Cissa

Faustão na Band: Cissa Guimarães relembra morte do filho em acidente e emociona com reflexão potente: ‘Eu não perdi meu filho’; assista

A apresentadora participou do “Arquivo Pessoal” e recebeu homenagens durante o programa “Faustão na Band”

Emocionante! Cissa Guimarães participou do “Faustão na Band” nesta quarta-feira (23), e foi surpreendida pelo quadro “Arquivo Pessoal”. Ao receber depoimentos de familiares e amigos, a apresentadora não pôde deixar de relembrar seu filho Rafael Mascarenhas, que faleceu em 2010, aos 18 anos.

Cissa ficou com os olhos marejados diante da fala de seu amigo Miguel Falabella. “Pra ela eu criei a alcunha ‘garota que racha o coco, mas não arrebenta a sapucaia’, alguém que faz o impossível, que se supera sempre. Alguém que não tem medo de ir à luta, de enfrentar qualquer que seja o obstáculo. Essa é a Cissa Guimarães. Uma mulher admirável, de fibra, batalhadora, inteligente, companheira, uma colega excepcional“, derreteu-se o artista.

Ele, então, relembrou o acidente que aconteceu com o filho de Cissa. “Infelizmente, atravessamos juntos um momento muito doloroso, quando o Rafael nos deixou daquela maneira trágica e absurda. Conseguiu superar essa tragédia inconcebível, voltar a trabalhar, voltar a celebrar, a ter alegria… É uma honra saber que os nossos nomes estarão para sempre ligados na história“, completou Miguel, que trabalhou por anos ao lado dela no extinto “Vídeo Show”, da TV Globo.

Continua depois da Publicidade

Em seguida, Faustão questionou o que aconteceu com os responsáveis pela morte de Rafael, e a apresentadora deu mais detalhes daquele triste dia. “O túnel estava fechado para a manutenção. Eram três meninos, o meu filho e mais dois. Eles ligavam para a prefeitura para saber se estava interditado, uma prática que se faz muito no Rio. O túnel fechava todas as segundas para manutenção – que não havia muita manutenção, verdade seja dita. Mas não era permitido que passassem carros“, relembrou.

Eles estavam lá e entraram esses caras fazendo ‘um pega’, uma loucura. Além do que, não prestaram socorro, corromperam a polícia, largaram meu filho ali“, completou. Os responsáveis, explicou Cissa, saíram impunes. “Eles foram presos, acho que ficaram dois dias, o pai, que praticou a corrupção, e o filho. Eu batalhei muito e continuo batalhando como posso, mas é uma impunidade absurda. Cheguei a ir no Palácio da Alvorada, falei o que pude“, contou.

20180924085612288963i
Rafael faleceu aos 18 anos, após ser atropelado. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Não foi acidente. Eles estão aí. Mas sabe de uma coisa? Tomara que estejam nos assistindo. Não vou dizer que eu tenho pena, mas meu filho está na luz, vocês estão nas trevas. Estão aqui, nessa dimensão, mas não têm mais vida. O mais louco, é que essa mãe desse rapaz, nunca sequer me procurou como mãe. Eu encontrei a família no julgamento, eles abaixaram a cabeça. Eles saíram do Rio de Janeiro, se esconderam“, relatou.

Fausto citou uma mensagem de Chico Xavier dita para a atriz Nair Bello, que perdeu o filho em uma situação parecida. “‘Não se revolte e não pergunte o porquê, porque um dia você vai ter a resposta’. Até as tragédias, nada acontece por acaso. Mas como mãe, perder um filho na idade do Rafael, não tem como não questionar isso…“, analisou o comunicador.

Continua depois da Publicidade

Cissa, então, respondeu com sinceridade sobre o que sente. “Fausto, você sabe, com todo meu coração aqui. Eu não questiono, eu exerço muito a gratidão. Me desculpa eu humildemente te corrigir. Eu não perdi nada, só ganhei no tempo que me foi dado. Deus me deu 18 anos do maior amor do mundo. Eu não perdi. Perdi o contato físico: ele podia estar aqui hoje, tocando a guitarra dele. Mas ele está. Ele está“, pontuou ela, apontando para a foto do rapaz no telão.

Faustão destacou a força de Guimarães. “Ela é exemplo de alegria. Ela é pra cima o tempo todo, é natural dela. Sempre foi assim, antes e depois dessa tragédia envolvendo o Rafael. Ter essa serenidade e lucidez para analisar um problema como esse, só uma pessoa abençoada como a Cissa Guimarães“, elogiou. Assista à homenagem: