda em julho, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes rejeitou um pedido de habeas corpus solicitado pela defesa do cantor. Antes, o Superior Tribunal de Justiça e o Tribunal de Justiça do Ceará já haviam negado um primeiro pedido.

DJ Ivis está detido em um presídio do Ceará há mais de um mês. (Foto: Reprodução)
DJ Ivis está detido em um presídio do Ceará desde 14 de julho. (Foto: Reprodução)

Neste mês, o colunista Leo Dias, do jornal Metrópoles, divulgou o conteúdo completo do depoimento que Pamella Holanda prestou na Delegacia de Eusébio, em 12 de julho. Além de detalhar os episódios absurdos de violência física e tortura psicológica que sofreu nas mãos de Iverson, a jovem entregou às autoridades um pen drive contendo vídeos das agressões, registros que ela também divulgou na internet para reforçar sua denúncia. Segundo Pamella, as agressões cometidas pelo cantor começaram ainda em 2020, quando o casal passou a morar junto.

Apesar de tudo, a vítima já declarou que perdoa o ex-marido. Em entrevista recente à rádio Jovem Pan Fortaleza, a jovem foi questionada sobre como anda sua relação com o produtor musical. “O perdão não é sobre ele, o perdão é sobre mim. E eu me perdoo também, por eu ter me colocado nessa situação e por ter me permitido viver tanto tempo assim”, afirmou.

Continua depois da Publicidade

Relembre o caso

O nome de DJ Ivis ficou entre os assuntos mais comentados da internet no dia 11 de julho, quando vídeos dele agredindo violentamente sua esposa, Pamella Gomes de Holanda, na frente da filha deles, vieram à tona. Segundo o jornalista Leo Dias, as agressões aconteceram no dia 1º de julho. No dia seguinte, ele teria repetido o ataque, após ameaçá-la com uma faca e, durante o embate físico, ter quebrado o telefone da mulher. Ainda segundo os relatos divulgados por Dias, Pamella só conseguiu chamar a polícia com a ajuda do chefe de segurança do condomínio em que ela e o DJ moram, na Grande Fortaleza.

[Atenção! Imagens fortes!]