Cate Blanchett vive em mansão que já foi eleita “um dos lugares abandonados mais assustadores da Grã-Bretanha”; Confira fotos do antes e depois da reforma!

Precisa de coragem para decidir morar em uma mansão que já foi eleita “um dos lugares abandonados mais assustadores da Grã-Bretanha”. No entanto, Cate Blanchett e o marido, Andrew Upton, não se intimidaram pela lista do The Sun. Em 2016, o casal comprou uma velha propriedade inglesa, chamada de “Highwell House”, por cerca de U$ 6,25 milhões — cerca de R$ 33 milhões, na cotação atual. No passado, o local já foi usado de ponto de encontro para usuários de drogas e criminosos, e ostentou até símbolos de bruxaria, de acordo com o DailyMail.

A mansão foi construída em 1890, mas começou a entrar em decadência no início dos anos 2000, antes de ser reformada extensivamente em 2015. Em fotos tiradas antes do local receber o “extreme makeover”, podemos ver ambientes destruídos, mobílias e vidros quebrados e pichações.

Para completar, tinham pentagramas desenhados no chão — de acordo com a publicação, o símbolo é usado para cerimônias de bruxaria. A palavra “liar” (“mentiroso”) também foi escrita em uma das paredes. O cenário parece típico de vídeo games de terror! Dá uma olhada:

Antes de Cate e sua família se mudarem para a “Highwell House”, a mansão pertencia a um casal endinheirado, os Walford. James Francis Walford morreu em 2001, aos 88 anos, e sua esposa se mudou para um asilo dois anos depois — deixando a propriedade abandonada por uma década, antes de ser reformada e colocada à venda.

“Estamos contentes com o fato do lugar estar ocupado agora, há anos que estava abandonado e todo tipo de pessoas ia para lá, drogados”, disse um morador da região ao The Daily Telegraph, ao ser perguntado como se sentia sendo vizinho de Cate Blanchett. “Eles eram assaltantes que estavam levando sua pilhagem para lá e a dividindo no velho celeiro”, completou. Veja fotos da mansão após a reforma:

Bom, se algum dia Cate Blanchett resolver filmar um longa de terror, já tem o cenário perfeito — é só dar uma desarrumadinha! Kkkk