Ex-empregada de Lucas Lira e Sunaika Bruna diz ter sido demitida após ser levada em hospital particular caríssimo pela patroa e se recusar a pagar; Influencer rebate: “Era tratada como família”

O youtuber Lucas Lira e a companheira, a influenciadora Sunaika Bruna, se envolveram em uma polêmica nesta semana após vir à tona o motivo pelo qual eles teriam demitido a auxiliar doméstica Regiane Roza. Em um desabafo, Regiane declarou que foi levada em um hospital particular caríssimo de São Paulo pela patroa após passar mal, mas teria sido desligada do emprego por se recusar a pagar a dívida adquirida.

O assunto se desenrolou desde essa quarta-feira (01) após a influenciadora explicar para seus seguidores que Regiane não trabalhava mais com ela há quase um mês. “Aconteceu uma cacetada de coisas que não deu certo mais ela trabalhar aqui em casa. Eu não vou falar quais coisas foram essas, mas eu me segurei muito tempo pra vir tocar nesse assunto. Eu não ia tocar, mas tô recebendo muita cobrança no Instagram e muita gente que tá vindo me julgar sem saber o que aconteceu”, explicou ela.

Na sequência, Sunaika explicou que decidiu cortar todos os vínculos que tinha com a ex-empregada. “Ela tá ciente do que fez. Eu tentei conversar, Lucas tentou conversar e acabou que no final não deu certo. Não tenho contato com Regiane, bloqueei ela, sim, porque o que ela fez comigo me magoou muito. Eu apaguei todos os vídeos que tinha ela e a Joyce no meu canal por conta de coisas que ela fez que não vêm ao caso porque são pessoais”, detalhou, citando a filha de Regiane.

Continua depois da Publicidade

Bruna reforçou que só se pronunciou devido à cobrança que recebeu nas redes sociais, já que Roza sempre aparecia em suas mídias antes da demissão. Ela também falou que, a partir de agora, não iria mais expor as outras mulheres que trabalhassem com a família. “Regiane foi uma pessoa que eu tive um carinho enorme por ela, um amor enorme por ela, mas tive uma decepção muito grande. Quando eu me decepciono com as pessoas, eu não quero mais contato e eu realmente não quero”, concluiu ela. Confira:

Após o depoimento viralizar, os internautas também cobraram um posicionamento de Regiane, que fez um desabafo através dos Stories de seu Instagram. “Vim aqui falar de um assunto muito chato que, por mim, acabaria sem ninguém saber, mas tem muita gente perturbando aqui o meu Instagram”, explicou ela.

Em seguida, ela descreveu o que teria levado à sua demissão. “Eu estava morando na casa da Bruna por conta da pandemia, certo? Eu passei mal e ela me levou pro hospital mais caro de São Paulo, o [Albert] Einstein. Eu estava desmaiada, acordei do desmaio e ela me levou pra lá”, relembrou.

Continua depois da Publicidade

Após a consulta, surgiu o ‘baque’. “Esse hospital gerou uma conta e essa conta ela queria que eu passasse pro meu nome. Eu falei que não ia passar e meu advogado me orientou a não passar porque eu estava morando lá. Ela poderia ter me levado em um hospital público e ela me levou em um hospital particular”, pontuou a mulher.

“Por este motivo ela me falou: ‘Então não precisa vir mais'”, afirmou Roza. “Ela me pagou tudo certinho, realmente fez tudo o que tinha que fazer certinho. Eu assinei um termo de confidencialidade em que eu não posso falar o que acontecia na casa e na vida pessoal deles, isso pode ficar tranquila porque não é da minha índole fazer isso, só que como isso envolve o meu nome e o dela eu falei que não ia assinar [a mudança da dívida de nome] e não assinei”, enfatizou.

“Eu não quero que ninguém ache que eu estou tentando colocar as pessoas contra o Lucas e contra a Bruna, eu só vim aqui falar porque ela falou. Se ela não tivesse falado nada eu também não teria falado. Quero paz e que Deus abençoe ela e a família dela. Sinto muito ter chegado a esse ponto”, finalizou Regiane. Assista:

Continua depois da Publicidade

Foi então que Bruna resolveu se manifestar novamente em suas redes sociais. “Meu único posicionamento sobre o acontecido foi o que eu já dei. Não vou tocar mais nesse assunto! Essa será a última vez. Sim, eu já vi o que ela disse e não vou retrucar. Tudo o que eu tinha pra dizer pra ela eu já disse. Tudo o que eu tinha pra tratar com ela eu já tratei. Tratei diretamente com ela. Página virada”, pontuou.

“Eu só quero pedir uma coisa pra minoria que tá vindo me atacar: paz de espírito pra vocês”, acrescentou a youtuber. “Ninguém sabe o que acontece dentro da casa da gente. Esse assunto morreu pra mim! E, por favor, quem gosta de mim de verdade, não toca mais nisso”, pediu em um texto publicado nos Stories.

Continua depois da Publicidade

Mais tarde, entretanto, Sunaika deixou um comentário em uma publicação sobre o assunto, explicando sobre a questão do hospital. Segundo ela, o fato de Regiane não querer arcar com os custos não teria sido o real motivo da demissão. “Levei ela no Einstein sim. Ela desmaiou três vezes aqui em casa e uma dentro do carro que ficou desacordada por um tempo. O motivo de eu ter levado ela lá foi porque foi o primeiro hospital que me veio na cabeça e, no desespero que eu tava vendo ela desmaiada, nem pensei em outro”, afirmou.

“Eu errei por não ter agido com calma”, pontuou a influenciadora. “Sobre passar pro nome dela, não queria que ela pagasse a dívida toda de uma vez. Eu e o Lucas conversamos e falamos que íamos pagar e ir descontando um valor que não ia prejudicá-la. Mesmo assim, ela disse que não assinaria”, contou Bruna.

“Não foi bem como ela disse. Liguei no hospital, no financeiro, pra ver o que podia ser feito. Eles disseram que podiam parcelar para ir pagando e que, se não pagasse, a única coisa que iria acontecer era ela não passar no hospital mais. Mas não prejudicaria ela de forma nenhuma”, completou.

Continua depois da Publicidade

Por fim, a youtuber declarou que considerava Regiane da família e está com a mente em paz. “Expliquei toda a situação e, mesmo assim, ela não quis assinar. Sobre as outras questões, poderia enumerar várias aqui, mas não vou fazer. Prefiro levar a culpa do que contar tudo o que se passou aqui em casa. Ela morava com a gente e era tratada como família. Tô com a consciência tranquila e em paz”, concluiu.

Em um novo pronunciamento na manhã desta quinta (02), Bruna reforçou que errou ao levar a então auxiliar para o hospital particular que seria o mais próximo da sua casa e repetiu que esse não foi o motivo principal da demissão.

Ela contou que iria arcar com tudo e que Regiane continuou trabalhando em sua casa, mas, após o caso, aconteceram “várias coisas que a magoaram e a desagradaram”. A influencer ainda apontou que havia conversado com a ex-funcionária naquela manhã e que elas haviam se acertado. Confira: