Pamella

Pamella Holanda se manifesta sobre áudios vazados de brigas com DJ Ivis: “Querem me pintar de louca”; assista

Pamella Holanda se manifestou nesta sexta-feira (23), após áudios de discussões que ela teve com DJ Ivis, quando os dois ainda estavam juntos, vazarem na web. Nas mídias, divulgadas pela coluna do Leo Dias, a moça aparece fazendo ameaças contra a própria vida e o ex-casal tem uma discussão grave. A equipe jurídica de Pamella também saiu em sua defesa, apontando que essa seria uma estratégia usada pelos advogados do músico.

No áudio, Ivis diz que vai embora, e Holanda reage: “Se tu sair, eu me mato junto com a Mel (filha do casal). Eu tô falando sério. Quem não tem mais o que perder sou eu“. “Tudo o que tenho é fruto do meu trabalho e se você se jogasse daqui, com a sua filha, você seria resumida à uma mãe louca que se matou. Eu já te falei várias vezes que você pode sair e levar a Mel. Deixo esse apartamento. Já fiz tudo o que podia e você não quis nada”, rebate o DJ.

A equipe jurídica da moça afirmou que a gravação foi manipulada por Ivis. “Colocam fora de contexto e é obvio que ele [Ivis], sabendo que estava sendo gravado tudo por ele mesmo, age como quer de modo a parecer que é a vítima”, disse a advogada ao Leo Dias. Pamella, por sua vez, usou seu Instagram para falar sobre o assunto. Ela postou dois vídeos afirmando que essa seria uma estratégia da defesa do músico para a descredibilizar.

Eu sempre soube que algumas coisas que estão sendo veiculadas iam ser usadas contra mim. Era do meu conhecimento. Era uma das razões pelas quais eu tinha medo de me separar do Ivis. Na terça-feira eu recebi uma ligação de um dos advogados dele, um dos que tem mais proximidade dele. Me ligou para ler uma suposta carta que o Ivis tinha escrito para mim. Nessa carta ele tenta apelar para o emocional, fala o quanto tem sido difícil. Falou também um pouco da Mel, mas muito pouco. No final, me pediu perdão“, iniciou ela.

Continua depois da Publicidade

O conteúdo da carta, entretanto, não a sensibilizou. “Eu já sabia que iam fazer isso. Ontem foram misteriosamente vazados áudios de brigas minhas com ele. Eu sempre soube desses áudios, porque ele sempre gravava as nossas brigas. Filmava, produzia. Produzia defesa para ele, porque sabia que estava errado, e que também ia ser descredibilizado. Contra fatos não há argumentos, contra imagens também não. Ele apagou as imagens da última casa em que moramos, mas meus advogados conseguiram recuperar. Tem ele me ameaçando com uma faca, algumas gravações e áudios de ele falando que vai mandar me matar. Que já estava há um ano se planejando para se separar de mim, que não tinha nada no nome dele, nem casa, nem carro e nem nada. Eu sempre soube que a defesa dele ia adotar essa estratégia“, continuou.

Segundo ela, a intenção da defesa seria pintá-la como uma mulher “louca” e “desequilibrada”. Pamella revelou ainda que foi diagnosticada com depressão pós-parto, chegou a tomar remédios para tratar a doença e que seu relacionamento com o DJ seria um fator agravante. “Era um ambiente hostil. Eu era agredida o tempo inteiro. Não só fisicamente, mas com palavras, falta de respeito. Eu fui agredida inclusive depois que cheguei do hospital, da cirurgia. Depois da complicação que tive no parto“, disse, emocionada.

A influenciadora afirmou que ninguém está pensando em sua saúde mental com toda essa história, e disse não ter onde morar no momento. “Fiquei sem casa, sem ter onde morar. Estou na casa de familiares meus até conseguir me restabelecer. Minha filha está sendo muito bem cuidada com ajuda da minha irmã, de uma tia minha, de primos. Está recebendo todo o amor do mundo. Eu só queria que isso não tivesse acontecendo com a minha vida. Que espécie de ser humano seria eu se ficasse feliz, se eu me sentisse vingada por tudo o que ele já fez comigo e com a Mel, também“, falou ela.

Pamella também alegou que teve que ficar dez dias dentro de casa, sem poder fazer compras no supermercado e sem receber visitas, a mando de Ivis. “Estou cansada, exausta. Nunca imaginei que estaria aqui sentada gravando isso, falando isso dele. Que estaria vendo minha vida exposta da pior maneira. Que estaria lendo tudo o que li sobre mim e sobre outras mulheres, também. Tenho muita coisa a ser dita, mas não cabe aqui. Isso não é o que quero fazer. Tenho fotos, imagens, vídeos, muita coisa. Eles sabem que eu tenho. Mas essa não é a maneira que quero resolver. Tive que ter muita coragem para denunciar ele, para tirar a minha filha daquilo ali que a gente vivia. Estou tendo uma força sobre-humana. Não sei de onde estou tirando forças para poder lidar com tantas coisas“, relatou.

Por fim, ela respondeu aos comentários sobre o motivo para não ter denunciado o músico antes. “Eu tentei. Fiz tudo o que podia. Dei mais do que cem por cento de mim. Perdoei, aceitei, me calei, fui omissa, submissa, fiz tudo o que podia. Minha intenção era de criar a Mel com ele. Que ele criasse ela comigo. Eu não queria que acontecesse com ela o mesmo que aconteceu com ele, de não ter um pai. Eu sei a importância de um pai dentro de casa, o amor de um pai. Mas vi que nada adiantava. Para mim, a gota d’água foi que enxerguei que nada adiantava e que ele me batia porque ele queria. Isso me doía ainda mais. Ele me batia e entrava em negação“, afirmou.

Nos stories, a influencer postou uma foto de seus pertences em sacos de lixo e disse que está sem moradia. “Primeiro ele nos deixou sem dinheiro. Depois, ele nos deixou sem casa de propósito. Eu e minha filha. Agora ele quer que todos acreditem que sou louca. Depois, ele vai querer tirar a minha filha de mim. Ele me quer sem nada. Quem não tem nada que quer que o outro também não tenha nada. Gravava tudo, porque sabia que iria precisar um dia ‘provar’ que não era isso que ele é, e sempre me ameaçou com gravações, vídeos, com meu passado. Inseguro, doente, psicopata“, escreveu ela.

Nem eu, nem sua filha temos culpa do que você escolheu ser, nem do seu passado, nem dos seus traumas. Eu te dei a única coisa boa e perpétua da sua vida. Nem mil cartas suas apagam tudo que você me fez e tenta fazer. Deus é comigo, e essa guerra você quem insiste em ter razão. Pra que? Por que? Você só perde, cada vez mais. Você só vai cada vez mais baixo… Quer desviar a atenção, quer a aprovação das pessoas. Isso é doença. Eu só peço a Deus que ele lembre que existe a mel entre tudo isso“, finalizou Pamella.

Whatsapp Image 2021 07 23 At 14.29.11
Pamella usou seus stories para falar sobre sua situação, e afirmou estar sem moradia. (Foto: Reprodução)

DJ Ivis está preso desde a última quarta-feira, dia 14 de julho, pelas agressões contra Pamella, comprovadas em vídeos publicados na internet. Sua defesa já apresentou dois pedidos de habeas corpus, mas eles foram negados pelo Supremo Tribunal da Justiça.