Em homenagem emocionante e poderosa, Michael B. Jordan promete dedicar o resto de seus dias para Chadwick Boseman: “Gostaria que tivéssemos tido mais tempo”

Que bela homenagem… Nesta segunda-feira (31), o astro Michael B. Jordan quebrou o silêncio sobre a morte de Chadwick Boseman, seu colega em “Pantera Negra”. O intérprete do vilão Killmonger no filme da Marvel se abriu sobre a importância do amigo em sua vida, tanto pessoal quanto profissional, e como Chadwick ficará marcado para sempre em suas escolhas daqui para frente.

No Instagram, ele compartilhou uma imagem dos dois juntos, e escreveu: “Eu estive tentando encontrar as palavras, mas nada se aproxima de como eu me sinto. Eu estive refletindo sobre cada momento, cada conversa, cada risada, cada discordância, cada abraço… tudo. Eu gostaria que nós tivéssemos tido mais tempo”.

Continua depois da Publicidade

O ator relembrou a última vez que esteve em contato com o intérprete do rei T’Challa. “Em uma das últimas vezes que nos falamos, você disse que nós estávamos para sempre conectados, e agora a verdade disso significa mais para mim do que nunca. Desde praticamente o começo da minha carreira, começando com ‘All My Children’, quando eu tinha 16 anos de idade, você abriu o caminho para mim”, afirmou. E disse: “Você me mostrou como ser melhor, honrar meu propósito, e criar um legado. E quer você saiba disso ou não … Tenho observado, aprendido e constantemente sido motivado por sua grandeza”. 

Elenco de “Pantera Negra” no Globo de Ouro. (Foto: Getty)

Michael voltou a repetir que queria ter mais tempo com o amigo, e falou sobre o legado de Chadwick. “Tudo o que você deu ao mundo… as lendas e heróis que você nos mostrou que somos… viverão para sempre. Mas o que mais dói é que agora entendo o quanto VOCÊ é uma lenda e herói. Em meio a tudo isso, você nunca perdeu de vista o que mais amava. Você se importava com sua família, seus amigos, sua arte, seu espírito. Você se preocupou com as crianças, a comunidade, nossa cultura e humanidade. Você se importou comigo. Você é meu irmão mais velho, mas nunca tive a chance de lhe contar ou de lhe dar flores enquanto você estava aqui”, lamentou.

A morte de Chadwick alertou o astro para a importância de passar o tempo com entes queridos. “Estou mais ciente agora do que nunca de que o tempo é curto com pessoas que amamos e admiramos. Vou sentir falta da sua honestidade, generosidade, senso de humor e dons incríveis. Vou sentir falta do dom de compartilhar o espaço com você nas cenas. Estou dedicando o resto dos meus dias para viver do jeito que você viveu. Com graça, coragem e sem arrependimentos”, garantiu.

Para completar, Michael repetiu uma frase de seu personagem em “Pantera Negra”. “’Este é o seu rei!?’ Sim. Ele. É! Descanse no poder, irmão”, completou. Confira o post na íntegra:

View this post on Instagram

I’ve been trying to find the words, but nothing comes close to how I feel. I’ve been reflecting on every moment, every conversation, every laugh, every disagreement, every hug…everything. I wish we had more time. One of the last times we spoke, you said we were forever linked , and now the truth of that means more to me than ever. Since nearly the beginning of my career, starting with All My Children when I was 16 years old you paved the way for me. You showed me how to be better, honor purpose, and create legacy. And whether you’ve known it or not…I’ve been watching, learning and constantly motivated by your greatness. I wish we had more time. Everything you’ve given the world … the legends and heroes that you’ve shown us we are … will live on forever. But the thing that hurts the most is that I now understand how much of a legend and hero YOU are. Through it all, you never lost sight of what you loved most. You cared about your family , your friends, your craft, your spirit. You cared about the kids, the community, our culture and humanity. You cared about me. You are my big brother, but I never fully got a chance to tell you, or to truly give you your flowers while you were here. I wish we had more time. I'm more aware now than ever that time is short with people we love and admire. I’m gonna miss your honesty, your generosity, your sense of humor, and incredible gifts. I’ll miss the gift of sharing space with you in scenes. I’m dedicating the rest of my days to live the way you did. With grace, courage, and no regrets. “Is this your king!?” Yes . he . is!  Rest In Power Brother.

A post shared by Michael B. Jordan (@michaelbjordan) on

Na noite do dia 28, foi anunciado o falecimento, aos 43 anos de idade, do ator Chadwick Boseman, intérprete do super-herói “Pantera Negra” nos cinemas. A notícia chocante e repentina foi confirmada no perfil oficial do artista no Twitter.

De acordo com a publicação, Chadwick enfrentava um câncer de cólon desde 2016. “Chadwick foi diagnosticado com câncer de cólon em estágio III em 2016 e lutou contra ele nos últimos 4 anos, enquanto progredia para o estágio IV”, explicou a declaração.

Continua depois da Publicidade

“Um verdadeiro lutador, Chadwick perseverou em tudo e trouxe a você muitos dos filmes que vocês tanto amam. De ‘Marshall: Igualdade e Justiça’ a ‘Destacamento Blood’, ‘Ma Rainey’s Black Bottom’ e vários outros, todos foram filmados durante e entre inúmeras cirurgias e quimioterapia”, acrescentou. O filme “Pantera Negra” ganhou destaque no comunicado: “Foi a honra de sua carreira dar vida ao rei T’Challa”.

Chadwick Boseman morreu na sua casa, ao lado da esposa e dos seus familiares. “A família agradece por seu amor e orações e pede que vocês continuem a respeitar a privacidade deles durante este momento difícil”, finalizou o comunicado.

Diante da triste notícia, personalidades de todas as áreas se manifestaram e prestaram suas homenagens ao astro. Confira todas elas, clicando aqui.